Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Tecnologia > Novas regras de comunicação: STF autoriza o monitoramento do WhatsApp, Twitter, Facebook e outras redes sociais a partir de amanhã #boato

Novas regras de comunicação: STF autoriza o monitoramento do WhatsApp, Twitter, Facebook e outras redes sociais a partir de amanhã #boato

Novas regras de comunicação STF autoriza o monitoramento do WhatsApp, Twitter, Facebook e outras redes sociais a partir de amanhã, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – A partir de amanhã, há novas regras de comunicação. O STF autorizou o monitoramento do WhatsApp, Twitter, Facebook e outras redes sociais. Todas as chamadas serão gravadas.

As ações do Judiciário perante os atos de vandalismo realizados na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, no domingo (10), estão gerando revolta em militantes da extrema-direita. Entre acusações (sem procedência) de “injustiça”, uma história antiga voltou a circular na internet.

De acordo com a mensagem que está viralizando na internet, o STF teria autorizado o monitoramento do WhatsApp, Twitter, Facebook e outras redes sociais. Além disso, todas chamadas seriam gravadas. Leia o texto que circula online:

Você está sabendo que: A partir de amanhã, em todo o mundo, existem novas regras de comunicação, todos os governos da Europa, América do Norte e América do Sul chegaram a um acordo com a Whatsapp, Twiter, Facebook e outros canais de comunicação Todas as chamadas serão gravadas. Todos os registros de chamadas telefônicas são gravados.Todas as mensagens e chamadas WhatsApp são gravadas. O Twitter é monitorado.

*NO BRASIL O STF AUTORIZOU O MONITORAMENTO*. O Facebook é monitorado. Todas as mídias e fóruns sociais são monitorados. Por favor, informe aqueles que não sabem. Todos os dispositivos estão conectados aos sistemas departamentais do Governo Federal e dos governos do mundo. TAL AÇÃO É PARA MONITORAR O CRIME ORGANIZADO, E TERRORISMO. Tenha cuidado para não enviar mensagens ou informações desnecessárias que sejam contrárias aos governos, leis e moralidade. Evite dizer informações sensíveis ou sensíveis aos seus amigos e familiares.

Vídeo: é falso que Lula, Gleisi e Haddad tiraram foto com líder do Hamas

Diga aos seus filhos e tenha muito cuidado! É muito importante transmitir esta mensagem hoje. Porque a partir de amanhã já existe uma outra forma de vigilância em todos os países do mundo. Incrível mas certo. Envie-o apenas hoje a todos os seus entes queridos e amigos. Tudo o que você escreve ou fala pode ser usado contra você e não uma piada é uma realidade!!! Repassem urgente!

Novas regras de comunicação: STF autoriza o monitoramento do WhatsApp, Twitter, Facebook e outras redes sociais a partir de amanhã?

A mensagem se espalhou com muita força, principalmente, pelo próprio WhatsApp. Porém, a mensagem não só é falsa como também se trata de uma fake news que desmentimos lá em 2017. Como o desmentido sobre a origem do vídeo vale para hoje, relembre o que escrevemos:

Nem precisamos dizer que a mensagem segue o script de babelas online: alarmista, não cita datas e fontes confiáveis, erros de ortografia – chega a escrever “WhatsAll” e “Twiter” -, além de pedidos de compartilhamento.

Dito isso, não parece estranho que um “furo” dessa proporção não seja protagonista de nenhuma manchete, protestos ou petições? Além disso, ao pesquisarmos sobre o assunto, não encontramos nada para além da mensagem compartilhada.

Outro detalhe importante: o Twitter e o Facebook possuem uma função para deixar o perfil e o conteúdo público. Se o usuário permitir que o conteúdo seja público ele, provavelmente, poderá ser monitorado – ou não afinal, haja gente para monitorar todo mundo.

Agora, chamadas telefônicas, WhatsApp, Twitter (mensagens privadas) e Facebook (mensagens privadas) não podem ser monitorados e não existe (pelo menos por enquanto) nenhum acordo entre governos sobre isso. A única forma de se monitorar mensagens privadas (pelo menos no Brasil) é por meio de mandado judicial (normalmente dado para órgãos de investigação) e, normalmente, as empresas costumam preservar a segurança dos dados, como aconteceu em alguns casos.

Agora em 2023, a história continuou circulando na internet e continua sendo falsa. Tanto que o próprio WhatsApp, por meio de sua assessoria, desmentiu a fake news. Leia nota:

Abaixo, compartilho o posicionamento oficial do WhatsApp: “A mensagem é falsa. É importante reforçar que o WhatsApp conta com criptografia de ponta a ponta por padrão, o que significa que todos os conteúdos trocados dentro do aplicativo (sejam texto, voz, vídeo, imagem etc) só podem ser acessados por quem envia e por quem recebe as mensagens.  Mais informações sobre a criptografia de ponta a ponta: https://faq.whatsapp.com/820124435853543/?helpref=search&query=criptografia%20de%20ponta%20a%20ponta&search_session_id=5e5d077db7986fedcff4393eecc81ff9&sr=0

Resumindo: é falsa a informação que aponta que há “novas regras de comunicação a partir de amanhã” e que as redes sociais (WhatsApp, Facebook e Twitter) vão ser monitoradas. Era fake news em 2017 e continua sendo fake news agora em 2023.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/2M3r9Bt
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
---
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe o nosso link