Natal de Algodão dará uma peça de roupa por compartilhamento de post no Facebook #boato

Boato – A FiberMax está organizando a campanha Natal de Algodão em 2018. Para cada compartilhamento de post no Facebook, será doada uma peça de roupa para instituições de caridade.

Não foram poucas as vezes que o Boatos.org falou das notícias falsas que falam de doações com base em compartilhamentos de fotos e vídeos em redes sociais. Pois bem, nunca um desmentido como o de hoje chegou tão próximo da realidade. E a história trata de Natal e caridade.

Muita gente está compartilhando um post da campanha Natal de Algodão, promovida pela marca de sementes de algodão FiberMax (pertencente à BASF). De acordo com a tese que circula online, as pessoas que compartilharem um post da empresa (neste link) sobre o Natal de Algodão estarão ajudando a instituições de caridade. A cada compartilhamento, seria doada uma peça de algodão até o Natal.

Natal de Algodão dará uma peça de roupa para crianças por compartilhamento de post no Facebook?

Muita gente está compartilhando o post no Facebook na ânsia de ajudar as crianças (quem nunca?). Mas será mesmo que a história é real? Pois então, a história era real. Mas não é mais. Vamos aos fatos.

A número de compartilhamentos no post em 2018 é a prova de que as pessoas, de fato, têm a mania de repassar conteúdo sem ler (ou pelo menos sem entender). Há dois detalhes na história que invalidam a tese de que instituições vão ganhar uma peça de algodão por compartilhamento do post. O primeiro dos motivos está no próprio vídeo. Assista mais vez, por completo, e já explicamos.

Vocês notaram que o vídeo é bem claro ao dizer que serão doadas até 1000 peças de roupas? Ou seja: a doação seria baseada no número de compartilhamentos até 1000. A partir daí, a conta pararia (até porque a caridade também tem que ter um limite para não quebrar a empresa). Se você notar, o post conta com mais de 5 mil compartilhamentos. Com isso, podemos afirmar que os “compartilhamentos de hoje” não valem mais doações já que a meta “foi alcançada”.

Mas não é só isso. Tem outro detalhe mais interessante ainda. A data de publicação do post que deveria ser compartilhado é 24 de novembro de 2017. Isso mesmo! A ação era referente ao Natal do ano passado. A prova disso é que a própria FiberMax publicou posts falando da meta de 1000 compartilhamentos atingida e da entrega das peças de algodão. Assiste aí (esse vídeo, sim, vale a pena compartilhar):

Só para ter certeza se há alguma ação do tipo, fomos até a página da FiberMax para verificar se havia alguma ação parecida para o ano de 2018. Há pouco mais de 20 dias antes do Natal, nada encontramos. Entramos também em contato com a página da marca no Facebook. Veja a resposta:

A campanha Natal de Algodão foi realizada em 2017. Estamos trabalhando para que novas ações tão bacanas como essa sejam realizadas em breve. Qualquer novidade, comunicaremos em nossa página. Continue nos acompanhando por aqui. Abraços!

Falamos, ainda, com a assessoria de imprensa da marca para saber se há planos para que seja lançada alguma campanha do gênero em 2018. Veja a resposta:

A campanha Natal de Algodão foi realizada em 2017. Portanto, ela não tem mais validade para o natal de 2018. Estamos trabalhando para realizar novas ações em breve. Qualquer novidade, comunicaremos em nossa página.

Salvo que uma campanha ainda seja lançada (talvez motivada pelo compartilhamento do post da campanha de 2017), a história que aponta que a campanha Natal de Algodão vai dar agasalhos por causa de compartilhamento de um post no Facebook é falsa. A campanha era de 2017 e a meta de 1000 peças/compartilhamentos já foi atingida.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Natal de Algodão dará uma peça de roupa por compartilhamento de post no Facebook #boato

  • 03/12/2018 em 23:09
    Permalink

    Bem pensado. Pra que perder tempo com algo que não existe?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)