Jonathan Galindo, o “homem Pateta”, é um ser sobrenatural que vai atacar você e a sua família #boato

Boato – Existe um ser sobrenatural chamado Jonathan Galindo, que se identifica como “homem Pateta”. Se você mandar mensagem para ele, algo ruim vai acontecer com você e ele vai atacar você e sua família pelo computador.

Existem algumas histórias que, infelizmente, necessitam de mais de um desmentido. É o caso da história de hoje, que fala sobre um tal de “homem pateta” chamado Jonathan Galindo. Nesta primeira parte, o nosso desmentido é direcionado a crianças e adolescentes (ou pais que queiram aprendem como abordar essas quesões com seus filhos) e trata da “lenda que surgiu na internet”.

Se você, pai ou mãe, está interessado em saber o quão ameaçador é o perfil (como apontam algumas matérias da mídia), aconselho você a ler o nosso segundo desmentido, que vai tratar sobre isso. Dito isso, vamos à história de hoje.

Nos últimos dias, diversos youtubers (alguns até famosos) e perfis em redes sociais estão explorando (provavelmente para ganhar views e likes) uma certa lenda de um cara chamado Jonathan Galindo (homem pateta). A história começou a circular há algumas semanas no México, mas foi “adotada no Brasil”.

De acordo com algumas versões da história, o tal Jonathan Galindo (ou homem pateta) seria um ser sobrenatural que faz com que coisas ruins aconteçam com as pessoas que enviam uma mensagem para ele. Por isso, ele pede “não me mandem mensagem”. Caso a “tal ordem não seja obedecida”, o sujeito começa a enviar “mais fotos assustadoras” e influenciar as pessoas.

Jonathan Galindo, o “homem Pateta”, é um ser sobrenatural que vai atacar você e a sua família?

Se você, por qualquer motivo, se sentiu com medo ou atraído em mandar uma mensagem para o tal “homem pateta” ou acha que, por algum motivo, a história é real (esperamos que você não ache), estamos aqui para falar uma coisa: essa história de “ser sobrenatural” é coisa de youtuber querendo ganhar fama ou de troll que não tem nada para fazer.

Vamos ser bem claros para vocês entenderem, ok? Não existe uma pessoa (ou ser sobrenatural) chamada Jonathan Galindo que ser veste de “Pateta humano”, ela não tem o poder de fazer nada com você (nem ir até sua casa online ou mesmo fisicamente) e todos os perfis que estão surgindo na internet são fakes, provavelmente de pessoas mais medrosas do que vocês. Para que vocês entendam tudo, vamos explicar de onde surgiu as tais fotos.

Sites em espanhol e em português (como, por exemplo, o e-Farsas, que fez um ótimo texto sobre o assunto) vasculharam a internet em busca da origem das imagens. Ela não tem nada a ver com Jonathan Galindo, homem Pateta, Pateta humano ou qualquer ser sobrenatural.

A imagem do Pateta humano é, na realidade, uma criação de um artista norte-americano chamado James Fazzaro, lá de 2012. Inicialmente, a história que envolvia o personagem (que se chamava Larry LeGeuf) não tinha nada de sobrenatural e muito menos de ameaçador. Todos os vídeos e fotos que estão circulando online são de obra de James Fazzaro e “seus amigos”.

Anos depois, alguém resolveu escreveu uma creepypasta (nome chique para história de terror de ficção) sobre o tal Jonathan Galindo. Em paralelo isso, lá por 2016, surgiu um perfil no Facebook com o nome e a foto do “homem Pateta”.

Para falar a verdade, ninguém deu muita bola (alguns youtubers chegaram a falar na história, mas não teve nenhum sucesso). Até que há algumas semanas, um influenciador digital chamado Carlos Name divulgou stories no Instagram com a tal lenda. A partir daí, a história explodiu e um monte de perfis fakes de Jonathan Galindo com a foto do Pateta humano surgiram na internet (inclusive no Brasil).

Contamos toda essa história para que você, rapaz ou moça curiosa tenha em mente as seguintes coisas. 1) Não é preciso ter medo do Jonathan Galindo, Pateta humano ou nada. As fotos não passam de uma criação de um artista que sequer queria criar uma história de terror. 2) Todos os perfis em redes sociais são fakes e alguém que está louco por atenção (é attwhore que fala, né?). 3) Se alguém lhe mandar uma mensagem em nome desse tal Jonathan, ignore. O máximo que essa pessoa tem para lhe oferecer são fotos tiradas anos atrás e xingamentos sem sentido.

Resumindo: se você se sentiu assustado ou fascinado pela história do Jonathan Galindo, estamos aqui para falar para você que tudo não passa de uma brincadeira idiota que não merece atenção. Use o seu tempo na internet para outra coisa mais útil ou, pelo menos, mais legal.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2CZjkqO

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet