Se você tentar sair do jogo Baleia Azul, eles vão atrás da sua família #boato

Boato – Caso você entre no grupo Baleia Azul, você não pode sair. Se você não se matar, os administradores do grupo vão atrás de você e da sua família.

Nós já citamos diversas vezes aqui no Boatos.org que o suicídio é um assunto tão delicado que deveria ser tratado com muito, mas muito cuidado. É justamente isso que não está acontecendo com o chamado desafio da Baleia Azul.

Desde que o assunto chegou ao Brasil, por meio reportagens sensacionalistas da mídia (que entraram no assunto depois que reportagens sensacionalistas foram publicadas nos tabloides britânicos), muita gente na internet tem entrado em histeria coletiva perante o jogo.

Uma das “verdades” mais infelizes que têm brotado sobre o jogo é a tese de que “não é mais possível sair depois que se começa o desafio”. Até um texto na internet tem falado que se você tentar sair as pessoas vão atrás de você. Leia:

*ATENÇÃO* NO FACEBOOK TEM UMA NOVA BRINCADEIRA *BALEIA AZUL* POR FAVOR NÃO BRINQUE, NESSA BRINCADEIRA TEM 50 DESAFIOS NO ÚLTIMO VOCÊ TEM QUE SE MATAR E SE VOCÊ NÃO SE MATAR, VÃO ATRÁS DE VOCÊ,E QUANDO COMEÇAR O JOGO VOCÊ NÃO PODE MAIS SAIR!!!! SE NÃO VÃO ATRÁS DE VOCÊ

ESTÃO USANDO PRA FAZER ESSA COISAS EM PÁGINAS E GRUPOS DO FACEBOOK *SE ENTRA NÃO PODERÁ SAIR MAIS* QUALQUER UM PODE JOGAR CRIANÇA, ADULTO, ADOLESCENTE , POR FAVOR NÃO ENTRE MANDE PARA TODOS SEU FAMILIARES PRA QUE NÃO ACONTEÇA NADA

Se você entrar no jogo Baleia Azul, não pode sair?

Esse tipo de história que acaba aproximando o jogo da Baleia Azul ao folclore (ou a filmes de suspense da década de 90) só ajuda no aumento do fascínio do jogo e, claro, a dar “Ibope” a ele. Mas será mesmo que não é possível sair do desafio da Baleia Azul depois que você entra? A resposta é claro que não. Vamos aos fatos.

Antes de falar sobre esse ponto específico, leia bem a nossa recomendação (que vai estar em letras maiúsculas): NÃO HÁ MOTIVO PARA VOCÊ PARTICIPAR DE UMA ATIVIDADE COMO O JOGO DA BALEIA AZUL. E CASO VOCÊ TENHA COMEÇADO, NÃO HÁ MOTIVOS PARA VOCÊ CONTINUAR O DESAFIO. NINGUÉM VAI TE MATAR.

Vamos fazer uma cronologia para saber de onde saiu essa história de que “não é possível sair do desafio”. Em uma das primeiras reportagens sobre o assunto, uma repórter russa tentou entrar em um grupo como esses e o curador disse que no final do jogo a pessoa morre. A repórter perguntou o que aconteceria se ela desistisse, ele dizia que “sabia tudo sobre ela e ia atrás dela”. A tal ameaça é o único indício que “eles não deixam você sair”.

É muito claro que a ameaça é mais um truque para coagir o participante do jogo. Vamos racionar: uma pessoa que entra em um jogo que vai lhe trazer sofrimento e morte, tem (seja por causa da idade ou doença) um psicológico fraco e, infelizmente, uma tendência a se suicidar. Toda a temática do Baleia Azul (criada por uma mente sádica e reproduzida por pessoas sádicas) só corrobora para que essa tendência se acentue. A ameaça é só um “tempero” para isso. Mas é só racionar um pouco e dá para perceber que é um blefe.

O primeiro ponto que denuncia isso é estatístico. Até o momento, há três casos de suicídio na Rússia (local onde houve a ameaça) que podem ter ligação com o Baleia Azul. Sabe quantos casos de homicídio de pessoas que desistiram do jogo existe? Nenhum, claro. Até os suspeitos de incentivarem os suicídios são adolescentes sem antecedentes criminais. Ou seja, idiotas sádicos eles são. Mas sem coragem de cometer um crime “pessoalmente”.

Mas e sobre “eles saberem que você é e irem atrás de você”. É óbvio que uma pessoa que está conversando com você pela primeira vez não “sabe tudo” sobre a sua vida. O máximo que ela vai saber são informações que você divulga online. E se ela lhe faz uma ameaça como essa, não só você tem o motivo como também tem a prova que ela está lhe ameaçando. E se você não sabe, ameaça é um crime previsto no código penal.

Então vamos falar em uma situação específica: o que você deve fazer caso tenha entrado no jogo (não sei qual seria o motivo para fazer isso) e quer sair, mas se sente acuado por alguma ameaça? Simples: junte todas as informações que você tem da pessoa que lhe ameaçou (seja o número de telefone, nome, perfil em rede social), dê um print na ameaça e faça uma denúncia. Você pode fazer isso em uma delegacia de crimes cibernéticos ou na Safernet. Tenho certeza que a pessoa será encontrada rapidamente e vai pagar pelo o que fez.

Em um dos casos, de Minas Gerais, a mãe do garoto disse que ele sofria pressão para não sair do jogo. Não se sabe se esse foi o gatilho para que ele cometesse suicídio (até porque o jogo só age em pessoas com predisposição a tirar a própria vida), mas é óbvio que ele poderia (e deveria) ter dito não e saído “da brincadeira”.

Então vamos recapitular. 1) Não há motivos para você entrar em um “jogo” que só vai lhe trazer sofrimento (também não há motivos para você induzir outras pessoas a fazer isso). 2) Se você entrou, seja por curiosidade ou vontade, não há porque não sair. 3) Se alguém ameaçar você e a sua família, denuncie. Essa pessoa será devidamente encontrada e presa. E claro, a mídia sensacionalista vai adorar falar com ela.

PS: Esse artigo foi uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 99331 6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)