Funcionária da Nasa alerta sobre Nibiru e suas consequências #boato

Boato – A ex-funcionária da Nasa, Patty L. Brassard, alerta para sobre futuros desastres que aconteceriam no mundo em decorrência da chegada do planeta Nibiru à órbita da Terra.

Toda a teoria da conspiração que gira em torno de um possível fim do mundo alcançou o ápice no ano de 2012. O assunto dominou muitos debates no ano passado, mas esfriou após “o mundo não acabar” no dia 21 de dezembro. Porém, em 2013 o tema voltou a aparecer timidamente de algumas formas.

Uma delas foi por meio de uma entrevista de uma mulher chamada Pattie L. Brassard a uma rádio chamada Veritas. Pattie se diz ex-funcionária da Nasa e na entrevista alerta a população sobre as consequências que a chegada do planeta Nibiru poderia causar à vida na Terra.

A entrevista rendeu alguns textos, inclusive este (que pode ser lido aqui) que aponta uma lista de catástrofes que aconteceriam na Terra. Como o texto é gigantesco, vamos tentar resumir.

Primeiramente, Pattie fala que o terremoto que ocorreu em Fukushima no ano de 2011 foi ocasionado pelo alinhamento do “segundo sol” (que seria o planeta Nibiru). Este novo sol poderia ser visto por todos antes do fim de 2013. Além disso, um evento em Seatle (EUA) semelhante estaria para acontecer.

O texto continua explicando que ela teve acesso às informações por trabalhar na Nasa. Isso também explicaria o maior número de telescópios e eventos com meteoritos recentemente. Pattie também fala que a chegada de Nibiru viria com mais 7 planetas na órbita. Um deles seria quatro vezes maior do que Júpiter.

A chegada de Nibiru acabaria por influenciar na rotação da Terra e outras consequências como terremotos, aumento do mar e muita radiação. Ela afirma que tudo está sendo escondido para apenas “uma elite” ser beneficiada. Um refúgio subterrâneo já estaria sendo construído para o fim que se aproximaria. De acordo com ela, o momento de pior crise seria em novembro.

Realmente, um depoimento como esse é para deixar qualquer um preocupado. Porém, não precisa ficar em pânico porque há alguns fatos que derrubam a teoria catastrófica da Sra. Brassard. A primeira delas está sendo respondida pelo próprio tempo. Novembro já está chegando e nenhum dos sinais que ela falou apareceu.

Não aconteceu nenhum grande terremoto em Seatle. Esta página mostra que o terremoto mais forte que aconteceu na região foi há 3 meses e foi de 3 pontos na escala Ritcher (considerado fraco). Esta matéria do UOL aponta que a frequência de meteoritos não é maior em 2013 do que em outros anos. Também não há nenhuma fonte fiável que relacione Nibiru ao terremoto de Sendai em 2011.

Aliás, não há nem evidências que o tal planeta exista. Essa outra matéria do UOL dá cinco motivos de porque Nibiru não existe. Um deles é que é impossível não ver um planeta tão próximo como alertam. A matéria ainda diz que o planeta em que atribuem Nibiru por muitas vezes são outros corpos celestes como, por exemplo, V838 Monocerotis.

A própria Nasa tratou de desmentir quaisquer boatos em relação à Nibiru. Ela atribuiu tudo a um hoax de internet. A própria Nasa falou que, se o planeta existisse, já teria sido detectada.

Por fim, será que Pattie era funcionária da Nasa? De acordo com esta página, não. Ela inclusive acusa a tal Rádio Veritas de sensacionalismo para vender assinaturas no site para ter acesso ao conteúdo (que custa 56 dólares). Para a Zeta Talk, todo o perfil de Pattie é forjado.

Tentamos pesquisar sobre a tal Pattie Brassard e realmente não achamos nenhum registro anterior na entrevista. Se ela fosse alguém que tivesse acesso a tantas informações confidenciais da Nasa deveria ter um pouco mais autoridade ao ponto de pelo menos aparecer na internet.

Com todos esses indícios, chegamos à conclusão de que a história de Nibiru nada mais é do que um hoax na internet.

Leia na íntegra o texto que fala sobre o planeta Nibiru

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet