Facebook bloqueou vídeo do Mandetta e apagou perfil oficial de Sérgio Moro #boato

Boato – O Facebook censurou um vídeo do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta sobre a quarentena do novo coronavírus e apagou o perfil oficial de Sérgio Moro, ministro da Justiça, na rede social.

Nos últimos tempos, algumas redes sociais resolveram “se mexer” em relação à desinformação que circula na internet por parte de autoridades (aliás, temos um manifesto sobre o assunto aqui). Postagens do presidente Bolsonaro e do deputado Osmar Terra sofreram sanções do Twitter, por exemplo.

Em meio a esse quadro, tem muita gente “se revoltando”. Algumas das últimas manifestações apontam para uma “censura generalizada” por parte do Facebook. Um texto aponta que um vídeo do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta foi censurado da rede social. A publicação, que foi colocada no Youtube de um canal “daqueles”, diz o seguinte: “Censura : Facebook Bloqueou este video do Ministro Mandetta Compartilhem”.

Outra publicação aponta que o perfil oficial do ministro da Justiça Sérgio Moro também foi censurado da rede social. A informação está circulando por meio de um print que diz o seguinte: “O Facebook tirou a página do nosso querido ministro Sr. Sérgio Moro do ar. Vamos mostrar que ele não está sozinho”. Outra versão diz o seguinte: “Facebook bloqueia Sérgio Moro, vamos bloquear o Facebook”.

Facebook bloqueou vídeo do Mandetta e apagou perfil oficial de Sérgio Moro?

As mensagens se espalharam com muita força na internet. Mas será mesmo que o Facebook bloqueou vídeo do Mandetta e apagou perfil oficial de Sérgio Moro? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Antes de falar sobre cada caso, vamos a apontamentos gerais. Os dois textos em questão têm características intrínsecas em boatos online: são vagas, alarmistas, com erros de português e não citam fontes confiáveis. Além disso, ao buscar sobre qualquer tipo de sanção a Mandetta ou Moro, nada encontramos.

No caso do vídeo do ministro Mandetta, vimos que o conteúdo (que não será exibido aqui) é uma montagem grotesca de diversas falas dele durante coletivas. O vídeo foi construído para dar a impressão de que o ministro da Saúde é contra o isolamento social. Ele não é (como vocês podem ver aqui).

Quanto à questão do “Facebook”, é falso que o vídeo foi censurado. A prova disso está neste link. É possível ver o vídeo (mesmo sendo com informações distorcidas) publicado dezenas de vezes no Facebook.

Agora, vamos ao caso “Moro”. Essa informação de que o Facebook deletou o perfil do ministro não é nova. Em 2019, a Agência Lupa desmentiu a informação. Na ocasião, a assessoria do ministro da Justiça afirmou que ele não possui perfil oficial na rede social. Em 2020, a situação continua a mesma. Moro mantém apenas o perfil no Twitter.

Resumindo: a história que aponta que o Facebook bloqueou o vídeo do ministro Luiz Henrique Mandetta e apagou o perfil do ministro Sérgio moro é falsa. Não passa de mais uma informação falsa que circula na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)