Facebook anuncia compra do Telegram por US$ 24,5 bilhões #boato

Boato – Acabou a guerra entre empresas: o Facebook acabou de anunciar a compra do Telegram por US$ 24,5 bilhões.

A atualização dos termos de uso do WhatsApp (que gerou até um boato aqui) fez com que muitas pessoas migrassem para outros aplicativos como o Signal e o Telegram. Em meio a isso uma “notícia” começou a circular em redes sociais.

De acordo com um link que se espalhou no Twitter, Facebook e, claro, WhatsApp, o Facebook teria anunciado a compra do Telegram pelo preço de US$ 24,5 bilhões. O texto que vimos está em espanhol e viralizou também aqui no Brasil. Leia a mensagem que circula online (traduzida automaticamente):

Fim da guerra: Facebook anuncia compra do Telegram por US $ 24,5 bilhões Apesar de ser uma operação anunciada há oito meses, a aquisição definitiva do Telegram pelo Facebook não foi encerrada até hoje, depois de ambas as empresas terem esclarecido as dúvidas que a compra apresentava em termos de privacidade e garantia da concorrência. […]

Após o endosso da Comissão Europeia na última sexta-feira, o Facebook apressou-se em finalizar a compra na segunda-feira, e adquiriu o serviço de mensagem móvel mais popular do mundo (o Telegram tem atualmente 200 milhões de usuários) por 24.500 milhões de dólares .

O valor final foi de 24.500 milhões, quase 3.000 a mais do que o anunciado em fevereiro, porque mais da metade do dinheiro foi pago em ações do Facebook, que até agora este ano se valorizaram no mercado eletrônico Nasdaq a 42 […]

Facebook anunciou compra do Telegram por US$ 24,5 bilhões?

O que não faltaram foram pessoas compartilhando a informação (e tantas outras preocupadas com a privacidade no Telegram). Porém, não é verdade que o Facebook anunciou a tal compra do Telegram (nem por 24,5 bilhões de dólares tampouco com outros valores).

Quando nos deparamos com a mensagem em questão, fizemos o elementar: buscamos por referências em relação ao assunto (afinal, uma notícia como essa seria manchete em muitos sites de tecnologia e destaques em outros portais). Como era de se imaginar, nada encontramos a respeito.

Ao verificar mais informações a respeito do assunto, descobrimos o que ocorreu. Na realidade, o site que hospeda a notícia é um “site colaborativo de notícias falsas”. Já desmentimos diversos boatos com esse tipo de fonte por aqui.

Mais uma busca e descobrimos que o texto em questão é uma modificação deste site mexicano de notícias. A matéria original apontava para a compra do WhatsApp por parte do Facebook em 2014 por US$ 21,8 milhões (e não US$ 24,5 bilhões).

Resumindo: a história que aponta que o Facebook comprou o Telegram por US$ 24,5 bilhões é falsa. Além de a história estar em um site de notícias falsas, ela é muito similar a uma notícia que não tem nada a ver com o Telegram.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

– Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
– Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
– Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
– Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
– Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2YViiVK
– Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
– Siga-nos no TikTok http://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet