Bebê está morrendo de câncer e mãe pede que você compartilhe foto com cinco grupos no Facebook #boato

Boato – Mãe pede que você compartilhe a foto do “bebê que está morrendo de câncer” em cinco grupos no Facebook para termos mais orações. Se você não compartilhar, não tem coração.

Houve um tempo em que mensagens acompanhadas de fotos de crianças pedindo compartilhamento faziam sucesso em redes sociais. Nem nos “tempos áureos” desse tipo de fake encontramos um post tão apelativo como o de hoje.

De acordo com um texto que está viralizando no Facebook, uma mãe que tem um filho com câncer pediu para que você compartilhe a foto da criança doente em cinco grupos na rede social. Mais do que isso: explicou que isso seria para obtermos “mais orações” e que só os “sem coração” iriam ignorar.

Meu bebê está morrendo de câncer, não estou pedindo nada além de suas orações, por favor, ajude a compartilhar com 5 grupos no Facebook para que possamos obter mais orações. Só os sem coração irão ignorar sem compartilhar

Bebê está morrendo de câncer e mãe pede que você compartilhe foto com cinco grupos no Facebook?

Com um pedido como esse, é claro que a mensagem iria circular com tudo por aí. Uma das versões teve mais de 40 mil compartilhamentos em três dias. Outra teve 1,5 mil compartilhamentos. Lamentável que tantas ações com boas intenções não passam de uma colaboração com uma fake news.

Já falamos muitas vezes (inclusive em vídeo, como você pode ver abaixo) que você não deve compartilhar essas imagens de crianças doentes. Além de elas não ganharem nada com isso, há uma exposição desnecessária de crianças (o que, no Brasil, inclusive, fere o Estatuto da Criança e do Adolescente).

Além disso, a mensagem tem zero caráter informativo: a mensagem não diz quem é a mãe, quem é a criança, a situação dela, a data em que a imagem foi feita ou mesmo a situação da família. Além de ser vaga, a mensagem tem outras características de fake news como ser alarmista, pedir (muito) compartilhamento e não citar fontes confiáveis.

Ao buscar por mais informações da imagem, descobrimos que a mãe em questão não só não pediu que a imagem fosse compartilhada como também (como mostram essas matérias: aqui e aqui) pediu que parassem de compartilhar a foto do filho dela.

Não atendendo o pedido dela, encontramos a mesma foto em publicações de língua inglesa, espanhola e árabe. A fórmula da postagem, em todos os casos, era a mesma: alguém pegava a foto sem saber de onde era, compartilhava com uma mensagem apelativa e só saía contabilizando os likes por aí.

Resumindo: a história que aponta que uma mãe está pedindo que você compartilhe a foto do filho doente dela é falsa. Se você quer ajudar, o melhor que pode fazer é denunciar esse tipo de postagem no Facebook.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)