Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Vídeo mostra cirurgia de pedra nos rins e faz alerta sobre refrigerante #boato

Vídeo mostra cirurgia de pedra nos rins e faz alerta sobre refrigerante #boato

Boato – Vídeo de cirurgia mostra cirurgia de pedra nos rins de uma pessoa, causadas pela ingestão de muito refrigerante.

Vivemos em uma sociedade muito preocupada com o próprio bem-estar. Academias, cirurgias, dietas guiam grande parcela da população rumo a padrões de beleza, mas também muitos desses hábitos têm como objetivo central a saúde.

É preciso reconhecer que assim como muita gente adquire hábitos por beleza (ou saúde), também há muitas pessoas com costumes cotidianos completamente prejudiciais. A alimentação humana é cada dia mais prejudicial à saúde e isso abre espaço para os mais variados conselhos de ‘não pode, por que faz mal’.

Entre as várias dessas correntes, um vídeo com mais de 5 mil compartilhamentos no Facebook mostra, sem cortes, o que parece ser uma cirurgia de retirada de pedra dos rins. A legenda que acompanha as imagens avisa – ‘beber muito refrigerante dá pedra nos rins’ – e pronto. A ‘dica’ mais as imagens de pedras realmente muito grandes sendo retiradas são suficientes para que muita gente impressionada declare o refrigerante culpado.

Ponto 1 – Vídeo era de pedra nos rins de uma pessoa?

Vídeo: é falso que Lula parou doações em Lajeado e Encantado destruiu donativos

Porém, nem tudo que parece é. Nos próprios comentários do vídeo, uma veterinária confirma que não se trata de um rim, mas sim de uma vesícula urinária – uma bexiga. Depois, as imagens mostradas não são de uma cirurgia realizada em humanos, dado o tamanho das pedras trata-se provavelmente de um cachorro. É só clicar no link e ver dezenas de cirurgias semelhantes de cães (aviso: é preciso ter estômago para assistir).

Se você perceber na filmagem, o homem que está fazendo a cirurgia fala “bladder” (bexiga). E mais, atualmente existem vários procedimentos para tratar cálculos renais, o menos utilizado é a cirurgia convencional como se mostra no vídeo. Normalmente, as cirurgias de pedra nos rins são feitas com laser e são bem menos invasivas do que a mostrada acima.

Ponto 2 – Refrigerante causa pedra nos rins?

Partimos então para a segunda questão, o refrigerante. Não há um consenso sobre a real atuação do refrigerante nos casos de pedras nos rins. Alguns estudos realizados identificaram que o ‘o consumo de refrigerante está ligado ao grande risco de formação de pedras de rim’. No entanto, também há estudos que indicam que o refrigerante sozinho não causa esse problema, mas sim a dieta não balanceada que as pessoas têm:

Um estudo com 45.289 homens analisou a ingestão de 21 tipos diferentes de bebidas e o desenvolvimento de pedras ao longo de seis anos. Os autores descobriram que a ingestão de cola [refrigerante] de fato aumentava o risco de ter pedras, mas que isso parecia ser porque os indivíduos com alto nível de ingestão de cola também tinham outros fatores dietéticos que aumentavam o risco. Eles concluíram que se a dieta da pessoa se mantiver a mesma, a adição de cola não aumentaria o risco de ter pedras (Curhan et al, Am Journal Epid, 1996).

Entre os motivos mais conhecidos do cálculo renal estão a pouca ingestão de água, grande quantidade de fosfatos, cálcio e distúrbios de ácido úrico, por exemplo. Os sintomas variam de febre e vômito, a dores intensas, vontade de urinar repetidamente em poucos períodos de tempo e até urina com sangue.

Sabemos pelos conselhos incansáveis de médicos, nutricionistas, papais, mamães e avós que tudo em excesso faz mal. Com o refrigerante, não é diferente. Portanto, ser sensato é o segredo – para a saúde e para não compartilhar bobeira na internet.

Ps: Esse artigo foi uma sugestão das leitoras Daniela Riegel, Júlia Klitzke e Isa Guimarães. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.