Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Vacinas não estão envenenadas e nem saíram de Genebra para causar um democídio

Vacinas não estão envenenadas e nem saíram de Genebra para causar um democídio

Vacinas que vêm de Genebra estão envenenadas para causar democídio, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – Vacinas envenenadas da WEF, que estão saindo de Genebra, vão fazer um democídio mundial.

Análise

O fim da emergência de saúde pública para a Covid-19 foi decretado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no dia 5 de maio de 2023. E tudo isso aconteceu, principalmente, graças à ampla vacinação contra a doença.

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, as vacinas não seriam tão seguras assim. Segundo uma publicação, vacinas envenenadas da WEF estariam saindo de Genebra para causar um democídio mundial. Confira:

Versão 1: “Genebra está linda. É bonito. Tem um lago. Tem o Jet d’Eau. É muito tranquilo. Mas tem um lado negro nisso. Tudo o que há de mal no mundo relacionado com o democídio infelizmente vem de Genebra. Você tem a OMS em Genebra. Você tem GAVI.

Vídeo: não é verdade que borra de café seja a melhor solução mosquito da dengue

Depois temos o WEF, o Fórum Econômico Mundial, do qual o meu pai foi cofundador e que abandonou Klaus Schwab por desgosto no início dos anos 80, que tem imunidade diplomática. Eu, como cidadão suíço, declaro aqui e agora que o FEM não é mais elegível para imunidade diplomática. Apelo às autoridades e segurança suíças para que prendam imediatamente essas pessoas. Por que?

O FEM, a OMS, a Gavi, a Big Pharma, a Big Tech e Bill Gates defenderam uma injeção global na humanidade através de uma arma biológica que injeta nanolípidos em 5,7 mil milhões de pessoas. E nós, suíços, estamos hospedando-os? Isso é terrível. Não podemos tolerar que qualquer entidade que promova a injeção de veneno na humanidade. Mas nós conseguimos. Eu sou a vítima, estou morrendo por causa disso. E minha mãe também. É um democídio e você será julgado. Será corrigido. Em nome da humanidade”.

Versão 2: “Filho cofundador WEF Pascal Najadi apela prisão membros do WEF citando cumplicidade na injeção da arma biológica em 5,7milhões pessoas da qual ele e sua mãe estão morrendo. Um democídio e vocês serão julgados corrigido em nome da humanidade. WRF se denunciando de dentro para fora!”. Versão 3: “observe que o democídio mundial foi proposital, o local de onde saiu tudo isso tem endereço certo: GENEBRA – SUÍÇA”.

A história ganhou destaques nas redes sociais, em especial, no X (antigo Twitter) e agitou grupos antivacina. Apesar disso, a história apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto.

A partir disso, resolvemos investigar um pouco mais e vamos te responder se essa história é confiável ou não: 1) O que é democídio, termo citado no vídeo sobre vacinas? 2) As vacinas vêm de Genebra, estão envenenadas e fazem parte de um democídio? 3) A pandemia foi uma armação da OMS, Bill Gates, globalistas e “big pharma”?

Checagem

O que é democídio, termo citado no vídeo sobre vacinas?

O termo define um assassinato intencional por parte de agentes do governo, usando de sua autoridade e a partir de sua política governamental ou do alto comando. Ou seja, o termo serve para descrever mortes de pessoas ocasionados por governos mundiais que não são abrangidas pelo termo genocídio.

As vacinas vêm de Genebra, estão envenenadas e fazem parte de um democídio?

Não. Essa história de que as vacinas estão sendo envenenadas antes de serem aplicadas nas pessoas é completamente falsa. Essa narrativa surgiu e segue sendo compartilhada por grupos antivacina que se baseiam em teorias da conspiração e fake news. Além disso, essa história já foi desmentida pela página “15 min”, da Lituânia.

De acordo com o portal de notícias, essa história se baseia em teorias da conspiração que já foram desmentidas desde o início da pandemia da Covid-19. Além disso, o portal ainda destacou o processo de aprovação de uma vacina e todos os estudos aos quais elas são submetidas para provarem sua eficácia e segurança.

A pandemia foi uma armação da OMS, Bill Gates, globalistas e “big pharma”?

Definitivamente não. De acordo os estudos mais recentes sobre o caso, a Covid-19 surgiu em um mercado de peixes, em Wuhan, na China. De acordo com os cientistas, duas variantes da Covid-19 surgiram no mercado por meio de animais selvagens vivos, vendidos em barracas no local para consumo ou pela sua pele.

Ainda segundo os achados, os especialistas afirmam que o contágio começou no mercado e foi se espalhando lentamente pelos bairros próximos ao local, até atingir a cidade e se espalhar pelo restante do mundo. Dessa forma, o vírus surgiu de maneira natural e não teria como ser orquestrado pela OMS, Bill Gates, globalistas ou pela “big pharma”. Esse discurso também é adotado por grupos antivacina que só querem causar pânico e medo.

Conclusão

Fake news ❌

Vacinas não estão saindo de Genebra e nem sendo envenenadas para causar democídio. Essa história surgiu a partir de grupos antivacina que se baseiam em teorias da conspiração e fake news para causar pânico e medo na população, tentando descredibilizar as vacinas.

A verdade é que não existem vacinas envenenadas, pois todas elas passam por estudos e análises rigorosas até serem aprovadas. Além disso, as vacinas da Covid-19 não vêm de Genebra. Por fim, essa história de democídio é só mais um discurso antivacina, raso e mentiroso para que as pessoas não tomem os imunizantes necessários.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).