Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Não existem evidência científicas de que própolis e vitaminas C e D podem curar a dengue

Não existem evidência científicas de que própolis e vitaminas C e D podem curar a dengue

Própolis e vitaminas C e D curam a dengue, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – Consumir própolis e vitaminas C e D pode ser a salvação contra a dengue, curando a doença

Análise

O Brasil enfrenta um dos piores surtos de dengue de toda a história e 2024 pode se tornar o ano com o maior número de casos já registrados no país. Com isso, muitas pessoas estão buscando formas de se proteger e soluções depois de se contaminarem.

E de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, a cura da dengue teria sido descoberta e pode ser mais simples do que você imagina. Segundo uma publicação, um protocolo com própolis e vitaminas C e D pode curar a dengue. Confira:

Versão 1: “Própolis 50 gotas durante 1 semana, 1x ao dia; Vit D 500mil Unidades, 1x ao dia por 3dias; Vit C 500mg ; Broncho-Vaxon para ativar o sistema imunológico. Receitinha que acabei de aprender para melhorar sintomas da Dengue”. Versão 2: “Protocolo tratamento eficaz para DENGUE: Própolis Verde, Vitamina D, Vitamina C e Broncho-Vaxon”. Versão 3: “Protocolo para melhorar rápida do DENGUE”.

Vídeo: é falso que médico favorável a Ivermectina ganhou prêmio de Melhor Cientista do mundo

A história, rapidamente, viralizou nas redes sociais, em especial, no YouTube, no Facebook e no X (antigo Twitter). Apesar disso, a história apresenta alguns detalhes que causam desconfiança, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis. Todas essas são características de fake news na internet.

A partir daí, investigamos um pouco mais essa história e vamos te contar se vale a pena acreditar nessa narrativa ou não: 1) Própolis e vitaminas curam a dengue? 2) Qual é o protocolo para quem pegou dengue? 3) Tomar própolis e vitaminas enquanto estiver infectado vai prejudicar você?

Checagem

Própolis e vitaminas curam a dengue?

Não existem evidências científicas disso. Se isso não bastasse, as autoridades e os especialistas no assunto não costumam indicar esse tipo de tratamento. A dengue se desenvolve a partir de um vírus, que é transmitido por meio do mosquito Aedes aegypti. Não existe um medicamento específico para tratar a dengue. Por conta disso, os médicos tratam apenas os sintomas da doença até que o ciclo do vírus acabe.

Qual é o protocolo para quem pegou dengue?

O protocolo padrão inclui tratar os sintomas (como a dor de cabeça, dor no corpo, diarreia e o vômito), se manter hidratado e em repouso durante todo o tratamento e fazer o monitoramento (caso haja piora dos sintomas, mesmo em tratamento, é preciso retornar ao hospital para receber novas orientações). Em nenhum protocolo nacional ou internacional consta o uso de suplementação com vitaminas ou própolis. Aliás, quando uma pessoa apresenta um quadro de dengue, é importante não se automedicar. Alguns medicamentos podem aumentar as chances da pessoa infectada desenvolver um quadro hemorrágico da dengue.

A dengue possui 4 sorotipos. Uma vez que você contrai a doença e se recupera, adquire imunidade vitalícia ao sorotipo com o qual se contaminou. Geralmente, a doença costuma evoluir bem e sem complicações até a eliminação do vírus. Porém, dependendo do caso, é necessária a internação para um cuidado mais intensivo devido à gravidade da doença.

Tomar própolis e vitaminas enquanto estiver infectado vai prejudicar você?

Como ressaltamos anteriormente, se automedicar durante um quadro de dengue é totalmente contraindicado. Alguns medicamentos podem aumentar as chances da pessoa infectada desenvolver um quadro de dengue hemorrágica, que é a forma mais grave da doença. Nesse sentido, anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) e corticoides não são recomendados. Fazer o tratamento convencional, bebendo bastante água e repousando, costuma ser o suficiente para a maioria dos casos.

Não encontramos nenhuma contraindicação ao própolis e às vitaminas C e D. Porém, é melhor não arriscar. Além disso, é importante destacar que o uso indiscriminado de vitaminas e substâncias naturais também podem acarretar problemas de saúde. Consumir própolis de forma contínua e em grandes quantidades pode levar a quadros de intoxicação do fígado. Já o uso de vitamina C em excesso pode desencadear vômitos, diarreias e interferir no equilíbrio da atividade antioxidante do organismo. Por fim, usar vitamina D em excesso pode levar ao aumento do nível de cálcio no sangue, acarretando casos de insuficiência renal aguda.

Conclusão

Boato sem comprovação 👎

Não existem evidências científicas de que usar própolis e vitaminas C e D curem a dengue. Essa história já vem se arrastando desde a época a Covid-19 e até agora não existem provas de que as substâncias possam, de fato, ajudar. A dengue é uma doença viral e o tratamento é voltado para o cuidado dos sintomas até que o ciclo do vírus acabe. Em geral, as pessoas costumam responder bem ao uso de remédios para dor, à hidratação e ao repouso. Algumas pessoas podem apresentar casos mais graves da doença e, nessas situações, precisam ser hospitalizadas. Por fim, usar produtos de forma indiscriminada, mesmo que naturais, pode trazer problemas sérios de saúde. E no caso da dengue, alguns medicamentos estão contraindicados, porque podem aumentar as chances da pessoa desenvolver um quadro de dengue hemorrágica, o tipo mais grave da doença. Ou seja, todo cuidado é pouco!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).