Plástico bolha pode transmitir coronavírus porque o ar vem da China #boato

Boato – Cuidado para não estourar o plástico bolha de produtos vindos da China. O ar que está nele vem da China e pode transmitir o novo coronavírus.

Como temos feito quase todos os dias nos últimos tempos, cá estamos para desmentir mais uma informação falsa sobre o novo coronavírus. A história que vamos apreciar hoje fala de mais um suposto “risco para a sociedade”.

De acordo com mensagens que circularam em redes sociais e WhatsApp, o mais novo risco pode estar em estourar o plástico bolha de produtos importados da China. A explicação seria, de acordo com as mensagens, que o “ar que está dentro do plástico” seria da China e poderia estar infectado com o coronavírus. Leia algumas das versões da mensagem que circula online:

Versão 1: *Conselho de amigo* Antes de estourar plástico bolha, lembre-se que o ar vem da China. Versão 2: Antes de estourar plástico bolha, lembre-se que o ar vem da China. Pode importar o “coronavirus”.

Plástico bolha pode transmitir coronavírus porque o ar vem da China?

De fato, a informação que circula na mensagem é curiosa. Mas será mesmo que a informação que aponta que estourar plástico bolha pode causar riscos de contaminação com o coronavírus é real? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Ao nos deparar com a mensagem, ficamos um pouco desconfiados. Apesar de a tese do “ar vir da China” ser plausível (a não ser que plástico bolha tenha sido produzido em outro país), a mensagem em si tem algumas características de boatos online como ser alarmista, com erros de português e sem citação de fontes confiáveis.

Por isso (e pelo vasto histórico de fake news sobre o coronavírus), já ficamos desconfiados. As desconfianças aumentaram quando procuramos pelo assunto. Além de não encontrarmos nenhum relato de pessoas infectadas com plástico bolha (com certeza viraria notícia), encontramos comunicados como esse da OMS que aponta que o novo coronavírus não pode ser passado por (produtos enviados pelos correios). Dá uma olhada no que foi dito pela OMS:

É seguro receber uma carta ou um pacote da China? Sim, é seguro. As pessoas que recebem pacotes da China não correm o risco de contrair o novo coronavírus. De análises anteriores, sabemos que os coronavírus não sobrevivem por muito tempo em objetos, como cartas ou pacotes.

Como não encontramos nada a respeito do produto específico “plástico bolha”, resolvemos consultar o posicionamento do Ministério da Saúde em relação ao assunto. Após consulta com técnicos, a resposta foi a seguinte:

O Ministério da Saúde afirma que não há nenhuma evidência que produtos enviados da China para o Brasil tragam o novo coronavírus. Argumenta ainda que vírus geralmente não sobrevivem muito tempo fora do corpo de outros seres vivos, e o tempo de tráfego destes produtos costuma ser de muitos dias. O vírus só é transmitido entre humanos e não sobrevive mais de 24 horas fora do organismo humano ou de algum animal

Resumindo: se você receber um produto enrolado no plástico bolha, não precisa se preocupar. Como o coronavírus não sobrevive mais de 24 horas fora do organismo, o risco de se infectar com o plástico bolha é, de acordo com autoridades em saúde, zero.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2UyyDRF

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)