Plandemic revela verdade sobre falsa pandemia da Covid-19 e máfia das vacinas #boato

Boato – Documentário Plandemic, uma entrevista com a Dra. Judy Mikovits, revela a verdade de que a pandemia da Covid-19 é falsa e que vírus foi manipulado por pesquisadores ligados à máfia das vacinas. 

Quando a pandemia da Covid-19 atingiu dados alarmantes na China e se espalhou de forma preocupante no resto do mundo, já esperávamos que teorias da conspiração começassem a circular na internet.

O que ninguém esperava, dada a gravidade da situação, foi que a ciência passasse a ser desacreditada e movimentos anti-científicos ganhassem espaço em um momento tão delicado. Mas, infelizmente, foi exatamente o que ocorreu.

Na história de hoje, por exemplo, vamos (mais uma vez) esclarecer sobre informações falsas que poderiam ser facilmente checadas em sites especializados em ciência ou em divulgação científica. De acordo com a história que tem sido compartilhada diversas vezes nas redes sociais, o polêmico documentário Plandemic, baseado em supostos estudos científicos da Dra. Judy Mikovits, mostraria a “verdade” sobre a “falsa pandemia” da Covid-19. Segundo a publicação, tudo não passaria de uma “fraude monstruosa” da indústria farmacêutica da vacina. Confira:

Versão 1: “A VERDADE sobre a FALSA “pandemia” de coronavírus. Documentário de extraordinária importância com a Dra. Judy Mikovits. IMPERDÍVEL!”. Versão 2: “O que está por trás da pandemia? Assista se for capaz… Documentário de extraordinária importância com a Dra. Judy Mikovits, contando a VERDADE sobre a fraude monstruosa das vacinas, e ainda sobre a “pandemia” de coronavírus. IMPERDÍVEL! Este documentário já foi deletado no Youtube, Vimeo e Facebook. Não querem que o povo saiba da verdade… Legendado em português”.

Plandemic revelou verdade sobre falsa pandemia da Covid-19 e máfia das vacinas?

É claro que, na atual situação (com muita gente querendo sair da quarentena), a história ganhou força e viralizou nas redes sociais. Mas será que essa história de que o documentário Plandemic (que não iremos exibir aqui no site) teria mostrado a verdade sobre a falsa pandemia da Covid-19 e a máfia das vacinas é real? A resposta é não!

Vamos aos detalhes! Eu juro para vocês: evitamos, ao máximo, falar sobre esse documentário. Primeiramente, porque ele toca em assuntos já desmentidos (tanto aqui no Boatos.org quanto em outros serviços de fact-checking). Segundo, porque o material segue uma linha anti-científica absurda.

Depois de assistir pouco mais de 26 minutos de insanidade pura (!!!) e ler as publicações que acompanham o material, trago aqui os detalhes que colocam toda a história de hoje em xeque.

Para começo de história, o documentário Plandemic, por si só, não tem a pretensão de “apontar para a verdade sobre a Covid-19”. Ao longo do vídeo, é possível ver que a entrevistada, a Dra. Judy Mikovits, vai pontuando sobre sua suposta perseguição dentro da comunidade científica e sobre como seus achados poderiam ter relação com a Covid-19.

Vale destacar que, em um momento onde a pandemia está fora de controle em grande parte do mundo e o conhecimento acerca do funcionamento do vírus e da doença está em construção, uma pessoa se impor como detentora da verdade é, no mínimo, estranho.

Pois bem, de acordo com o site de jornalismo científico Science Mag, o currículo da virologista Judy Mikovits é extenso e bastante controverso. Em 1991, ela se tornou doutora em Bioquímica e Biologia Molecular pela Universidade George Washington. Em 2009, ela começou a trabalhar como diretora de pesquisa em um centro de pesquisa privada, em Nevada (EUA). Naquele ano, ela ajudou a desenvolver testes que resultaram em um artigo científico que, posteriormente, foi publicado pela revista Science (uma das mais respeitadas publicações na área científica) e vencedor de um prêmio da Sociedade Americana de Microbiologia.

Porém, o estudo que indicava que o vírus da leucemia murina xenotrópica (XMRV) causasse a síndrome da fadiga crônica (SFC) acabou sendo contestado, incansavelmente, por dois anos seguidos, até a publicação ser retirada do ar. Pesquisadores descobriram que o processo empregado no desenvolvimento da pesquisa não podia ser replicado (uma premissa básica para toda pesquisa científica). Além disso, eles também identificaram que o tal vírus foi criado acidentalmente em laboratório durante experimentos com ratos e sequer contaminou um humano (o que derrubaria a tese de que ele fosse o responsável pela SFC).

A revista Science enviou um aviso de retratação aos pesquisadores do estudo. Mikovits foi co-autora da pesquisa, mas se negou a assinar o documento. Ao invés disso, incentivou uma pesquisa milionária, desenvolvida pela Universidade de Columbia (sob orientação do professor Dr. Ian Lipkin) e financiada pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA. Em 2012, os pesquisadores concluíram que o vírus não foi encontrado nos 300 portadores de SFC analisados. Logo, não existiriam evidências de que o vírus pudesse ser um patógeno humano.

Como se isso não bastasse, a Dra. Judy Mikovits foi forçada a se afastar de seu trabalho. Posteriormente, após pegar cadernos e computadores para realizar cópias de seu trabalho (e contribuir com o trabalho de Lipkin), ela acabou acusada de roubo de informações pelo próprio centro de pesquisa e presa. Desde então, ela tem criticado o trabalho realizado pelo Dr. Ian Lipkin, promovido a hipótese do XMRV e distribuído teorias da conspiração sobre causas e tratamentos do autismo. Mikovits não publica nada na literatura científica desde 2012. Porém, em 2020, ela assinou como co-autora o livro ‘Praga da Corrupção: reconstruindo a fé na promessa da Ciência’.

Pois bem, se tudo isso não fosse suficiente para questionar o que é dito no vídeo, diversos sites de fact-checking ao redor do mundo já realizaram a checagem do material. O site Republic World destacou que, apesar de Mikovits afirmar no vídeo que não defende uma agenda anti-vacina, suas atitudes dizem o contrário. Segundo o site, muitos dos trabalhos de Mikovits têm co-autoria ou estão relacionados a pessoas do movimento anti-vacina. O próprio livro lançado em 2020 foi publicado por uma editora que possui uma agenda extensa anti-vacina e tem participação de pessoas que apoiam o movimento.

O site também chama a atenção para algumas afirmações, sem embasamento científico, feitas pela Dra. Mikovits, como a relação da vacina contra a gripe com a Covid-19 e um sistema imunológico forte ser suficiente para combater a doença.

Já o site Buzz Feed News explicou que o vídeo tem circulado desde abril e o material tem sido compartilhado, especialmente, por grupos anti-vacina, pessoas que acreditam que o novo coronavírus pode ser disseminado pelas torres de celulares e que apoiam a reabertura do comércio.

O Washington Post também apontou para os equívocos. De acordo com o site, Mikovits indicou, falsamente, que pessoas ricas estariam espalhando o novo coronavírus para lucrar com as vacinas e que usar máscara é prejudicial.

Por fim, o site News Channel 5 ressaltou que a substância Suramina não está sendo retirada do mercado pelas grandes farmacêuticas, como indica a Dra. Mikovits. Além disso, apesar dos bons resultados em uma pesquisa que relaciona a substância com a doença, ainda é muito cedo para se falar em uma cura e até mesmo que o medicamento é eficaz contra o autismo.

Em resumo: a história que diz que o documentário Plandemic mostra a verdade sobre a falsa pandemia da Covid-19 e a máfia das vacinas é falsa! A mulher que fala no vídeo é a Dra. Judy Mikovits. Sua última publicação em literatura científica foi retirada do ar, após pesquisadores descobrirem que suas amostras estavam contaminadas. Ela se recusou a assinar um termo de retratação. Após esse incidente, Mikovits acabou presa, acusada de roubar informações de seu antigo trabalho. Todas as teorias compartilhadas por Mikovits no vídeo já foram desmentidas pelo Boatos.org ou por outros serviços de fact.-checking. No final das contas, Judy é apenas uma pessoa que defende o movimento anti-vacina, sai vendendo “verdades”, que partem de suas convicções (sem embasamento científico). Ou seja, podemos cravar que Plandemic fala tudo, menos a verdade sobre a Covid-19 ou o SARS-CoV-2. Dessa forma, não compartilhe (e muito menos dê ouvidos ao documentário). Se possível, permaneça em casa e lave bem as mãos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2BWWK1B