Óleo no umbigo cura doenças e previne ressecamento de pele #boato

Boato – Colocar óleo no umbigo cura doenças e previne ressecamento de pele porque órgão tem 72 mil veias e foi o primeiro do corpo humano.

Apesar de ser um campo de informações muito úteis, a internet também virou terreno vasto para a pseudociência prosperar. A prova disso está na história de hoje, que aponta que é possível se curar e prevenir diversas doenças apenas com uma ação: aplicando óleo no umbigo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

Um texto gigantesco (que surgiu também na versão vídeo em 2020) aponta que colocar óleo no umbigo curaria diversas doenças e preveniria, por exemplo, o ressecamento da pele. Haveriam alguns motivos para isso como o “órgão ter 72 mil veias” e “ter sido o primeiro dentro do corpo humano”. Leia trechos da mensagem que circula online:

Sabia que colocar óleo no umbigo faz bem? O nosso umbigo, é um presente incrível que nos deu o nosso criador. A primeira parte criada após a concepção é o umbigo. Depois que se cria, junta-se à placenta da mãe através do cordão umbilical. Nosso umbigo com certeza é uma coisa incrível! Segundo a ciência, depois que uma pessoa faleceu, o umbigo ainda está morno por 3 horas. Isso acontece porque existe um ponto atras do umbigo chamado de “Pechoti” que tem mais de 72.000 Veias.

Fomos criados e alimentados através dele durante 9 meses da gestação. Esta é a razão pela qual todas as nossas veias estão ligadas ao nosso umbigo. O umbigo é a vida! Aplicar óleo no umbigo cura a secura dos olhos, a vista deficiente, o pâncreas, os calcanhares e lábios rachados, mantém a cara brilhante, o cabelo brilhante, a dor de joelho, os arrepios, o torpor, as dores nas articulações. E a pele seca. […]

Óleo no umbigo cura doenças e previne ressecamento de pele?

O que não faltaram foram pessoas empolgadas com a informação. Infelizmente, trata-se de uma informação falsa e que já foi desmentida em 2018 aqui no Boatos.org. Como o desmentido da época vale para hoje, relembre o que foi escrito:

O próprio texto denuncia a farsa que, além de seguir o enredo clássico de boatos online (vago, alarmista e sem fontes confiáveis), peca em algumas informações. A primeira delas é de que o umbigo é uma “coisa incrível”. Não, ele não é, e existe um motivo óbvio: após o nascimento do bebê, o cordão umbilical perde a utilidade e é cortado. Infelizmente, ele não passa de uma cicatriz. A segunda, que nem todo mundo sabe, é que o umbigo não é a primeira parte criada no corpo do feto. Na verdade, o primeiro órgão criado é o coração.

Some tudo isso ao fato de que não existe nenhuma evidência que o umbigo continue aquecido após a morte. Apesar do texto indicar que a informação é fruto de uma pesquisa científica, não encontramos nada a respeito. Ao buscar informações sobre o “Pechoti”, chegamos a provável origem do texto: uma página no Facebook e blogs de terapias naturais da Índia.

Apesar de ganhar adeptos mundo a fora, a técnica não só não tem base científica como também é refutada. Neste artigo, a conclusão é que a história não passa de uma “filosofia boba”. Aqui, a explicação aponta que se trata de um mito. Isso porque não é possível que as veias sequem e os óleos, ao entrar em contato com a pele, não conseguem chegar até o sangue. Segundo a American Cancer Society, apesar do tratamento não causar malefícios, não há nenhuma evidência dos poderes milagrosos da prática.

Resumindo: a história que aponta que colocar óleo no umbigo cura diversas doenças, que o umbigo é o primeiro órgão do corpo humano, que tem 72 mil veias e que a ação previne o ressecamento da pele é falsa. Não há qualquer prova de que a “receita caseira” funcione.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2QvB43t
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet