Nebulização com hidroxicloroquina é a cura da Covid-19 #boato

Boato – Vídeo mostra oxigenação de paciente subir imediatamente após processo de nebulização com hidrocloroquina ser feito. Esta é a cura da Covid-19.

Pouco mais de um ano após o registro do primeiro caso de Covid-19 no mundo, a doença ainda é uma incógnita para muitos pesquisadores. Diversos estudos científicos ao longo de 2020 conseguiram ajudar os pesquisadores a entender um pouco mais sobre a Covid-19.

Entretanto, muitas perguntas importantes ainda permanecem sem resposta. No meio dessa confusão, muitas informações falsas ganharam destaque e acabaram causando um verdadeiro problema em meio à pandemia. Isso porque muitas delas indicavam medicamentos como forma de tratamento precoce.

Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, fazer nebulização com cloroquina ou hidroxicloroquina seria a cura para a Covid-19. Ainda segundo a publicação, a prova seria um vídeo que mostraria a oxigenação de um paciente subindo após a administração do produto. Confira:

Versão 1: “Hidroxicloroquina sendo aspirada na nebulização… A melhora é imediata! E há quem impede o tratamento precoce… Isso sim é “CIÊNCIA”!”. Versão 2: “O PRESIDENTE TEM QUE INTERVIR COM EXÉRCITO NA SAÚDE! OLHEM A MELHORA COM A NEBULIZAÇÃO COM HIDROXICLOROQUINA!”.

Nebulização com hidroxicloroquina é a cura da Covid-19?

A informação, claro, fez grande sucesso nas redes sociais, em especial, no Facebook e no WhatsApp, e se tornou um prato cheio para os negacionistas. A história, porém, não passa de mais uma balela.

Assim como já mencionamos anteriormente, infelizmente, o número de fake news envolvendo a cloroquina ao longo da pandemia não foi pequeno. A situação foi tão complicada que até rendeu um especial sobre o assunto no Boatos.org. Infelizmente, até hoje a história de que a cloroquina pode curar ou tratar a Covid-19 ainda se espalha com rapidez e facilidade na internet.

Porém, essa história não tem nada de real. O surto relacionado ao uso da cloroquina começou no dia 19 de março de 2020, após o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter anunciado que o país começaria a testar “uma droga muito promissora”. Logo, a informação se espalhou e, mesmo sem estudos científicos conclusivos sobre o tema, diversas pessoas fizeram filas em farmácias em busca do medicamento. O restante da história todos já sabem: o remédio sumiu das prateleiras e diversas pessoas começaram a se automedicar. Entretanto, no dia 4 de julho de 2020, a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou a descontinuação de estudos científicos sobre a ação da cloroquina na Covid-19. Além disso, diversas pesquisas que se desdobraram após essa decisão acabaram chegando à mesma conclusão: a cloroquina não cura e nem trata a Covid-19.

Recentemente, um grupo de ex-presidentes do Conselho Federal de Medicina (CFM) e dois conselhos regionais divulgaram uma carta onde pedem que médicos que seguem recomendando a cloroquina como forma de tratamento contra a Covid-19 sejam notificados. De acordo com eles, o medicamento não traz nenhum tipo de benefício contra a doença. Além disso, se administrado sem orientação médica, pode levar a problemas de coração e até piorar o quadro do paciente infectado pela Covid-19.

Se isso não bastasse, o processo de nebulização com cloroquina não é recomendado. O Hospital Nossa Senhora Aparecida, de Camaquã (RS), local onde o vídeo de hoje foi gravado, demitiu a médica responsável pelo procedimento. De acordo com a instituição, a médica descumpriu protocolos de segurança e colocou pacientes em risco após administrar um procedimento sem eficácia científica. E ainda tem mais! A nebulização com cloroquina ou hidroxicloroquina pode causar efeitos colaterais. O mais preocupante deles é a arritmia cardíaca.

Mas então, o que explica o aumento da oxigenação do paciente no vídeo? Na verdade, o que ocorreu é que, no momento em que o paciente entrou em contato com o medicamento, ele também recebeu oxigênio. Dessa forma, ao receber o oxigênio, a oxigenação também aumenta. Uma reportagem do Jornal Hoje, exibida no dia 22 de março de 2021, mostra uma situação onde um paciente infectado pela Covid-19 recebe oxigênio, sem cloroquina, e sua oxigenação começa a aumentar.

Em resumo: a história que diz que a nebulização com cloroquina é a cura para a Covid-19 é falsa! O procedimento indicado no vídeo não é recomendado por nenhum órgão de saúde. O hospital onde o vídeo foi gravado demitiu a médica que administrou o procedimento no paciente da instituição. Segundo o hospital, o procedimento não é recomendado e a profissional não seguiu os protocolos de segurança, colocando o paciente em risco. Além disso, a explicação para a oxigenação aumentar não tem nada a ver com o medicamento, mas sim com o oxigênio usado no processo. Ou seja, a história não passa de balela. Não compartilhe e nem tente reproduzir em casa!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3tP2fIR
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy