Maculopatia é câncer no olho e é causado por uso de celular à noite #boato

Boato – Médico Rubens Díaz Granados alertou que usar celular à noite e no escuro causa maculopatia, que é o câncer no olho.

Felizmente ou infelizmente, o telefone celular está cada vez mais inserido em nosso cotidiano. Por um lado, os smartphones trouxeram facilidade para o cumprimento de algumas tarefas. Por outro, podem causar alguns males. E, de acordo com um texto que circula online, um médico alertou para um deles.

Uma mensagem está sendo atribuída a um médico chamado Rubens Díaz Granados e aponta que o uso do telefone celular à noite, no escuro, pode causar maculopatia. A mensagem também aponta que a doença é um câncer no olho. Leia o texto que está viralizando por aí:

Maculopatia (câncer de olho) e uso móvel no escuro Eu, Rubén Díaz Granados (oftalmologista), minha boca está quebrada para dizer isso, as pessoas são surdas, mas apesar disso digo novamente: Em um curso que fizemos em Medellín como consultor sobre energias eletromagnéticas, habitat e meio ambiente, nos enfatizaram: Quando as luzes estão apagadas à noite, você não deve usar o celular

Professor Li Li, diretor do Hospital of Ophthalmology SGH em Cingapura, disse: brilho direto, mais de 30 minutos causa degeneração macular irreversível do olho, o que leva à rápida deterioração da visão. Adquirir maculopatia (câncer nos olhos) significa aguardar a perda da visão. O telefone brilhante, olho na escuridão próxima, de alta energia, direcionada aos olhos, danificam a mácula do olho.

Na escuridão há midríase que é a abertura da pupila, para compensar a escuridão. Vendo o celular no escuro provoca degeneração macular. Também provoca olhos secos, cataratas e, eventualmente, perda de visão. Amigos: para cuidar de nós mesmos e de nossas famílias, lembre-se de não desligar as luzes se estiver olhando para o celular. Compartilhar é mostrar amor pelos outros …

Maculopatia é câncer no olho e é causado por uso de celular à noite?

Não demorou para, em pleno 2021, a mensagem se espalhar com todas as forças na Internet. Só que há um detalhe muito importante: a informação é falsa e já foi desmentida pelo Boatos.org em 2018 e 2020. Como o desmentido de outrora vale para hoje, relembre o que escrevemos:

Para começar, resolvemos fazer uma análise da própria mensagem. De cara, já percebemos que ela tem algumas das principais características de notícias falsas na internet: alarmista, com erros de português e com pedido de compartilhamento. De fato, ela não é (muito) vaga e também até cita uma “fonte confiável” (um hospital). Mas aí achamos mais furos.

Ao contrário do que aponta a mensagem, o Cape Coast Hospital não fica nos Estados Unidos. A instituição fica em Gana (país da África). Além disso, a mensagem erra ao apontar que maculopatia é sinônimo de câncer de olho. Enquanto a maculopatia é uma doença degenerativa causada por diversos fatores, o câncer de olho é um melanoma ou linfoma que afeta a região ocular. A maculopatia, de fato (assim como outras doenças degenerativas), não tem uma “cura”. O câncer de olho tem.

Já deu para ver que a mensagem tem diversos furos. Mas e a questão “central” é real? Você já deve imaginar que não. Para começar, não encontramos a tal pesquisa do Cape Coast Hospital sobre uso de celular à noite e câncer de olho (ou maculopatia). Aliás, não encontramos especificamente nada que relacione o uso do celular à noite com quaisquer das duas doenças citadas. Mais do que isso, encontramos desmentidos de versões muito parecidas da mesma história.

Em 2016, o próprio Boatos.org desmentiu uma informação que apontava que um homem tinha contraído câncer no olho por causa do celular com luzes apagadas (a foto do homem era de sintomas de conjuntivite). Em inglês, o Snopes (site de fact-checking) também desmentiu uma história muito similar a essa. Em países em espanhol, a mesma mensagem foi atribuída a um médico.

No caso do desmentido em espanhol, o site “El Grupo Informático” aponta que o viral surgiu por causa de uma distorção de uma pesquisa real, que apontava para a possibilidade de usuários terem cegueira temporária por causa do uso do celular. Na realidade, sequer os pesquisadores que foram fonte na notícia real conseguiram cravar se há uma relação causa-consequência entre celulares à noite e cegueira.

O próprio Ministério da Saúde, por meio do projeto Saúde Sem Fake News, resolveu fazer um desmentido sobre o assunto. Leia o que foi escrito pela pasta na ocasião:

O texto intitulado USO DO CELULAR NO ESCURO está repleto de informações equivocadas e sem comprovação científica. Não existem estudos científicos mostrando que o uso do celular, seja a noite ou durante o dia, provoque maculopatia (que o texto erroneamente classifica como câncer no olho), catarata, olho seco, degeneração macular ou perda de visão.

É certo que o impacto do uso excessivo dos smartphones está sendo estudado por pesquisadores, mas as graves alterações citadas no texto não têm a menor comprovação científica, são, portanto, FAKE NEWS.

Resumindo: a mensagem que está circulando online é falsa. Além de a nomenclatura da doença estar errada, não existe nenhum médico com esse nome e o próprio Ministério da Saúde já desmentiu a balela em questão.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet