Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Ao  contrário do que diz história, inventores da esteira e da ginástica não morreram cedo e praticar exercícios faz bem à saúde

Ao  contrário do que diz história, inventores da esteira e da ginástica não morreram cedo e praticar exercícios faz bem à saúde

Inventor da esteira morreu 54 anos, da ginástica aos 57 anos e não fazer exercícios é o melhor, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Mensagem aponta que praticar exercícios físicos não prolonga a vida, porque o inventor da ginástica morreu com 57 anos e da esteira morreu com 54 anos. 

  Análise

Todos os dias nos deparamos  com publicações, notícias e textos falando sobre hábitos saudáveis e a saúde no geral. Nos últimos anos, muita gente tem buscado por uma vida mais saudável com o objetivo de prolongar a vida e viver melhor.

Mas de acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, parece que fazer exercícios físicos não seria tão saudável assim. De acordo com uma publicação, fazer exercícios não ajudaria a prolongar a vida, porque o inventor da esteira morreu aos 54 anos e o inventor da ginástica morreu aos 57 anos, enquanto os inventores do KFC e do cigarro Winston morreram com 94 e 102 anos, respectivamente. Confira:

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

“*Coma. Coma o que quiser. Porque ainda vai MORRER! Não deixe que Palestrantes Motivacionais o enganem. * 1. O inventor da esteira, morreu aos 54 anos. 2. O inventor da ginástica, morreu aos 57 anos. 3. O campeão mundial de fisiculturismo, morreu aos 41 anos. 4. O melhor jogador de futebol do mundo, Maradona, faleceu aos 60 anos. MAS, 5. O inventor do KFC, morreu aos 94 anos. 6. O inventor da marca Nutella, morreu aos 88 anos.

7. Imagine, o fabricante de Cigarros Winston, morreu aos 102 anos. 8. O inventor do ópio, morreu aos 116 anos, em um terremoto. 9. O inventor de Hennessey, morre aos 98 anos. Como esses médicos chegaram à conclusão de que, os exercícios, prolongam a vida? O coelho está sempre pulando para cima e para baixo. Mas, vive apenas 2 anos! E, a tartaruga, que não se exercita, vive 400 anos. *Então, descanse um pouco. Relaxe. Fique bem. Coma, beba e aproveite a vida. Você ainda vai morrer. Tenha um ótimo Domingo Não me diga que você não recebeu”.

A história foi compartilhada diversas vezes nas redes sociais, em especial, no Facebook e causou espanto entre os internautas. Porém, ao analisar a mensagem, observamos que ela apresenta algumas características de fake news, como o caráter vago, alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Com isso, selecionamos três questões para explicar o porquê você não deve acreditar nessa história: 1) É verdade que o inventor da esteira morreu aos 54 anos e o inventor da ginástica morreu aos 57 anos? 2) Além da esteira e ginástica, as outras informações estão corretas? 3) Exercícios não prolongam a vida?

Checagem

É verdade que o inventor da esteira morreu aos 54 anos e o inventor da ginástica morreu aos 57 anos?

Não. O inventor da esteira foi William Cubitt.  Inicialmente, sua invenção foi desenvolvida para moer milho, não pensando nos exercícios físicos. Ele nasceu no dia 9 de outubro de 1785 e morreu no dia 13 de outubro de 1861, aos 76 anos. Já o inventor da ginástica foi Friederich Ludwig Jahn. Ele nasceu no dia 11 de agosto de 1778 e morreu no dia 15 de outubro de 1852, aos 74 anos. E considerando que, nessa época, a expectativa de vida era de apenas 30 anos, podemos dizer que os dois viveram bastante,

Além da esteira e ginástica, as outras informações estão corretas?

Quase todos os dados apresentados no texto estão errados. A publicação não fala de que ano seria o campeão de fisiculturismo, mas Shawn Rhoden, campeão do Mister Olympia de 2018, morreu aos 46 anos, em 2021, vítima de um ataque cardíaco. Se estivermos falando do atual campeão do Mister Olympia, Chris Bumstead, o CBum, de 28 anos, ele está vivo e se preparando para os próximos campeonatos do esporte.

Em relação ao astro do futebol Diego Maradona, de fato, ele morreu aos 60 anos. Infelizmente, Maradona travou uma dura batalha contra a dependência química, que acarretou diversos problemas de saúde. Em 2020, Maradona passou por uma cirurgia delicada para retirar um coágulo do cérebro. Duas semanas após a cirurgia, Maradona teve um mal súbito e veio a falecer em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

O fundador do KFC, Coronel Sanders, faleceu com 90 anos, em 1980. Já o criador da Nutella, Pietro Ferrero, morreu aos 50 anos, em 1949. Enquanto isso, o criador do cigarro Winston, R. J. Reynolds, faleceu em 1918, aos 68 anos. Por fim, o fundador da Hennessey, John Hennessey, tem 59 anos e está vivo.

Exercícios não prolongam a vida?

Exercícios físicos podem sim prolongar a vida e ajudar a melhorar a saúde como um todo. Porém, a história de hoje traz uma ideia muito errada e distorcida da realidade. Você ser o inventor de algo saudável não significa que você vai usar, fazer ou consumir isso 24h por dia. O mesmo vale para os inventores de coisas não saudáveis. Você inventar a Nutella não significa que você vai comer Nutella o dia inteiro.

Além disso, o texto ainda traz uma ideia errada sobre esportes de alto rendimento, como o fisiculturismo, e a saúde. Nos últimos anos, diversas pesquisas mostraram que esportes de alto rendimento não estão interessados em promover saúde, mas sim em apresentar resultados e desempenho. Com isso, os atletas sofrem com a alta carga de treino, com um risco mais elevado de lesão, com a falta de descanso adequado, sem falar na saúde mental. E no caso do fisiculturismo tradicional, ainda existe o uso de esteroides anabolizantes, que podem causar diversos problemas de saúde, como problemas cardíacos, renais e hormonais.

Porém, se a pessoa praticar exercícios físicos com constância, respeitando o seu processo, com um tempo ideal de descanso e aliado à uma boa alimentação, a prática pode trazer inúmeros benefícios (e isso já está mais do que provado). Da mesma forma que a Ciência já provou que maus hábitos alimentares e de vida podem trazer problemas de saúde.

Conclusão

Fake news ❌

Fazer exercícios físicos pode sim prolongar a vida e os inventores da esteira e da ginásticas não morreram cedo. O texto de hoje distorce (e muito) a realidade. Além disso, o texto apresenta diversos dados errados para tentar comprovar sua tese. A verdade é que a Ciência não mente: praticar exercícios físicos com regularidade pode sim ajudar a melhorar a saúde e, consequentemente, prolongar a vida. Da mesma forma que maus hábitos podem prejudicar a saúde e encurtar a vida.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm