Internação de crianças aumentou nos EUA por causa do início da vacinação #boato

Boato – Após início da vacinação infantil nos EUA, internações por Covid-19 quadriplicaram entre crianças de 5 a 11 anos por causa dos imunizantes.

Nas últimas semanas, os casos de Covid-19 nos Estados Unidos (EUA) deram um salto gigantesco. Só no início de 2022, o país registrou 1 milhão de novos casos em apenas um dia, em 3 de janeiro. Desde o início da pandemia, essa é a primeira vez que um país registra 1 milhão de casos em apenas um dia.

O presidente dos EUA Joe Biden tem culpado a baixa vacinação pelo aumento dos casos e tornou a imunização obrigatória em diversos setores do país. Porém, especialistas apontam que a combinação de feriados com aglomeração (como o Dia de Ação de Graças, o Natal e o Ano Novo), a flexibilização de medidas de proteção e as temperaturas mais baixas também são responsáveis pelo boom no número de casos.

Em meio ao cenário caótico, uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais está causando medo entre as pessoas. De acordo com a publicação, o número de internações por Covid-19 entre crianças aumentou nos EUA. Segundo a história, a justificativa seria o início da imunização contra a doença entre jovens de 5 a 11 anos. Ainda de acordo com a história, o número de casos teria quadruplicado no estado de Nova York apenas um mês após o início da vacinação. Confira:

“Cuidado USA – NY  Hospitalização de crianças de 5 a 11 anos com Covid-19 QUADRUPLICA em Nova York menos de um mês após início de vacinação em crianças INTERESSANTE, DOIS ANOS DE PANDEMIA E AS CRIANÇAS PEGAVAM COVID E NÃO SENTIAM NADA, ERAM ASSINTOMÁTICAS E NÃO PRECISAVAM NEM SE INTERNAR, BASTOU VACINAREM AS CRIANÇAS DESDE O DIA 3 DE NOVEMBRO DE 2021 QUE TRÊS SEMANAS DEPOIS O NÚMERO DE CRIANÇAS INTERNADAS QUADRUPLICOU EM NOVA YORK E no Brasil o povo clama por VACHINA Mas a VACHINA é pra não agravar ou morrer? Código Civil Art. 15. Ninguém pode ser constrangido a submeter-se, com risco de vida, a tratamento médico ou a intervenção cirúrgica. Código de Nuremberg:.5. 

Nenhum experimento deve ser conduzido quando existirem razões para acreditar numa possível morte ou invalidez permanente; exceto, talvez, no caso de o próprio médico pesquisador se submeter ao experimento. Deixe de ser MARIONETE da mídia mundial esquerdista COMPRADA! Você é MANIPULADO. Antes, a culpa era de quem não vacinou. Hoje, é de quem não tomou o reforço. Amanhã, a culpa será de quem não tomou o reforço do reforço.  A vacina não foi criada para resolver a pandemia. A pandemia foi criada para  você tomar a vacina. ENTENDEU? Provérbios 27:12 O prudente vê o mal e se esconde; mas os insensatos passam adiante e sofrem a pena. Por favor, ore pelas vítimas. Nem todos eles sabiam  COMPARTILHE: #VIDAS IMPORTAM!!”.

Internação de crianças aumentos nos EUA por causa do início da vacinação?

A informação tem causado pânico nas redes sociais, como o Twitter, e instigado discursos negacionistas e antivacina. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas e pela origem da história.

Ao longo de 2021, o principal assunto no mundo das fake news, sem dúvida alguma, foi a negação contra as vacinas. As histórias falsas versavam sobre a falta de segurança e eficácia das vacinas, especialmente, em relação às crianças. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas aqui.

Ao ler a matéria indicada como fonte da história, é possível perceber que as informações contidas ali não indicam que o número de internações por Covid-19 entre crianças teriam aumentado por causa da vacinação. Na realidade, o texto fala sobre duas coisas: o aumento de internações e o início da imunização entre as crianças. Mas não as relaciona. A ilação fica por conta do título (como se fosse um click bait) e, a partir daí, a interpretação fica sugerida. Ao procurar por mais informações, descobrimos que a matéria foi retirada de uma fonte confiável e editada. O final do texto aponta que a governadora de Nova York fez um apelo aos pais para vacinarem seus filhos.

Como já falamos anteriormente, o número de casos por Covid-19 nos EUA deu um salto gigantesco. Os EUA registrou mais de 1 milhão de infectados pela doença em apenas um dia, se tornando o país com o maior número de casos em um só dia. Apesar do presidente Joe Biden usar como justificativa apenas a baixa vacinação no país, o aumento descontrolado de casos de Covid-19 também é explicado por outras variáveis. Assim como falamos anteriormente, especialistas apontam que as aglomerações durante os feriados, as baixas temperaturas e a flexibilização de medidas de proteção também contribuem para o aumento de casos. Mas, de longe, a maior justificativa para a escalada desordenada dos casos é a variante Ômicron. De acordo com a CDC, agência sanitária dos EUA, a variante é responsável por mais de 95% dos casos de infecção por Covid-19 no país.

Por fim, o início da vacinação em crianças entre 5 e 11 anos ainda é muito recente. A imunização em massa desse público, nos EUA, começou no dia 3 de novembro de 2021. Apenas 25% dos 74 milhões de jovens com menos de 18 anos se vacinaram nos Estados Unidos. Em Nova York, estado com o maior índice de vacinação desse público, apenas 40% das crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos estão totalmente vacinadas. De acordo com as autoridades, as internações ocorrem por causa do esquema vacinal incompleto das crianças e também pela falta de vacinação, uma vez que muitos pais ainda resistem à ideia de imunizar seus filhos.

Em resumo: a história que diz que o número de internações por Covid-19, entre crianças, nos EUA aumentou depois do início da vacinação é falsa! O texto usado como fonte não faz nenhuma relação entre uma informação e outra. Além disso, descobrimos que o texto foi retirado de um site confiável e manipulado. Se isso não bastasse, o número de casos entre crianças tem aumentado por causa da disseminação da variante Ômicron e a baixa vacinação ou esquema vacinal incompleto de boa parte das crianças e adolescentes. Ou seja, uma coisa não tem nada a ver com outra e a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso