Hospital dos Servidores (no Rio) abriu leitos de UTI e criou curso por causa de nova cepa da Covid-19 #boato

Boato – Hospital dos Servidores, no Rio, vai oferecer curso sobre cepa brasileira da Covid e prevê sequelas piores do que a doença. Por isso abriu leitos de UTI e contratou 1400 funcionários.

A situação atual da saúde brasileira é um verdadeiro caos. O crescente aumento no número de casos de infectados pela Covid-19 e de pessoas contaminadas que precisam de atendimento médico deram um salto.

Nos últimos dias, diversos estados já relataram a falta de leitos em UTIs e muitos até já começaram a transferir seus pacientes. De acordo com os últimos boletins do Observatório Fiocruz Covid-19, 18 estados já registram mais de 80% de UTIs lotadas.

E segundo uma história que está circulando na internet, a cepa brasileira da Covid-19 seria a grande responsável, pelo menos, no Hospital dos Servidores, no Rio de Janeiro. De acordo com a publicação, o hospital teria entrado em colapso. Com isso, estaria abrindo mais 40 leitos de UTI, também teria renovado o contrato de 1400 funcionários e estaria oferecendo um curso sobre a cepa brasileira da Covid-19 nas dependências do hospital para preparar os profissionais da saúde. Confira:

“Bom dia, pessoal do grupo. Manoel falando. Olha, gente, eu recebi uma informação. Informação não, uma mensagem do Hospital dos Servidores. E eles acabaram de abrir uma média de 40 leitos de CTI, renovaram o contrato de 1400 funcionários da saúde contratados até junho. Existe uma previsão de hoje a 20 de março de um aumento muito grande da Covid, com a nova variante contaminando muita gente no Rio de Janeiro. É uma previsão, pode ser que aconteça e pode ser que não aconteça, mas o Hospital dos Servidores já se preveniu, já estamos precavidos. Saiu uma nova escala de serviço, mais complicada ainda pra gente. Nós vamos ter que fazer um curso ainda para entender o que é esse novo vírus, essa nova variante que tá chegando, pra poder cuidar dos pacientes.

Existe essa previsão, não quer dizer que chega, mas se chegar vai ficar complicado. Então, eu aconselho todos nós, a vocês do grupo, parentes de vocês a fazer aquele novo protocolo, aquele velho protocolo: evitar papai e mamãe de receber visita, trancar os velhinhos dentro de casa, mas ultimamente o problema maior tá vindo no jovem. Ali na fase de 16 até 30 anos, o negócio tá ficando complicado nessa fase. Então, eu aconselho a vocês, aos filhos de vocês que comece a se precaver de novo, como lá no início, sem saber o que tava acontecendo. Porque o negócio pode ser que… Do jeito que eles tão fazendo, abrindo leito, renovando contrato de 1400 funcionários da saúde, é sinal que a situação pode ser que aconteça, pode ser que não aconteça, mas ninguém vai pagar pra ver.

E dessa vez, vem mais grave, principalmente pras pessoas que já tiveram Covid. As pessoas do grupo que já teve Covid, sossega dentro de casa, que a sequela da Covid, os que pode vir depois, é pior do que a própria Covid. Então, se puder, fazer todo aquele protocolo de novo, até o dia 20 desse mês, a previsão é de 15 a 20 de março, vamos ficar quietinho, tranquilo e vamos nos cuidar, porque vai pegar, vai ser pior do que a primeira leva, segundo as previsões dos infectologistas da Fiocruz e do Hospital dos Servidores, tá bom, gente? Obrigado, bom dia, uma informação para vocês. Se vocês quiserem ou puderem, passem adiante pras pessoas mais chegadas e explica o que tá acontecendo, pode mostrar o áudio que eu recebi a mensagem assinada do Hospital dos Servidores desse jeito. Muita luva, muita máscara, muito álcool em gel. Tá bom, gente? Evitar visita, evitar aglomeração, é difícil pra gente que bebe cerveja, mas vai ter que evitar um pouquinho, entendeu, gente? Obrigado, bom dia e desculpa a notícia horrível na segunda-feira de manhã. Um abraço!”.

Hospital dos Servidores (no Rio), abriu leitos de UTI e criou curso por causa nova cepa da Covid-19?

A informação fez grande sucesso nas redes sociais, em especial, no WhatsApp e no Facebook e acabou acendendo o sinal de alerta de muitos cariocas. Apesar disso, a história não passa de balela.

Basta escutar o áudio para perceber que ele apresenta algumas características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista e os erros de português.

Primeiramente, é necessário fazer algumas ressalvas. A previsão de diversos órgãos da saúde é, de fato, um aumento expressivo no número de casos e internamentos. Além disso, a orientação de se proteger, ficar em casa, evitar visitas e aglomerações é totalmente válida e importante. Também precisamos ressaltar que, apesar do Rio não viver sua melhor fase, por enquanto, a situação também não é de colapso. Mas é aquele velho ditado: se as coisas continuarem como estão, para piorar é um pulo.

Depois de muita investigação, conseguimos conversar com a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro, que é responsável pelos hospitais federais no estado. Em comunicado, a assessoria indicou que não conhece a origem do áudio e informou que as informações fornecidas no áudio não representam uma posição oficial do Hospital dos Servidores.

Além disso, a assessoria reforçou que o hospital, atualmente, não está em colapso. De acordo com eles, a pior situação foi registrada em março de 2020. A assessoria também destacou que o Hospital dos Servidores do Rio de Janeiro é mais voltado para atendimentos de alta complexidade, como cirurgias. Casos de Covid-19 até podem ser atendidos no local, porém, são mais direcionados à rede municipal e estadual de saúde.

Sobre as informações, a assessoria foi categórica em classificá-las como falsas. De acordo com o comunicado, o Hospital dos Servidores no Rio de Janeiro, de fato, busca abrir novos leitos de UTI. Entretanto, a abertura de novos leitos nada tem a ver com a nova cepa da Covid-19. Segundo a assessoria, essa é uma rotina padrão em todos os hospitais federais.

Sobre a renovação de contrato de 1400 funcionários, a assessoria explica que é uma ação de praxe e não possui nenhuma relação com a cepa brasileira da Covid-19. O comunicado informa que os contratos de trabalho nos hospitais federais são, geralmente, emergenciais e renováveis. De acordo com a assessoria, os últimos contratos venceram em dezembro, foram renovados em janeiro e, possivelmente, devem ser renovados mais uma vez.

Já sobre o tal curso de capacitação sobre a cepa brasileira da Covid-19 para os profissionais da saúde, o comunicado destaca que se trata de uma fake news. Segundo o Hospital dos Servidores, o curso não existe e nunca foi planejado.

Em resumo: a história que diz que o Hospital dos Servidores, no Rio, está em colapso, abriu leitos de UTI por causa da Covid-19 e vai oferecer um curso sobre a cepa brasileira da doença é falsa! A orientação de ficar em casa e adotar todas as medidas de proteção está mais do que certa (e pode salvar vidas!). Entretanto, o restante da história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/3kWrohw
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy