Hoax: água oxigenada clareia os dentes e mata germes

Conselho de Odontologia desmentiu que água oxigenada deve ser usada para clarear dentes
Conselho de Odontologia desmentiu que água oxigenada deve ser usada para clarear dentes

Boato – A água oxigenada traria muitos benefícios para o tratamento dos dentes. Além de matar os germes da boca, poderia ser usada em tratamento de clareamentos dentais.

Esta é mais uma receita dos “tempos da vovó” que acabou sendo potencializada com a força da internet. Em um texto que circula há muito tempo na web, o autor (desconhecido, claro) cita quais são os principais benefícios do uso da água oxigenada para tratar os dentes.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): https://bit.ly/3cDxFZE

Confira o nosso Instagram:

Instagram

No texto, que pode ser lido aqui, o autor começa dizendo que os dentistas “manipulam tudo” pelos meios de comunicação e querem esconder os benefícios da água oxigenada para a saúde dos dentes.

O texto cita 21 utilidades que o produto tem. Dessas, quatro falam do uso do produto na saúde bucal. De acordo com o texto, a água oxigenada ajuda a clarear os dentes, mata os germes da boca, tira os germes da escova de dentes e remove o tártaro.

Além das qualidades na saúde bucal, o texto também fala de outras utilidades do produto como para desinfetar superfícies, tirar chulé, aliviar o nariz, clarear a pele e limpar roupas.

Como era de se esperar, a realidade não é tão linda como o que foi descrito sobre a água oxigenada. Especialistas apontam que o uso do produto na boca pode ser prejudicial à saúde. Neste ano, o Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco lançou uma nota falando sobre o assunto. No texto, há a explicação dos riscos do uso do produto. Leia o trecho

A sua utilização sem orientação profissional pode resultar em irritação nos olhos, nariz, mucosa bucal e garganta, processos de inflamação das córneas, eritemas, erupções dérmicas e manchas na pele.

Sobre a questão do clareamento, o Conselho aponta que qualquer tratamento deve ser feito com a orientação de um profissional. Isso acontece porque cada pessoa deve seguir uma indicação específica de concentração de produto clareador. Fazer isso por conta pode prejudicar a saúde. Veja o que diz o texto:

Clarear os dentes deve ser um tratamento realizado sob a orientação de um cirurgião dentista. Os clareadores dentais possuem concentrações, composição e consistência específicas com uso recomendado exclusivamente pelo Cirurgião-Dentista. Receitas caseiras, como esta, podem prejudicar a sua saúde. Existem situações nas quais o procedimento clareador está contra-indicado: gravidez, lactação, predisposição ao câncer, cáries, restaurações infiltradas, problemas periodontais, fraturas, lesões cervicais não cariosas. O uso de substâncias não recomendadas para contato com os tecidos bucais podem gerar lesões gengivais, na mucosa bucal que podem ser carcinogênicas.

Sobre a questão dos germes, a nota aponta que a água oxigena mata apenas alguns tipos. O uso indiscriminado do produto pode causar uma falsa sensação de limpeza e ser prejudicial. Em relação às escovas, o Conselho aponta que não houve nenhum estudo que apontasse para a eficácia da água oxigenada para a limpeza. Veja o que fiz o Conselho:

As pesquisas científicas apontam para uso de outras substâncias como sendo efetivas. E elas devem ser prescritas em casos específicos, de acordo com o grau de comprometimento de cada paciente. Apenas o cirurgião dentista poderá analisar qual será a melhor solução. Ainda assim, substâncias antissépticas têm uso limitado e não substituem a escovação e o uso do fio dental. Ou seja, utilizar a ‘água oxigenada’ pode causar uma falsa sensação de limpeza!

Não existem relatos científicos que comprovem a eficácia da ‘água oxigenada’ na eliminação dos microrganismos envolvidos com a doenças gengivais presentes nas escovas de dentes após a escovação. A contaminação das escovas dentais tem sido alvo de muitos estudos sobre a melhor forma de mantê-la limpa. Porém nenhuma das pesquisas publicadas em bases científicas de impacto menciona o uso do H2O2.

Por fim, o texto aponta que o tártaro só pode ser removido mecanicamente pelo dentista no consultório. A água oxigenada não desmineraliza a placa e logo, não remove o tártaro.

O cálculo dental, também conhecido como ‘tártaro’, consiste em uma formação mineral (calcificação) que se adere ao dente e permite o acúmulo de microrganismos e consequente presença de inflamação gengival (sangramento, inchaço, dor). A remoção do cálculo é realizada mecanicamente pelo dentista em consultório. A ‘água oxigenada’ não solubiliza nem desmineraliza o cálculo. Se você tem cálculo dental, agende uma consulta com o seu dentista para que ele possa avaliar e cuidar da sua saúde.

Esta reportagem do Portal Terra fala sobre problemas que podem ser ocasionados no caso de ingestão de água oxigenada, uma vez que o produto está relacionado com a liberação de radicais livres, que podem acelerar o envelhecimento.

Com isso, chegamos à conclusão de que o uso da água oxigenada não só não é eficaz para a limpeza dos dentes como também pode prejudicar a saúde das pessoas se for feito indiscriminadamente.

Leia na íntegra o texto que fala dos benefícios da água oxigenada

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)