Governador do Pará, Helder Barbalho, vai colocar presos para vigiar população em quarentena #boato

Boato – Em vídeo, o governador do Pará disse que vai colocar os presos para vigiar a população em quarentena. Helder Barbalho quer que eles monitorem pontos de ônibus para garantir que as pessoas estão mantendo o distanciamento social adequado.

Muitos estados estão adotando medidas de isolamento social para conter a propagação do coronavírus e evitar colapso nas unidades de saúde, especialmente neste mês de abril, dito o período de pico da pandemia no Brasil.

Em meio a isso, há quem diga que alguns governadores estão apostando até mesmo em estratégias mais “arriscadas” para garantir que os cidadãos permaneçam isolados, como afirma uma história que começou a circular recentemente nas redes sociais. Em um suposto vídeo, o governador do Pará disse que vai colocar os presos para vigiar a população durante a quarentena.

Com isso, Helder Barbalho teria a intenção de monitorar os pontos de ônibus para garantir que as pessoas mantenham o distanciamento adequado uma das outras. Confira abaixo o texto original da publicação que está compartilhando o vídeo e a transcrição do que o governador do Pará disse:

Texto da publicação: Em vídeo, governador do Pará diz que vai colocar presos para monitorar população em quarentena. O governador do Pará, Helder Barbalho, disse que vai colocar presos para monitorar ponto de ônibus e garantir que as pessoas estejam mantendo o distanciamento adequado durante a quarentena.

Transcrição do vídeo: Nós estaremos com os presos fazendo marcações das paradas de ônibus da região metropolitana. Vamos botar essa turma para trabalhar e para ajudar nesse momento. Portanto, os presos estarão trabalhando na marcação das paradas de ônibus para orientar a população e, com isso, evitar aglomeração, com essa distância de 1 metro para cada cidadão que esteja nas paradas.

Governador do Pará vai colocar presos para vigiar população em quarentena?

Obviamente, a informação deixou muitas pessoas assustadas e revoltadas com a medida “perigosa” supostamente adotada por Barbalho. Mas será mesmo que o governador do Pará vai colocar os presos para vigiar a população em quarentena? A resposta é não!

O que houve, na verdade, foi uma distorção da fala de Helder Barbalho no vídeo. Ele não falou que os presos vão ficar nas ruas, mas sim, que os detentos irão, sempre monitorados, pintar as paradas de ônibus, fazendo marcações com orientações à população sobre o distanciamento social, e, depois, voltar para a prisão.

O próprio governador postou uma mensagem sobre a medida em sua conta oficial no Twitter. Além disso, ele também desmentiu o boato respondendo a algumas publicações feitas pelos internautas:

Sugiro que você se informe pelos canais oficiais do Estado e não espalhe informações falsas como essa, pois fake news é crime. Os detentos estão trabalhando para demarcar espaços de distanciamento social nas paradas de ônibus de Belém e não para vigiar as pessoas.

Resumindo: A publicação que dá conta de que o governador do Pará vai colocar presos para vigiar a população em quarentena não é verdadeira. Houve uma distorção do que ele disse, já que os detentos não vão vigiar as pessoas, mas sim, pintar os pontos de ônibus com marcações para que estas respeitem o distanciamento social. Depois, eles voltarão para a prisão.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Confira a lista de todas as fake news sobre o novo coronavírus

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2yOF9Hf