Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Mensagem que aponta que usar flúor calcifica a glândula pineal e atrapalha a conexão com Deus é mentira

Mensagem que aponta que usar flúor calcifica a glândula pineal e atrapalha a conexão com Deus é mentira

Flúor calcifica a glândula pineal e atrapalha a espiritualidade, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – Usar flúor para higienizar a boca pode transformar a glândula pineal em pedra e prejudicar a conexão com Deus.

  Introdução

Nos últimos anos, principalmente após a pandemia da Covid-19, a saúde se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. As pessoas estão buscando por mais hábitos saudáveis e cuidados com a própria saúde.

Mas nem sempre a internet está povoada de boas intenções. Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com uma mensagem, o uso do flúor (para higiene bucal) poderia calcificar a glândula pineal, que seria responsável pela conexão das pessoas com Deus. Segundo a história, o flúor poderia transformar a glândula pineal em pedra e isso poderia atrapalhar a espiritualidade e a religião das pessoas. Confira:

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

Versão 1: “Aqui está outro efeito perigoso do flúor: ele literalmente transforma a glândula pineal em pedra”. Versão 2: “Os meus dentes ficam limpos com muito mais tempo eu não acordo com bafo de leão igual geralmente a gente acorda quando fica passando a pasta de dente e eu tenho um hálito muito bom, porque eu substituí o frescor da pasta de dente por um óleo essencial de hortelã que eu pingo na língua. Então, está tudo certo. Agora um motivo muito importante é porque o flúor ele calcifica a sua glândula pineal, que é uma glândula que a gente tem bem lá no centro da cabeça, e que ela é responsável pela sua conexão ao criador. Se você que às vezes vai pra igreja ou vê alguma coisa assim de Deus e não consegue se concentrar muito, pode ser que sua glândula esteja calcificada”.

  Análise

A história de hoje viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e no Tik Tok e está sendo amplamente compartilhada desde 2020. Mas ao analisar a mensagem, percebemos que ela apresenta alguns detalhes que geram desconfiança, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, dicas de saúde duvidosas, infelizmente, não são novidade na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu diversas delas, como a que dizia que água quente com limão poderia curar e prevenir o câncer, a que afirmava que tomar abacaxi com Coca-Cola poderia curar pedra nos rins e a que apontava que a farinha de trigo serviria para tratar queimaduras.

A partir dessa história, muitas perguntas ficaram sem respostas: 1) O flúor realmente calcifica a glândula pineal? 2) O flúor e a pasta de dente fazem mal ao ser humano? 3) O que tem a ver a tese sobre glândula pineal com religião?

Checagem

O Flúor calcifica a glândula pineal?

Não. Não existem provas e nem estudos que comprovem essa teoria. De acordo com o site de fact-checking Full Fact, o flúor é usado para tratar a água e também como aditivo em cremes dentais para evitar as cáries. Segundo a página, se usado dentro dos níveis permitidos pela legislação de cada país, ele não apresenta nenhum risco para a saúde.

Além disso, a Ciência já mostrou que o flúor não calcifica a glândula pineal. De acordo com estudos, a glândula pineal pode sim se calcificar ao longo do tempo, conforme envelhecemos e isso ocorre de forma natural. Porém, esse processo acontece a partir do acúmulo de cristais de hidroxiapatita, uma substância composta por cálcio e fosfato. Segundo os estudos, flúor e cálcio duas substâncias sempre andam juntas, porque o flúor “persegue” o cálcio. Por isso, existe grande concentração de flúor em glândulas pineais em processo de calcificação.

O Flúor e a pasta de dente fazem mal ao ser humano?

Se usados da maneira correta e indicada pelo dentista, não. O flúor e a pasta de dente são primordiais no cuidado da boca, evitando infecções, cáries e mantendo os dentes, língua e gengivas limpas. O flúor é absorvido pelo esmalte do dente, deixando os dentes mais fortes. Porém, se usado em excesso, o flúor e a pasta de dente podem desencadear problemas, como a fluorese, uma intoxicação pela substância. Essa condição afeta o esmalte do dente e leva à perda do cálcio, afetando toda a estrutura do dente de forma definitiva.

O primeiro sintoma da intoxicação é o aparecimento de manchas brancas em formato de linhas. Se o caso vai se agravando, essas manchas mudam de tom, para o amarelo e o marrom. E, infelizmente, uma vez que aparecem, é impossível eliminar as manchas por completo.

O que tem a ver a tese sobre glândula pineal com religião?

A glândula pineal fica localizada no meio do cérebro e é responsável pela produção de um hormônio chamado melatonina e auxilia na regulação do ritmo circadiano. A melatonina, por sua vez, atua na regulação do sono. Essa teoria de que a glândula pineal teria relação com a alma e a religião é bem antiga. Porém, não é verdadeira. Tudo não passa de crenças pessoais ou religiosas que não possuem evidências científicas.

Conclusão

Fake news ❌

A história que diz que usar flúor pode calcificar a glândula pineal e atrapalhar a conexão com Deus é falsa! Apesar da história ser antiga, não existem evidências científicas de que a glândula pineal esteja relacionada com a religiosidade ou espiritualidade. Além disso, também não existem evidências científicas de que o flúor possa causar a calcificação da glândula pineal. Na realidade, se usado de forma correta, conforme a indicação do dentista, o flúor (e a pasta de dente) podem ser ótimos aliados na saúde bucal e na proteção dos dentes, uma vez que o flúor “persegue” o cálcio e auxilia a fortalecer a estrutura do dente. Por outro lado, o uso excessivo pode desencadear uma intoxicação que causa o enfraquecimento dos dentes, levando a fraturas e perdas.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm