Empresa chinesa que produz vacina contra a Covid-19 vendia vacinas falsas #boato

Boato – A empresa chinesa Sinovac, que está testando uma vacina contra a Covid-19 em parceria com o governo de São Paulo, vendia vacinas falsas contra pólio, tétano e difteria.

O que temíamos está acontecendo. Infelizmente, estamos presenciando a politização das vacinas. Uma das consequências disso está em informações falsas relacionadas à vacina chinesa desenvolvida pela empresa Sinovac e que está sendo testada no Brasil em uma parceria com o governo do estado de São Paulo.

Reportagens antigas (de 2018) e reais (por exemplo, do UOL, G1 e RFI) com o título “Empresa chinesa vendia vacinas falsas contra pólio, tétano e difteria” estão circulando junto a mensagens que dão a entender que a “empresa chinesa” seria a Sinovac. Leia algumas das mensagens que estão circulando online:

Versão 1: Empresas Chinesas vendiam vacinas falsas contra Polio,Tetano e difteria.Não esqueçam! Versão 2: Super confiáveis as vacinas chinesas! Vamos todos ficar livres do Corona!  Versão 3: TÔ FALANDO QUE NÃO CONFIO,PRINCIPALMENTE AGORA EM DOBRADINHA COM O DORIANA… Ching Ling²…………Seringa

Versão 4: ATENÇÃO!Rosto pensativo Joao Dória leia sobre, o que seus parceiros chineses fizeram no verão passado! Voce já tinha ciência desse genocídio ? Ai você Cara de bravopretende fazer o mesmo em São Paulo? ” Empresa chinesa vendia vacinas falsas contra pólio, tétano e difteria “

Empresa chinesa que produz vacina contra a Covid-19 vendia vacinas falsas?

É claro que a mensagem não iria demorar para se espalhar na internet. Mas será mesmo que a empresa chinesa que foi acusada de vender vacinas falsas tem alguma relação com a vacina contra o coronavírus que está sendo testada em São Paulo? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Como falamos lá no início do texto, é fato que uma empresa chinesa foi multada por causa da produção de vacinas impróprias. De acordo com essa matéria da BBC, a empresa Changchun Changsheng misturou outras substâncias em imunizantes e usou produtos vencidos. Essa matéria da Time de 2019 também fala sobre o assunto e diz que a empresa teve o registro revogado.

Pois é. A própria matéria mostra o elementar. A empresa que foi multada por vender vacinas adulteradas é a Changchun Changsheng. Já a empresa que produz a vacina contra a Covid-19 é a Sinovac. Não existe acusação alguma que paira sobre a empresa.

Segundo ponto: você deve estar pensando que o fato de uma empresa chinesa ter cometido uma infração denota que todas as vacinas chinesas não são confiáveis. Isso cai por terra ao vermos, por exemplo, que no Rio Grande do Sul, uma operação deflagrada pela Polícia Civil descobriu que bandidos fabricavam vacinas falsas contra a gripe. O caso ocorreu no Brasil. Isso significa que todas as empresas brasileiras não são confiáveis? Responde aí, sabichão.

Resumindo: a história que aponta que a empresa que está desenvolvendo a vacina contra a Covid-19 em parceria com o governo de São Paulo produziu vacinas falsas não é verdadeira. Tratam-se de duas empresas chinesas diferentes. Ou seja: trata-se de um boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2Faip9f
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)