Doria vai gastar R$ 22 bilhões com a vacina da China para imunizar São Paulo #boato

Boato – O governador João Doria vai gastar R$ 22 bilhões com a vacina da China para imunizar São Paulo. Enquanto isso, a vacina de Oxford custará apenas R$ 6 bilhões para imunizar o Brasil todo.

Depois de São Paulo, foi a vez do governo federal entregar ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesse sábado (12), o plano nacional de imunização contra o novo coronavírus, batizado de Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. E antes mesmo que um ou outro sequer comece a funcionar, já tem gente espalhando fakes na internet que comparam os valores das diferentes vacinas que serão utilizadas para imunizar a população, de acordo com os planos anunciados até agora.

Uma publicação que está sendo compartilhada nas redes sociais, por exemplo, especialmente no Facebook, dá conta de que o governador João Doria supostamente irá gastar R$ 22 bilhões com a vacina da China para imunizar apenas a população do estado de São Paulo, enquanto o governo Federal iria gastar somente R$ 6 bilhões para vacinar o Brasil todo.

Segundo a mensagem, além de Doria, o prefeito Bruno Covas e o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas (suposto parente de Bruno), estariam extrapolando os cofres públicos e enchendo os bolsos de dinheiro. Confira, a seguir, o texto original da postagem que está rodando online e deixando os internautas revoltados, especialmente os paulistanos:

Texto da publicação: #doriana quê gastar com a #NãoVaChina R$ 22 Bilhões para vacinar SÓ São Paulo, enquanto #FechadosComBolsonaroAte2026 quê gastar R$ 6 Bilhões com a vacina de Oxford para vacinar o Brasil TODO…#doriaTRANCArua mais #BrunoCovas e seu parente diretor do Butantã #DimasCovas não estão nem aí para o cofre público de São Paulo e muito menos para os Paulistanos…eles querem é encher o bolso com o nosso dinheiro

Texto da imagem: A VACINA DE OXFORD PRA IMUNIZAR TODOS OS BRASILEIROS CUSTARÁ 6 BILHÕES DE REAIS A VACINA DA CHINA PRA IMUNIZAR APENAS O ESTADO DE SP, CUSTOU 22 BILHÕES DE REAIS

Doria vai gastar R$ 22 bilhões com a vacina da China para imunizar São Paulo?

A publicação viralizou rapidamente entre os internautas. Porém, apesar de quase convincente, a história não procede e tampouco as contas batem.

Para começo de conversa, fica fácil desconfiar da notícia logo de cara porque ela entrega vários indícios que a pontuam como fake news: a mensagem da publicação é vaga (sequer apresenta dados que comprovem os valores das vacinas informados), alarmista (tem o intuito de gerar revolta entre os internautas e dar margem para debates políticos), possui erros de português e, o mais importante, não cita fontes confiáveis que possam confirmar a informação.

Fora o fato de que boatos sobre a vacina chinesa brotaram aos montes na internet nos últimos tempos, antes mesmo de ser a escolhida para o plano de imunização em São Paulo. Inclusive, aqui no Boatos.org, nós já desmentimos vários deles, como um bem recente, que dizia que o laboratório Sinovac teria pago propina a Doria para ele trazer a vacina ao Brasil; outro que apontava que o maior infectologista do Brasil teria dado suposto alerta para a pressa, doses e efeitos colaterais da vacina chinesa; e até uma história falsa sobre uma médica que teria ficado entre a vida e a morte após tomar a vacina da China.

E foi aí que, ao buscarmos sobre a nossa história de hoje, descobrimos de onde saíram os números informados na publicação. Tudo começou quando um site fez uma comparação hipotética de quanto custaria a vacinação de toda a população brasileira se fossem utilizadas as vacinas da AstraZeneca (de Oxford) ou da Sinovac (da China), tendo como base o preço dos imunizantes. O cálculo hipotético, no entanto, não levou em conta alguns detalhes. O principal deles é que, mesmo com o “preço mais baixo” da vacina de Oxford, não seria possível imunizar a população toda em um curto prazo (um “barato” que sairia caro).

Isso porque, apesar da previsão do governo de que sejam compradas 100 milhões de doses do imunizante da AstraZeneca até junho, por conta da variedade de doses, que, inclusive, colocou em “xeque” a sua eficácia ainda durante os testes clínicos (voluntários que receberam meia dose mais uma dose completa demonstraram 90% de resultados, enquanto os que receberam duas doses completas tiveram eficácia de apenas 62%), essa quantidade renderia somente de 50 a 66,6 milhões de aplicações. Ou seja, o “precinho” é bom, mas não seria o suficiente para vacinar nem metade dos brasileiros.

Além disso, mesmo que o governo quisesse “pular a Coronavac”, iria esbarrar em vacinas mais caras ainda. A da Pfizer/BioNTech (usada na vacinação do Reino Unido), por exemplo, que o governo quer comprar 70 milhões de doses, custa, de acordo com matéria da CNN, US$ 19,50. Isto é, se fossemos na “brincadeira do post”, a vacina custaria R$ 42 bilhões, valor bem distante dos ditos R$ 6 bilhões da publicação.

Outra prova de que o valor de R$ 6 bilhões é, no mínimo, deslocado da realidade é que o próprio ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o investimento na vacinação com a vacina de Oxford seria de R$ 20 bilhões (por sinal, ele levou em conta o valor de US$ 10 no cálculo). E, por fim, para além da acusação de que “há uma tramoia” por parte do governo de São Paulo tendo como base um cálculo totalmente fora do contexto, há outro erro na mensagem da publicação que está sendo compartilhada.

O texto informa que o valor de R$ 22 bilhões seria gasto com a vacinação em São Paulo. Porém, até a “fonte” de onde tiraram a informação, mesmo equivocada, disse que esse montante seria destinado à imunização do Brasil todo e não ao estado. Ou seja, falharam até no “copia e cola” na hora de espalhar o boato.

Resumindo: A publicação que dá conta de que o governador João Doria irá gastar R$ 22 bilhões com a vacinação em São Paulo é falsa. O valor foi retirado de uma “fonte” que se baseou em um cálculo hipotético e totalmente fora do contexto para comparar as vacinas de Oxford e da China.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

– Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
– Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
– Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
– Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
– Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2XrGSBD
– Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK