Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Doença identificada no Japão não é “um vírus comedor de ânus”

Doença identificada no Japão não é “um vírus comedor de ânus”

Doença identificada no Japão é um vírus comedor de ânus, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Japão descobriu doença contagiosa transmitida por um vírus conhecido como “comedor de ânus”

Análise

Desde a pandemia da Covid-19, o mundo todo está atento a novos surtos de doenças contagiosas com potencial de expansão mundial. Com isso, protocolos de saúde estão sempre a postos quando uma nova infecção é identificada.

E de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, o Japão teria identificado uma doença contagiosa que estaria despertando medo. Segundo a história, a doença seria causada por um vírus, que ficou conhecido como “comedor de ânus”. Ainda segundo a publicação, a doença teria uma taxa de mortalidade de 30%. Confira:

Vídeo: respondemos três questões sobredoença no Japão que está gerando desinformação

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

“Vírus ‘Comedor de Ânus’ se Espalha no Japão com Alta Taxa de Mortalidade Um vírus, que recebeu o nome popular de “comedor de ânus”, está se disseminando pelo Japão. Aproximadamente 30% das pessoas infectadas pela doença acabam falecendo. No início de 2024, aproximadamente 378 casos de síndrome do choque tóxico estreptocócico (STSS) foram identificados no país.

No ano anterior, o registro foi de 941 casos. A previsão é de que o número de casos deste ano seja superior. A “STSS” é provocada por uma versão mais severa da bactéria responsável pelo estreptococo A, podendo se desenvolver na garganta, pele, ânus e órgãos genitais, levando a uma variedade de doenças”.

A história se espalhou rapidamente pelas redes sociais, em especial, no Facebook e deixou muita gente apavorada. Apesar disso, a história apresenta alguns detalhes, no mínimo, esquisitos, como o caráter alarmista e a falta de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

A partir daí, resolvemos investigar um pouco mais todos os detalhes e agora vamos te explicar, passo a passo, o que é real e o que é mentira nessa história: 1) O que é a doença que está gerando preocupação no Japão? 2) Trata-se de uma doença conhecida como “vírus comedor de ânus”? 3) Há outros problemas em chamar o a doença de “vírus comedor de ânus”?

Checagem

O que é a doença que está gerando preocupação no Japão?

A doença que está causando medo na população japonesa e em países vizinhos é a síndrome do choque tóxico estreptocócico (STSS). A STSS é uma infecção bacteriana, causada por bactérias do tipo estreptococos do grupo A. A condição se desenvolve após as bactérias começarem a liberar toxinas no organismo. Geralmente, a condição ocorre como consequência de uma infecção bacteriana por S. pyogenes ou S. aureus.

Em casos graves, a doença pode causar necrose dos tecidos conjuntivos que cobrem os músculos. Em 2023, a condição teve uma taxa de mortalidade de cerca de 30%, em Tóquio, no Japão, o que representa uma taxa alta, de acordo com especialistas. A doença é transmitida por gotículas respiratórias (via tosse ou conversas próximas) ou por contato direto (através de feridas na pele do doente). As autoridades japonesas acreditam que uma cepa altamente transmissível e mais agressiva, conhecida como M1UK, esteja por trás do aumento de casos de STSS na região.

Trata-se de uma doença conhecida como “vírus comedor de ânus”?

Não. Não fazemos ideia de quem inventou essa história, mas ela tem dois erros graves. O primeiro deles é que a doença não é causada por um vírus. Assim como explicamos anteriormente, a STSS é uma complicação de uma infecção bacteriana, geralmente, causada pelas bactérias S. pyogenes ou S. aureus.

O segundo é que, com exceção da matéria em português, não encontramos outras notícias falando em “vírus comedor de ânus”. Nenhum veículo de comunicação chamou a doença por esse termo. No máximo, encontramos páginas falando sobre a doença “comedora de carne” (flesh eating).

Há outros problemas em chamar a doença de “vírus comedor de ânus”?

Com certeza. Para começo de história, utilizar esse termo (que não condiz com a realidade) é desinformar e causar pânico na população. Além disso, esse termo chulo estigmatiza a doença e pode fazer com que pessoas infectadas demorem a procurar ajuda. Em sua página no X (antigo Twitter), o médico infectologista Vinícius Borges, o Doutor Maravilha, explicou que muitas pessoas ficaram desesperadas quando se depararam com a história circulando na internet.

Para combater a desinformação, ele criou um fio explicando como a doença age, quem deve se preocupar e como a doença é transmitida. Além disso, ele destacou que nem todas as pessoas que entrarem em contato com a bactéria vão desenvolver a doença. Se isso não bastasse, ele ressaltou que não existem problemas de surtos no Brasil com as cepas mais agressivas, que foram registradas no Japão. Por fim, o Doutor Maravilha afirmou que a prevenção deve ser feita com higiene pessoal, saneamento básico e etiqueta da tosse (uso da máscara se você precisar frequentar lugares públicos),

Conclusão

Enganoso 😈

Japão não registrou doença causada por vírus comedor de ânus. Na realidade, o Japão está enfrentando um surto de uma doença chamada síndrome do choque tóxico estreptocócico (STSS). Ela é causada por cepas mais agressivas ou como evolução de uma infecção bacteriana por S. pyogenes ou S. aureus. Esse tipo de história, além de desinformar, causa estigma e pânico na população.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).