Desinfetante Lysol cura o novo coronavírus e é a prova que a doença já era conhecida #boato

Boato – Fotos e vídeos que mostram que o desinfetante da marca Lysol tem a informação que é eficaz contra o coronavírus é a prova de que o vírus já era conhecido e que já existia cura.

Entra dia, sai dia e novas informações erradas sobre o novo coronavírus continuam circulando com força por aí. No caso de hoje, algo peculiar aconteceu. Uma mesma mensagem tem conseguido gerar duas desinformações completamente diferentes.

Vídeo e fotos, principalmente em espanhol e em inglês, apontam que há anos o desinfetante Lysol (vendido nos Estados Unidos e outros países) já combatia o coronavírus. Isso gerou duas interpretações (ambas perigosíssimas).

A primeira é que o desinfetante poderia curar a doença que já vitimou mais de 500 pessoas na China. A segunda (um pouco mais sofisticada) é que o fato da embalagem apontar que mata o coronavírus mostra que o vírus não é novo e levanta suspeitas sobre controle populacional, venda de vacinas e outras teorias da conspiração nível capacete de papel alumínio. Leia:

Versão 1: Como que o corona_vírus era desconhecido sendo que nas embalagens de Lysol…. Já alertava sobre o vírus… Será que existe interesse de grandes laboratórios por trás disso??? E o Estados Unidos já descobriu a cura em 6 horas.. isso é no mínimo estranho

Versão 2: O LYSOL É VENDIDO LIVREMENTE NOS E.U.A MATA O CORONAVÍRUS QUE EXISTE DESDE DE 2000. Versão 3: Afinal I Coronavirus já existia? Porquê no frasco do lysol informa que Mata o germe do Coronavirus. Tô confusa agora. Versão 4: Lysol cura o coronavírus

Desinfetante Lysol cura o novo coronavírus e é a prova que a doença já era conhecida?

O que não faltou foi gente compartilhando a informação a torto e a direito por aí. Por isso mesmo que estamos aqui para desmentir as duas teses (tanto a mais tosca como a outra que exige mais explicação). Senta que lá vem explicação.

Antes de tudo, vamos ao “geral” do texto. Como vocês puderam ver, as mensagens seguem aquele velho roteiro de notícias falsas que sempre insistem em circular online. São alarmistas, com erros de português e não citam fontes confiáveis. Para além disso, o que não tem faltado são notícias falsas sobre o novo coronavírus. Duvida? Confere uma lista aí:

Cuidado com a desinformação em relação coronavírus (confira 7 fake news no vídeo:

Falando sobre as teses que “surgiram” após as publicações. Sobre a “cura” é mais óbvio. O que ocorreu foi uma interpretação errada do que está na embalagem. Quando o frasco do Lysol falava em matar o coronavírus se referia em matar “fora do corpo humano” (até porque ninguém vai tomar desinfetante para se curar).

Dois pontos reforçam isso. O primeiro é que não há “cura” para o coronavírus. Assim como no caso de outros vírus (como a gripe), a recomendação para quem tem a doença é simplesmente tratar os sintomas. Também não existe, pelo menos por enquanto, vacina para a doença (cientistas estão correndo contra o tempo para criar uma). Ou seja: o Lysol não “cura” o coronavírus. Como “bom desinfetante” (assim como de outras marcas), ele mata o vírus.

Sobre a segunda parte (de que o coronavírus da China seria um “vírus novo” e que até a marca de desinfetante sabia disso). Na realidade, a embalagem do produto não trata especificamente do “novo coronavírus” (vírus com a cepa nCoV-2019). O coronavírus, como aponta esse desmentido em espanhol, citados não são o “vírus chinês”.

Aqui cabe uma explicação. Os “coronavírus” foram descobertos na década de 1960. Eles recebem esse nome por causa do formato do vírus (que se assemelha a uma coroa). Assim como no caso da Sars e da Mers (outros vírus que causaram mortes na Ásia há alguns anos), o novo coronavírus é uma variação dessa espécie.

E, como aponta o site norte-americano de fact-checking Truth Or Fiction, o que a embalagem do Lysol apontava era que matava os “coronavírus” (ou seja, a forma genérica do vírus). Vale dizer que o Lysol apontou em seu site que é efetivo na desinfecção do novo coronavírus. Também vale dizer que lavar as mãos com água e sabão também tem efetividade na desinfecção.

Resumindo: nem pense que a cura do novo coronavírus para quem já está doente é um desinfetante. Também tire da cabeça qualquer teoria de que “até o Lysol sabia” do vírus. O que rola na internet são interpretações erradas de um rótulo que está gerando muita fake news.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164. 

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2Ul0CEm

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet