Chá de erva-doce cura a gripe H1N1 e é a fórmula do Tamiflu #boato

Boato – Tomar chá de erva-doce é a melhor forma de se curar da gripe H1N1 já que a fórmula do Tamiflu, principal remédio para o tratamento dos sintomas, é feita da planta.

O outono começou não faz muito tempo e em algumas regiões do país, como Sul e Sudeste, já dá para sentir a queda da temperatura. Com a chegada do friozinho e, muito em breve, do inverno que dizem será o mais rigoroso da última década, já começam a se manifestar por aí as preocupações com doenças sazonais como a gripe.

Na internet, o receio paira especialmente ao redor da H1N1, que segundo diversos áudios circulando via WhatsApp, já está infectando e matando muita gente no Brasil. Nesse contexto, uma corrente está ganhando força no aplicativo ao informar que o chá de erva-doce é a cura para a H1N1 e que a fórmula do medicamento Tamiflu (um dos principais no tratamento dos sintomas) é justamente a erva-doce. Confira:

Confira o desmentido em vídeo:

O chá de erva-doce tem a mesma substância que o medicamento TAMIFLU, remédio que todas as vítimas da gripe A – H1N1 toma. Uma médica fisioterapeuta descobriu no seu laboratório, de que é proprietária, que uma substância que tem o famoso TAMIFLU, aparece no CHÁ DE ERVA-DOCE. Há quem tenha plantado em casa esta erva-doce. Aconselha a que se tome o chá como se fosse café depois das refeições. Um infectologista do hospital São Domingos, ele recomenda tomar de 12 em 12/horas o chá de a semente de erva doce, ela mata o vírus da influenza. É da erva doce que e feito o tamifu.

Chá de erva-doce cura a gripe H1N1 e é a fórmula do Tamiflu?

Como já comentamos, a corrente está ganhando muita força na rede social. Já deve, inclusive, ter gente correndo para estocar erva-doce em casa, mas não há motivos para pânico, nem lógica nessa história de que o chá de erva-doce cura a gripe H1N1. Dito isto, vamos entender tudo por partes.

Primeiro, vamos falar sobre essa suposta informação de que o número de casos de H1N1 no país está aumentando. Na verdade não está. Segundo dados do Ministério de Saúde, até 31 de março de 2018 foram registrados 84 casos de H1N1 no Brasil, e 8 óbitos. Sem desmerecer mortes e doenças, mas é um número ínfimo em um país com mais de 200 milhões de pessoas.

Depois, destes vários áudios que estão causando pânico na internet e espalhando informações sobre surtos, nós já desmentimos alguns no Boatos.org. Dá para conferir aqui e aqui.

Esclarecidos esses dois pontos, chega o momento de dissecar de fato essa mensagem que estão compartilhando. Comecemos pelo fato de que ela é bem velha, surgiu em 2009 lá quando houve a pandemia de H1N1 no mundo. Desde então, de tempos em tempos, ela ressurge das cinzas para levar “esperança” há quem morre de medo da gripe. Aliás, a mensagem até já foi desmentida naquela época.

Seguindo o baile, o próprio Ministério da Saúde já ressaltou que a melhor forma de evitar a gripe é com a vacina e que o método mais eficaz para tratar os sintomas é a ingestão de medicamentos adequados:
É importante ressaltar que a vacinação é uma das estratégias mais importantes para redução de casos graves e óbitos por influenza. Outro ponto é o uso oportuno do medicamento, logo após o início dos sintomas.

Além disso, a comunidade médica também já se manifestou sobre essa história da erva-doce, como é o caso deste médico que explica sobre a inexistência de qualquer relação entre o chá de erva-doce e o Tamiflu.

E para fechar, o texto em si não faz sentido nenhum. Como assim uma fisioterapeuta tem um laboratório e descobriu do nada que uma substância do Tamiflu aparece no chá de erva-doce? Não faz sentido. Além do que, o texto apresenta vários erros de ortografia e aquele clássico tom alarmista que já estamos cansados de reconhecer em boatos.

Portanto e resumindo, não é verdade que o chá de erva-doce cura a gripe H1N1 e que o remédio Tamiflu tem a mesma substância da planta. Essa história é antiga, já foi desmentida por várias fontes confiáveis e só acredita nisso dois tipos de pessoas: 1) quem insiste em fechar os olhos para as notícias falsas e 2) quem está procurando um pretexto para tomar um chazinho de erva-doce.

PS: Entramos em contato com a assessoria da empresa Roche, fabricante do medicamento Tamiflu, para fazer alguns questionamentos. Até o momento não houve resposta, mas em 2009, a empresa se manifestou para esclarecer que não havia relação entre o Tamiflu e o chá de erva-doce.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Assista também: 6 fake news sobre bebidas que circulam na internet