Café moído e embalado a vácuo é feito com sangue de boi #boato

Boato – No Espírito Santo, carregador diz que café moído e embalado a vácuo é produzido com sangue de boi para dar peso e volume. 

Muita gente possui alergia ou intolerância à diversos alimentos ou condimentos. Por isso, além de ser importante saber todos os ingredientes que estão presentes em um produto, também é recomendado saber sobre o processo de produção. Isso porque, durante o processo, pode haver alguma contaminação indireta. Por conta disso, a Anvisa possui uma regulamentação específica para rotulagem de alergênicos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/320iXsb

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Mas conhecer o processo de produção não é importante apenas por isso. De acordo com uma história que está circulando na internet, todos os cafés embalados a vácuo no Brasil possuem sangue de boi. O fluido viria da Friboi e seria acrescentado para dar peso e volume ao produto final. “Atenção para você que gosta de tomar um cafezinho Fique atento”, diz a mensagem Confira a transcrição do áudio:

Confira o desmentido em vídeo

“Eu fui carregar um café lá no Espírito Santo, ali em Vitória. Aí, eu cheguei lá. Tá na câmara fria. Eu cheguei lá e encostei a carreta. Aí, dali a pouco, encostou duas carreta-tanque. Aquilo me encucou. Carreta-tanque? Em fábrica de café? Falei: porra que negócio é esse aí. Vai carregar pó de café dentro dessas p* aí ou descarregar pó de café? Aí eu tava fazendo café de manhã cedo. Fui lá e chamei o motorista: ô, irmão, bora tomar um café lá comigo, lá na gaveta. Ô, beleza, cê tá fazendo café, então. Vamos lá tomar um café. Aí tá. Dali a pouco chegou mais duas carreta, quatro carreta-tanque com aquela p* daquela serpentina, sabe?

Aí, beleza. Tomei um café e falei: vem cá, fazer uma pergunta pro cê, meio indiscreta. Você vai carregar o quê? Eu falei. Não, eu vou descarregar. Pra descarregar?. É, falou, sangue de boi. A gente coleta em todos os frigoríficos aí, carrega da Friboi, os frigoríficos aí carrega. Traz pra cá o sangue de boi. Eles torram ele e moe e põe à vácuo junto com café, pra dar peso e volume. Eu não acreditei e ele falou: é, o café que cê tá tomando aí à vácuo é café com sangue de boi. Eu falei: é brincadeira, cara. Aí, eu vi os cara descarregando. Ligou a serpentina, porque o sangue de boi talha, né? Liga aquela serpentina, ele vai descoalhando e soltando lá dentro. Lá, ele falou: cê quer tomar um café puro? É aquele café que cê vê no mercado que tem o grão que moe na hora. Até o sabor é diferente. Esses que cê compra à vácuo, qualquer um deles à vácuo, todos eles nós fornecemos sangue de boi pra todos os, as fábrica de pó de café que é a vácuo. Falei: cê tá brincando, irmão.

Ele falou: é.. Eu falei: eu não vou duvidar de você, porque cê tá com a carreta aqui, você tá descarregando aí. E eu tô vendo o sangue lá trás, pingando lá, chega a feder carniça. Aí, eles torram aquele aquele sangue de boi, entendeu? Que ele fica coalhadão, tipo aquela gelatina. Torra ele e bota junto com o café à vácuo. Então, o café você só toma puro, aquele que você vê os grãos que moe na hora, lá na vendinha, lá na padaria, lá no mercadinho que tem aqueles grãos, mas à vácuo todos eles são com sangue de boi. Ainda mistura um monte de química que é pra não feder, entendeu? Que é pra não feder. Cê pode ver que o gosto do café mesmo, do pó de café à vácuo, ele não é tão suave como era uns anos atrás. Hoje é tudo misturado com sangue de boi”.

Café moído e embalado a vácuo é feito com sangue de boi?

A informação viralizou nas redes sociais e está sendo compartilhada diversas vezes pelos internautas. Mas será que essa história de que o café a vácuo é produzido com sangue de boi é verdadeira? A resposta é não.

Vamos aos fatos! Ao escutar o áudio que acompanha as publicações, logo de cara ficamos com uma pulga atrás da orelha. Ele apresenta diversas características de fake news na internet: é vago, alarmista, possui erros de português e não cita fontes confiáveis.

Ao analisar o áudio, percebemos que a fonte apresentada era um motorista de caminhão que falou com outro motorista e assim o telefone sem fio foi se construindo. Além disso, é impossível que a produção de café esteja sendo feita, sistematicamente, com sangue de animal. Existem regulamentos e resoluções que não permitem a presença de qualquer produto de origem animal no café.

Há apenas uma tolerância (de apenas 1%) para certas impurezas, como cascas e paus (do próprio café) e também torrões, serragem e grãos de outras espécies. Porém, nesse caso, nada é colocado de forma dolosa. Além disso, também existe a fiscalização que, certamente, identificaria algo como sangue de boi no produto.

E foi ao procurar por mais detalhes que chegamos à uma possível explicação para toda essa história. Em 2016, um site brasileiro entrevistou a barista e empresária Isabela Raposeiras sobre a qualidade do café brasileiro. Na época, ela disse que o “café brasileiro de supermercado é sangue de boi”. Entretanto, a página só mostra o título (com a declaração) e o subtítulo da matéria, não o conteúdo.

Mas não desistimos. Ao procurar por mais informações sobre a matéria em questão, encontramos outro site que mostra uma afirmação parecida. Em 2018, em uma entrevista, o cafeicultor Hugo Wolff afirmou que, em comparação ao vinho, muitos cafés nas prateleiras de supermercados são Sangue de Boi. Isto é, a qualidade de muitos cafés é comparada com a marca de vinho de qualidade inferior. Com isso, temos a nossa resposta. A comparação da barista não era com o sangue do animal, mas sim com a marca do vinho.

Em resumo: a história que diz que o café brasileiro está sendo produzido com sangue de boi é falsa! Não há nenhuma prova de que as empresas de café estejam colocando sangue de boi no produto. Ao que parece, tudo não passa de uma confusão que surgiu por conta de uma metáfora durante uma entrevista.

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2GFiHVj
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)