Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Não há comprovação de que borra de café seja a melhor solução para espantar o mosquito da dengue

Não há comprovação de que borra de café seja a melhor solução para espantar o mosquito da dengue

Borra de café serve como repelente do mosquito da dengue, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – Colocar borra de café em vasos de plantas serve para espantar o mosquito da dengue, o aedes aegypti.

Análise

Há muitos anos, um estudo feito em relação ao uso de borra de café vem sendo compartilhado em algumas mensagens como uma das “balas de prata” para o combate ao aedes aegypti, o mosquito da dengue.

Uma das mensagens aponta que a borra do café serviria como repelente para o mosquito. A mensagem aponta que a solução para a questão seria colocar o produto nos vasos de plantas. Também dito que a cafeína bloquearia a reprodução do aedes aegypti. Leia:

Confira o desmentido em vídeo:

Vídeo: É falso que vacina da gripe tenha "vírus do câncer"

CAFÉ, a nova arma contra o mosquito da dengue. IMPORTANTE!! ! NÃO DEIXEM DE REPASSAR A TODOS!!! VERÃO E DENGUE ANDAM JUNTOS. Uma cientista paulista, a bióloga Alessandra Laranja, do Instituto de Biociências da UNESP (campus de São José do Rio Preto),durante a pesquisa da sua dissertação de mestrado, descobriu que a borra de café produz um efeito que bloqueia a postura e o desenvolvimento dos ovos do Aedes aegypti.

O processo é extremamente simples: o mosquito pode ser combatido colocando-se borra de café nos pratinhos de coleta de água dos vasos, no prato dos xaxins, dentro das folhas das bromélias, e a borra de café, que é produzida todos os dias em praticamente todas as casas tem custo zero. O único trabalho é o de colocá-la nas plantas, inclusive sendo jogada sobre o solo do jardim e quintal. Os especialistas em saúde pública, entre eles médicos sanitaristas, estão saudando a descoberta de Alessandra, uma vez que, além da ameaça da Dengue 3, possível de acontecer devido às fortes enxurradas de final de ano, surge outra ameaça, proveniente do exterior: a da Dengue tipo 4.

Conforme explica a bióloga, 500 microgramas de cafeína da borra de café por mililitro de água bloqueia o desenvolvimento da larva no segundo de seus quatro estágios e reduz o tempo de vida dos mosquitos adultos. Em seu estudo ela demonstrou que a cafeína da borra de café altera as enzimas esterases, responsáveis por processos fisiológicos fundamentais como o metabolismo hormonal e da reprodução, podendo ser essa a causa dos efeitos verificados sobre a larva e o inseto adulto. A solução com cafeína pode ser feita com duas colheres de sopa de borra de café para cada meio copo de água, o que facilita o uso pela população de baixa renda e pode ser aplicada em pratos que ficam sob vasos com plantas, dentro de bromélias e sobre a terra dos vasos, jardins e hortas.

O mosquito se desenvolve até mesmo na película fina de água que às vezes se forma sobre a terra endurecida dos jardins e hortas, também na água dos ralos e de outros recipientes com água parada (pneus,garrafas, latas, caixas d’água etc.). “A borra não precisa ser diluída em água para ser usada”, diz a bióloga. Pode ser colocada diretamente nos recipientes, já que a água que escorre depois de regar as plantas vai diluí-la.

Ou seja: ela recomenda que a borra de café passe a ser usada, também, como um adubo ecologicamente correto. Atualmente, o método mais usado no combate ao Aedes aegypti é o aspersão dos inseticidas organofosforados, altamente tóxicos para homens, animais e plantas. Que tal colaborarmos, repassando a msg e aplicando a borra de café??? 

Checagem

É fato que há um estudo sobre o assunto. Porém, falar que a “solução para a doença” seria o produto já é outra coisa. Por isso, vamos responder às seguintes perguntas para fazer a checagem do conteúdo: 1) É verdade que um estudo aponta a borra de café como repelente do mosquito da dengue? 2) Isso significa que a borra de café seja a melhor solução como repelente do aedes aegypti? 3) O que autoridades no assunto falam sobre o produto para espantar o mosquito da dengue?

É verdade que um estudo aponta a borra de café como repelente do mosquito da dengue?

Sim. O estudo foi desenvolvido (conforme mostra corretamente a mensagem) por uma mestranda da Unesp no ano de 2003. O artigo pode ser lido aqui e, na época, virou notícia por conta de abertura da possibilidade para o combate ao mosquito da dengue.

Isso significa que a borra de café seja a melhor solução como repelente do aedes aegypti?

Apesar do estudo, não é possível cravar que a solução definitiva para o aedes aegypti seja a borra de café. A própria conclusão do estudo é muito cuidadosa ao falar sobre isso (algo que não ocorreu em matérias e mensagens posteriores). Leia:

Os resultados encontrados podem reforçar a indicação da cafeína como uma alternativa aos principais agentes de controle do Ae. aegypti atualmente usados, contra os quais os mosquitos têm desenvolvido resistência.

Tudo que foi escrito foi em hipótese. Infelizmente (conforme apontam estes outros artigos), não houve estudos conclusivos além disso.

Não bastasse isso, a solução apresentada no estudo em questão não é muito produtiva na prática. No mundo ideal, não devemos deixar nada de água acumulado em vasos de plantas (nem água com café tampouco água sem café) e colocar terra teria o mesmo efeito “físico” (de barreira da água) da borra de café.

O que autoridades no assunto falam sobre o produto para espantar o mosquito da dengue?

Até que hajam estudos que apontem para soluções mais eficazes com o uso da cafeína, as autoridades em saúde não recomendam a borra de café como uma solução. Veja o que dizem as secretarias de Saúde do Paraná e do Espírito Santo:

PR: Não há comprovação de eficácia da borra de café na água das plantas nem sobre a terra no combate ao mosquito. Pelo contrário, já foi verificado na prática que a larva do Aedes aegypti se desenvolve na água suja de borra de café. Ao invés de usar a borra, tente eliminar os pratos dos vasos, ou coloque areia até as bordas para eliminar a água. Lave também os pratos com bucha e sabão semanalmente. Isso é eficaz contra a dengue.

ES: Ao contrário do que muita gente acredita, aplicar borra de café na água das plantas e sobre a terra não ajuda a combater o mosquito transmissor da dengue. A eficácia da borra de café não foi comprovada e a sua utilização não simplifica os cuidados recomendados, que são a eliminação de pratos junto aos vasos de plantas, a colocação de areia até as bordas dos pratos para eliminar a água e lavar pratos com buchas e sabão semanalmente.

Conclusão

Boato sem comprovação 👎

Por que iríamos tentar algo mirabolante em vez de algo simples? Com base nisso, podemos apontar que a borra de café (apesar de o estudo em questão ser real) não é a melhor solução para a questão do aedes aegypti e vasos de planta. Até que a ciência prove o contrário, tudo não passa de um boato sem comprovação.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).