Adultos têm que tomar a vacina contra o sarampo mesmo tendo se vacinado na infância #boato

Boato – Todas as pessoas adultas de até 29 anos têm que tomar a vacina contra o sarampo (tríplice viral) mesmo que já tenham se vacinado na infância. 

Nos últimos tempos, o Brasil tem vivido algumas ameaças outrora superadas. Graças à deficiência em obter êxito em campanhas da vacinação (não podemos provar, mas algo nos diz que os boatos na internet têm muito peso nisso), doenças erradicadas no Brasil voltaram a nos ameaçar. Uma delas é o sarampo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2rJGq2y

Confira o nosso Instagram:

Instagram

No ano passado, o Brasil voltou a ter casos de sarampo. A partir daí, uma nova campanha de vacinação (contra sarampo e pólio) foi lançada pelo governo. Bastou isso para um novo boato circular online.

Ao contrário do que a maioria das fake news relacionadas a vacinas aponta, a história que viralizou não fala para as pessoas “pararem” de tomar a vacina. Ela para “todos se vacinarem”. Leia a mensagem que circula online:

CAMPANHA de VACINAÇãO: Pessoas adultas até 29 anos tem que tomar 2 doses da vacina contra sarampo (tríplice viral) mesmo que vacinado na infância, tendo cartão de vacina ou não . 30 anos até 49 tomar 1 dose da vacina. Acima de 50 não precisam pq provavelmente tiveram contato com a doença. Os postos de saúde já estão vacinando.Vamos nos vacinar , avisar a família e amigos

Todos os adultos com menos de 50 anos precisam atualizar a vacina contra o sarampo. Menores de 49 anos, uma dose Menores de 30 anos, duas doses. Sarampo mata! Divulgue.

Adultos têm que tomar vacina contra o sarampo mesmo tendo se vacinado na infância?

Ficamos felizes de as pessoas, de fato, estarem preocupadas com a vacinação contra o sarampo (espero que esse sentimento prossiga quando começarem a circular boatos contra a vacina que, podem ter certeza, em algum momento vão aparecer na internet). Só tem um problema nisso: o texto que circula online tem um erro básico de informação. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

É importante que todas as pessoas de até 29 anos de idade tenham tomado duas doses da vacina contra o sarampo. Também é fato que pessoas de 30 a 49 anos tenham tomado uma dose da vacina. Agora, se a pessoa já tomou a tríplice viral SCR (que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola) na infância não precisa tomar novamente.

Fontes confiáveis da mídia também endossam a informação de que as pessoas que já tomaram a vacina não precisam se vacinar: “Caso tenha recebido a primeira dose da tríplice viral aos 12 meses e, aos 15 meses, o reforço com a vacina da tetra viral (além da proteção contra sarampo, caxumba e rubéola, varicela), não é necessária uma nova vacinação”, diz essa matéria da Gazeta do Povo.

Mas você deve estar se perguntando: tem algum problema tomar uma nova dose da vacina contra o sarampo se você já tomou na infância? A resposta é não e sim. Nesta matéria do UOL, há a informação de que a pessoa não terá nenhum problema de saúde se se imunizar novamente. “Mesmo nesses casos, não há nenhum problema em tomar a vacina. Uma dose a mais não faz mal”, diz a matéria.

Mas se não há nenhum mal para as pessoas, pode haver um mal para os serviços de saúde. Imagine só se esta informação “pega” e todas as pessoas resolvem correr aos postos de saúde para tomar uma nova dose da vacina contra o sarampo mesmo sem ela ser necessária? É possível que o estoque se esgote e que pessoas (inclusive crianças) que, de fato, estão precisando da vacina fiquem sem ela.

Resumindo: se você tem até 29 anos e não tomou a tríplice viral ou não se lembra de ter tomado, vá até o posto de vacinação. Agora se você tem certeza que já tomou a vacina contra o sarampo, não precisa se imunizar novamente. Tanto para um como para outro grupo, uma coisa é importante: não compartilhe o texto que está viralizando online. Ele está, no mínimo, impreciso.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)