Taxista que chamou Jesus de “vagabundo e mentiroso” morre em acidente #boato

Boato – Primeiro, um taxista apareceu falando que Jesus Cristo é um “vagabundo, mentiroso, sanguinário e terrorista” Depois, ele morreu em um acidente em Fortaleza.

Vídeos envolvendo religião sempre causam polêmicas na internet. Imagina o que acontece se uma filmagem de cidadão falando que Jesus Cristo era um “mentiroso e vagabundo” cai na internet. É claro que o resultado seria um viral e, consequentemente, um boato.

Um vídeo (que não vamos publicar aqui) de um homem chamando Jesus de “vagabundo, mentiroso, sanguinário e terrorista” chocou alguns religiosos. Muitos, porém, ficaram “aliviados” ao saber que a “justiça” teria sido feita. Sim, porque não demorou muito para começar a circular a informação de que o tal taxista, morador de Fortaleza, teria morrido em um acidente. Leia o texto que circula online:

MAIS UM ACIDENTE FATAL. Taxista que falou que Jesus era um mentiroso terrorista e disse também que tem varias passagem na bíblia que Jesus mente, e poderia provar isso… morre em acidente fatal nessa semana em Fortaleza… Acho que esse cidadão vai ter que provar pessoalmente com o homem. COM DEUS NÃO SE BRINCA.

Taxista que chamou Jesus de “vagabundo e mentiroso” morre em acidente?

Por incrível que pareça, a notícia que o taxista havia morrido se espalhou mais do que o vídeo do homem xingando Jesus. Mas será mesmo que a história que aponta que o taxista morreu após gravar o vídeo é real? A resposta é não. Vamos aos fatos.

A gente consegue desvendar o mistério com a ajuda da imagem que acompanha a mensagem no WhatsApp. De acordo com as nossas pesquisas, ela é de um acidente ocorrido no ano de 2013 em Rondônia. Na ocasião, duas pessoas morreram em um acidente na cidade de Colorado do Oeste.

Fazendo uma comparação, descobrimos que o vídeo do homem xingando Jesus foi gravado nesta semana. Não há registros anteriores dele na internet. Isso nos leva a conclusão de que o homem da imagem não pode ser o taxista que gravou o vídeo, salvo a hipótese de ele ter morrido em 2013, ressuscitado, ido morar em Fortaleza e gravado o vídeo em 2017.

Só para sacramentar que a história é falsa: o homem que gravou o vídeo não tem nada a ver com a vítima do acidente de táxi. O estilo dos táxis também não tem semelhança alguma. O do vídeo tem uma faixa vermelha lateral. Já o da imagem tem uma faixa verde e outra vermelha.

Resumindo: a história que aponta que o homem que chamou Jesus de “vagabundo, mentiroso, sanguinário e terrorista” morreu em um acidente é falsa. Pare de compartilhar a história. Você só vai estar dando publicidade para quem prega a intolerância religiosa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Henrique Melo e de diversos leitores pelo WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)