Pastor é preso após organizar “festinha” evangélica #boato

Boato – O pastor Gilbran Henrique foi preso na cidade de João Monlevade, em Minas Gerais, após organizar uma “festinha evangélica”.

De acordo com uma notícia que circula na web, pois a tal da “festinha evangélica” aconteceu! Foi em Minas Gerais, na cidade de João Monlevade, que o pastor Gilbran Henrique de 36 anos convencia os fieis a se despirem de suas roupas e de sua moral.

O pastor foi preso após denúncias de que estaria promovendo encontros adultos na Igreja do Reavivamento Divino. As testemunhas foram ouvidas na 27ª Delegacia Regional João Monlevade e os depoimentos são bizarros. Leia a notícia:

Giovana Duarte Sarmento, estudante de 27 anos disse em depoimento que o pastor selecionava as moças e rapazes de beleza mais evidente para os “encontros de aprofundamento”, nestes encontros ele afirmava que para entrar em conexão direta com Deus precisariam tirar as roupas e tomar o sangue de Cristo, que era representado por cálices de Cabernet Sauvignon.

Depois de dezenas de cálices de vinho o pastor Gibran promovia a chamada ‘comunhão com os irmãos’, que segundo depoimento de Letícia Duila Cabral, radialista de 26 anos, seria uma espécie de abraço coletivo onde todos deveriam sentir integralmente o corpo dos irmãos.

O depoimento mais chocante foi o da enfermeira Melissa Farias, que aos 32 anos viveu momentos de horror que jamais deseja lembrar. Segundo ela o pastor Gibran dizia que quem quer ser amado precisa amar, que era preciso amar ao próximo como a ti mesmo. . 

A história gerou muita polêmica e vários sites e blogs compartilharam a notícia, publicada primeiramente pelo Tramado por Mulheres. Mas, um detalhe, que faz toda diferença, foi deixado de lado na hora de divulgar o ocorrido.

É só observar em que categoria a notícia se encaixa no site: “Bizarro, Blá blá blá, Jornalismo Mentira”. Bom, isso explica um bocado. A “festinha” evangélica na verdade nem existe! Só mais uma historinha pra apavorar os religiosos e até pra desconsertar os que não tem crença.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet