Papa diz que Jesus fracassou na cruz, diz informação errada

Boato – Em discurso na Catedral de São Patrício, nos Estados Unidos, Papa Francisco afirma que Jesus Cristo fracassou.

Já ouviram falar daquela expressão ‘o papa é pop’? A frase tirada da música dos Engenheiros do Hawaii combina bem com o Papa Francisco. O homem está em alta, seja por causa de ações históricas como reconhecer a Palestina como estado ou por causa de seus discursos sobre tolerância e humildade na Igreja.

Informação errada se espalha sobre fala do Papa Francisco nos EUA
Informação errada se espalha sobre fala do Papa Francisco nos EUA

A cada frase do pontífice temos inúmeras notícias repercutindo nos grandes meios e histórias pipocando na internet, em acordo e desacordo. Depois de ser execrado por chamar muçulmanos de irmãos e reconhecer que não cabe a ele julgar homossexuais que buscam a Igreja, o líder do Vaticano está sendo acusado de desmerecer Cristo.

A história da vez afirma que o Papa Francisco disse que Jesus fracassou na cruz e que isso é, inclusive, mais um sinal de que ele é o anticristo descrito no livro do Apocalipse.

Confira o trecho:

‘Mais uma loucura herética deste falso profeta socialista…

“E (a besta) abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.” Apocalipse 13:6

Após se referir ao muçulmanos como “irmãos” (que adoram o mesmo Deus), Bergoglio compara as falhas humanas ao realizar esse trabalho com a Cruz de Cristo, que muitas vezes parece não dar fruto, mas que somos seguidores de Jesus Cristo, e que a vida de Jesus – humanamente falando – terminou em fracasso, o “Fracasso da Cruz”.

OOOPS…Foi isso mesmo que o Papa falou? Busquei na Internet a transcrição do seu sermão e confirmei que era isso mesmo que ele havia dito.

Fiquei pensando: “Eu não compreendo como um homem que se diz conhecedor das Escrituras possa dizer tal coisa”.

A morte de Jesus – mesmo humanamente falando – não foi um fracasso. É como se Ele tivesse tentado fazer algo e não conseguiu e acabou morrendo na cruz. A cruz era o objetivo final, Ele veio para isso. Sendo Deus encarnado, Ele pagou pelos nossos pecados nos reconciliando com o Pai, fazendo exatamente aquilo que Ele veio fazer, ou seja, morrer na cruz para se cumprir tudo o que estava escrito na Lei de Moises e dos Profetas. (Mateus 24:44)

Nenhum apóstolo, chamou a cruz de fracasso. Jesus sofreu a vergonha da cruz, (Hebreus 12:2) a maldição da cruz, (Gal 3:13) mas não o fracasso da cruz por que eles sabiam que a cruz não tinha sido um fracasso. […]’

Antes de continuar com o texto, deixemos claro que sim, o Papa Francisco falou que Jesus Cristo fracassou na cruz. É só conferir na homilia.

‘Meu Deus é o fim dos tempos mesmo’, dirão, mas não é. O que temos aqui é só mais um caso de interpretação dúbia movida por interesses e crenças particulares. Fosse a frase o escândalo que estão pintando ela teria sido notícia no mundo todo, como outras do Papa. Mas não, só apareceram em postagens de julgamento com teor religioso.

Jhimmy Akin, um especialista em Teologia e explicações sobre a Fé foi categórico ao dizer que o papa sofre constantemente de um mal mundano – ser mal interpretado. Segundo o especialista o problema todo nessa história foi erro de interpretação.

Em sua homilia o pontífice discursou sobre as dificuldades da vida e sobre o constante sentimento de que não obtemos sucesso, quando na verdade nos planos de Deus estamos no caminho certo. O fatídico trecho foi o seguinte:

‘[…] A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz.’

Conforme explicado por Akin, e lendo adequadamente a homilia, percebe-se que o papa fez uma comparação. Quis dizer que ‘humanamente falando’ a cruz é um fracasso (e como não seria, era uma das piores maneiras para se morrer na Roma Antiga  e atribuída aos piores criminosos), mas vista conforme os planos de Deus (os cristãos acreditam que a missão de Jesus era morrer para lavar nossos pecados) não houve fracasso. Está bem ali, pessoal, no início da frase – ‘a cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso’.

Interpretação, essa na verdade foi a questão chave e não uma crítica do Papa, que segundo os católicos é o representante de Cristo na Terra. Seria atirar no próprio pé desmerece-lo, não?

Pois é isso. Agora vai de cada um acreditar na versão apocalíptica e demoníaca da coisa ou não. No fim, ‘pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem’ (Lc, 23:34).

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)