Padre Fábio de Melo é excluído da Igreja Católica, diz notícia falsa

Boato – Depois de condenar Maria em declarações polêmicas, padre Fábio de Melo é expulso da Igreja Católica e chorou por causa de declarações de fieis.

A variedade de boatos na internet é tão grande que, ás vezes, eles acabam se repetindo ou sendo contados de outra forma. É o caso da história que dá conta que o padre Fábio de Melo teria sido expulso da Igreja Católica após fazer declarações polêmicas sobre Maria. Por duas, oportunidades já desmentimos a história aqui no Boatos.org. A primeira falava que ele era um “ex-padre”. Já a segunda apontava que ele havia sido amaldiçoado.

Fábio de Melo é excluído da Igreja Católica, diz boato
Fábio de Melo é excluído da Igreja Católica, diz boato

Pois bem, a história que vamos desmentir hoje não é muito diferente. Desta vez, o boato aponta que Fábio de Melo teria sido “excluído” da Igreja Católica. Infelizmente, temos que desmentir a informação novamente para competir com as histórias falsas que circulam na web. Sendo assim, leia como é o texto, que circulou em blogs na web, Facebook e WhatsApp:

Excluído da Igreja Católica, padre Fábio De Melo chora pelas declarações dos fiéis

O que restou ao padre Fábio Melo foi chorar, e cair em uma tristeza sem fim, depois de palavras de humilhação vindas dos seus fieis. A humilhação foi que os fieis o consideraram um ex-padre, por declarações que ele haveria feito que ao ver dos fieis não foram aceitas, e por isso ele foi excomungado.

Os católicos viram como uma blasfêmia a critica que o padre fez a Maria, Durante o seu programa. O padre declarou abertamente ser contra essa adoração excessiva a Maria. “Quem salva é Deus e não Maria, Maria era humana e não pode salvar ninguém” argumentou o Padre.

Os católicos ficaram revoltados, pelo fato de que o padre é um grande conhecedor da palavra, e o assunto foi acabar com a intervenção do Padre São Francisco que falou; ”o Padre Fábio de Melo não ama Maria”, e fazendo uma ressalva ele completa, “É um órfão, quem não ama Maria.”

O padre depois de lágrimas e tristeza pelo ocorrido pediu aos fieis para que não deixem que o cristianismo seja por baixo nivelado no Brasil. O que ele tem esperança, é que se mude a mentalidade do povo, e afirma que “É Jesus que nos salva, ele é nosso único salvador e nos liberta”.

O texto descrito acima é muito parecido com os outros que circularam na internet acerca do assunto. A maior diferença está na informação de que Fábio de Melo teria falado mal de Maria durante o seu programa de TV (antes a informação apontava que seria em uma missa) e a aspa do papa Francisco dizendo que ele não ama Maria. Como o resto já tinha sido desmentido antes, vamos focar nessas informações e na teoria de que ele havia sido expulso.

Assim como na história que diz que ele falou mal de Maria em uma missa, não foi isso que aconteceu. Em momento algum ele criticou Maria (como, por exemplo, pastores evangélicos costumam fazer). O que ele fez, no máximo foi criticar a idolatria excessiva à santa. Nada mais normal já que o fanatismo realmente não é o caminho.

O segundo ponto diz respeito ao que o papa Francisco teria dito do padre brasileiro. Ela simplesmente nunca existiu. Ao procurar sobre a fonte da informação, só encontramos blogs que dizem a respeito do assunto. Ou seja, nenhuma declaração na imprensa ou mesmo de sites e contas oficiais do papa.

Por fim, Fábio de Melo não foi expulso da Igreja Católica. Periodicamente, ele participa de programas de TV e realiza missas transmitidas pela Canção Nova. Se ele tivesse sido expulso não estaria se apresentando como padre.

Sendo assim, podemos afirmar, mais uma vez, que Fábio de Melo não foi excluído da Igreja Católica. E se ele não foi excluído, obviamente não chorou por causa disso. Ou seja, tudo não passa de mais um boato sobre ele.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet