Notícia falsa: Igreja Universal colocará fieis devedores no SPC e Serasa

Boato – Edir Macedo prometeu colocar os fieis que não pagarem dízimo no cadastro do SPC e do Serasa.

Na primeira semana de março, um dos alvos mais visados dos boatos da web tem sido a Igreja Universal do Reino de Deus. Entre as histórias sobre a IURD e o seu líder Edir Macedo, circula a informação de que ele vai colocar no SPC e no Serasa todas as pessoas que não pagarem o dízimo corretamente.

Edir Macedo colocará devedores no SPC, diz notícia falsa
Edir Macedo colocará devedores no SPC, diz notícia falsa

A notícia foi publicada há algum tempo na internet, mas voltou após circular no site Notícias da Atualidade (o mesmo que publicou a informação sobre o fim do mundo). Leia trechos do texto:

Igreja colocará fieis devedores no SPC e Serasa

Igreja Universal vai enviar para o SPC/SERASA os fieis que estão com o pagamento do dízimo em atraso. A medida tomada pelos bispos com o objetivo de reduzir a inadimplência por parte dos fiéis.

Quem estiver devendo o dízimo e não quiser ter o nome incluso no SPC ou SERASA, deve entrar em contato com a Universal para renegociar a dívida, podendo parcelar no cartão de crédito o débito, com uma baixa taxa de juros de 72% ao mês.

Além da inclusão dos devedores no SPC e SERASA, a diretoria financeira pretende também cobrar multa, de rescisão de contrato, caso um fiel troque a Universal por outra igreja.

A informação que circulou na internet ajudou a deixar a barra da Universal (que não é das mais limpas) mais suja. Mas, desta vez, o bispo Edir Macedo é inocente. Apesar da notícia ser publicada em diversos sites, ela foi criada no G17. Para quem não sabe, o G17 é um site que só publica notícias falsas. Aqui no Boatos.org, já desmentimos algumas matérias publicadas lá como, por exemplo, a do Goku Seja Louvado e da construção da Arca de Noé.

À época da publicação, em 2011, a própria Igreja Universal veio à internet para desmentir a história. De acordo com o texto, que pode ser lido aqui, tudo foi criado por uma mídia mentirosa e o dízimo é feito por livre e espontânea vontade. Resumindo: a informação de que a Igreja Universal vai colocar devedores no dízimo é falsa.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet