Mentira: marido comete suicídio após saber que esposa o traía com pastor

Boato – Um marido cometeu suicídio após fotos de sua esposa com o pastor da Igreja vazarem na internet.

Na segunda semana do mês de maio de 2015, imagens de um pastor da cidade de Vilhena Rondônia) e uma mulher que seria cantora da igreja caíram na internet. Dias após a viralização do material, começou a aparecer uma outra “imagem informação” na web: a de que o marido da personagem do “escândalo” teria cometido suicídio após saber que a mulher o traía com o pastor da Igreja.

Uma montagem da cena, da mulher cantando na igreja e do homem que teria se suicidado circularam com a seguinte informação (optamos por ocultar os nomes dos personagens da história):

Marido comete suicídio ao saber que esposa o traía com o pastor da igrejaO marido da jovem …, que acabou postando fotos suas com o pastor de sua igreja, cometeu suicídio, segundo informou alguns sites no início da tarde desta quarta-feira (20). Trata-se de um caso extra conjugal de um pastor do município de Vilhena, em Rondônia, com uma cantora da Assembléia de Deus. […]

A igreja Presbiteriana Renovada de Vilhena esclareceu os fatos. De acordo com Fernando Paulo, que é o Pastor presidente da igreja no município, … deixou de ser pastor faz alguns anos, e era apenas membro. Seguindo a legislação da igreja, … foi desligado da instituição. […]

Primeiro ponto: a gente não tem nada a ver com a vida pessoal do pastor (ou ex-pastor) e da “fiel” dele. Isso é problema de quem acreditou no que ele falava na Igreja. Ponto. Também não temos nada a ver com a informação de ele ser casado. Ele que se acerte com a mulher dele. Vamos ao ponto que nos interessa: o marido se matou mesmo?

A resposta é não. Na realidade, o homem que aparece nas imagens divulgadas na web realmente cometeu suicídio. Porém, ele nada tem a ver com a história contada anteriormente. Ele era morador da cidade de Porto Nacional, em Tocantins.

Vamos à lógica: como ele poderia ser casado com a mulher que apareceu no vídeo se moram a cerca de 2.000 km de distância. Sim, até é possível, mas é inverossímil. Para jogar uma pá de cal na história, há o fato da menina ter o status de solteira no Facebook.

Resumindo: não houve suicídio algum relacionado às imagens que circularam na internet do pastor (ou ex-pastor) e a fiel. História falsa.

PS: refletimos muito sobre fazer essa pauta por causa da exposição exagerada (principalmente da mulher) das pessoas que formam a imagem. Como vimos que era uma informação importante de ser desmentida, resolvemos ocultar a identidade dos personagens da história.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)