Igreja vende suco ungido por R$1000,00 #boato

Boato – Pastor da Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus vende suco ungido por R$ 1000,00 em seus cultos.

A quantidade de vertentes evangélicas neo-pentecostais no Brasil deu um salto vertiginoso nas últimas décadas. As pesquisas mostram que ano a ano aumentam os evangélicos no país, mas os estudos não dão conta de diferenciar de qual ramificação esses fieis são.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/39Tje3u

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Só para ter noção, uma busca com a palavra ‘culto’ no Youtube (do Brasil) resulta em centenas de vídeos de igrejas diferentes, tamanha a pluralidade que ‘reina’ sobre nós. E nessa diversidade toda de religiões, muitas são as histórias que surgem na web sobre as igrejas.

Boato diz que Igreja está cobrando mil reais por suco de uva ungido
Boato diz que Igreja está cobrando mil reais por suco de uva ungido

Ultimamente, está se espalhando com força a notícia de que a Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus vende suco de uva ungido por R$1000,00. Em tom de denúncia, a matéria afirma que o pastor Agenor Duque e sua esposa Ingrid Duque, vendem o suco durante os cultos que ministram. Confira:

A falsa denominação autointitulada de Apostólica Plenitude do Trono de Deus, está oferecendo suco de uva ungido pela bagatela de R$ 1.000,00!

A noticia foi muito comentada na web ao mostrar a imagem dos ”pastores” Agenor e Ingrid Duque abençoando e orando com as mãos e os braços dentro de um recipiente que continha suco de uva.

A campanha foi organizada pelo pastor e sua esposa.

[…]

Essa igreja poderia se chamar ”plenitude das heresias”, pois estes vagabundos ao invés de irem trabalhar, usam o nome de DEUS para lucrar muito dinheiro ao seu favor. O que mais assusta, é que as pessoas caem nestes golpes! As escrituras avisam sobre estes falsos profetas em diversas partes! […]

Igreja vende suco ungido por R$ 1.000,00?

A matéria prossegue com indignação e citações públicas sobre falsos profetas. Mas o importante é saber que até o momento não há nenhuma prova de que essa história de suco de uva ungido e vendido por R$1000,00 seja real.

Essa história de suco inflacionado surgiu no Sacizento, em maio de 2015, e acabou sendo replicada por inúmeros sites. Como bem sabemos, o Sacizento é assumidamente um espaço de postagem de ironias e sátiras sobre o mundo.

Também é válido saber o seguinte: o pastor Agenor Duque e sua esposa são conhecidos na mídia. Já figuraram em notícias várias vezes por acontecimentos polêmicos em seus cultos – como adivinhações e pragas rogadas a fieis que discordam de suas pregações. Mas, principalmente, chamaram a atenção da imprensa pela rápida ascensão financeira que tiveram.

Em uma grande reportagem, a revista Época destrinchou os mistérios do casal Duque e foi a fundo sobre o sistema de coleta de dinheiro do pastor e sua esposa. De fato, eles possuem bens muito caros (como Porsche e jatinho) e pedem até mesmo pelo décimo salário dos fieis. No entanto, nessa mesma reportagem investigativa nada foi dito sobre cobranças de R$1000,00 por suco ungido.

Sobre a imagem compartilhada junto com a notícia, realmente trata-se de uma foto tirada durante um culto do pastor Agenor Duque. A foto o mostra ungindo grandes taças de suco, mas segundo a assessoria da própria Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus, este foi utilizado para que os participantes do culto ungissem seus pertences, nada mais.

Vale lembrar que histórias muito parecidas já foram desmentidas aqui no Boatos.org, mudando-se apenas alguns detalhes. Foi o caso das vassouras ungidas que custavam R$1000,00 e da água do rio Nilo, supostamente vendida pela Igreja Universal. A primeira veio, inclusive, do Sacizento.

Então, não há nenhuma prova (até o momento) de que o pastor da Igreja Apostólica da Plenitude do Trono de Deus esteja vendendo suco de uva ungido a preços absurdos. Essa parte é boato, embora, com a licença de poder expressar uma opinião particular – infelizmente todo o resto não é.

PS: Esse artigo foi uma sugestão da leitora Patrícia Santana. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)