Boneco Furby é do diabo, satânico e ligado ao suicídio #boato

Boato – Pastor alerta que boneco Furby, distribuído pelo MCLanche Feliz, é do diabo, satânico e ligado ao suicídio.

Se você tem mais de 30 anos, provavelmente, se lembra do Furby. Sucesso nos anos 90, o brinquedo interativo conquistou muitas crianças com sua língua “furbense”. Em 2013, o bichinho felpudo foi relançado com novas funções: sensores de movimento, interação com smartphones e aprendizado espontâneo.

Agora, os (não mais) saudosos Furbies se tornaram tema dos brinquedos de brinde encontrados no MCLanche Feliz com a coleção Furby Connect. Porém, de acordo com um áudio que tem circulado no WhatsApp, ao receber o brinquedo, o diabo e coisas ocultas vem de brinde. Leia trechos do áudio:

A paz do senhor meus irmãos! Aqui quem fala é o pastor e eu quero dar um alerta sobre o brinquedo que o MCLanche Feliz está distribuindo para as crianças um desenho altamente satânico, chamado Furby Connect.

Meus irmãos esse brinquedo está relacionado ao satanismo e muito ocultismo. Esse boneco provoca suicídio, tortura, crise de pânico e gera nas crianças um medo absurdo dentro de casa. Se você estudar sobre esse brinquedo na internet, você vai ver que os brinquedos que estão sendo distribuídos no MCLanche Feliz eles não falam, mas os bonecos do Furby falam e tem dupla personalidade ao mesmo tempo que eles são bonzinhos também podem ficar nervosos.

Se você ver esse boneco ficando nervoso, você vai ver que ele fica possesso de demônios. Cria imagem no olho deles. Cria o olho de horus, que é o olho de Lucífer chorando por aqueles que não está ao seu alcance. Ele também fica mal e fala palavrão. Este boneco tem relação com suicídio, porque ele vem de uma geração de suicidas e é como se eles descem continuidade…

Boneco Furby é do diabo, satânico e ligado ao suicídio?

O alerta do pastor é claro: Furby é do diabo, satânico e ligado ao suicídio. O nosso também: a história é falsa. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Primeiramente, a própria forma como a história se espalhou já indica que se trata de um boato. Além disso, a história está muito mal explicada. Ela não cita locais, é alarmista e, ao pesquisarmos sobre o caso, não encontramos nada que prove que o brinquedo é satânico. O máximo que encontramos foram zoeiras relacionadas ao bichinho, como essa do Buzzfeed.

Como vocês devem imaginar, também não existe nenhuma informação sobre suicídio. Dito isso, saiba que até existe uma história de que os bonecos emitiam sons estranhos antes de parar, mas foi negada pela empresa. Nenhuma criança se matou por causa disso.

Sobre a dupla personalidade, ao contrário do que se imagina, é real. Mas faz parte de uma das funções do brinquedo, que responde de acordo com os estímulos dados a ele. Ou seja, a personalidade dele depende da forma que você o trata. Vale lembrar, que todas essas funções (até a voz) são explicadas no manual. Ou seja, nada que surpreenda quem o leu.

Resumindo: a história de que o boneco Furby é do diabo, satânico e ligado ao suicídio é #boato. Quem não gostar ou achar que é assustador para crianças pequenas tem a opção de não comprar. Agora não precisar espalhar que é do diabo. Até porque não há provas disso e, nunca se esqueça, o ônus da prova é de quem acusa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores de Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.