Falácia: pastor diz que criança que nasce de parto normal precisa ser batizada

Boato – Ao nascer de parto normal, bebês encostam na mãe e se tornam impuras. É precisa purificá-las o mais rápido possível.

Se você ainda duvidava que a internet é recheada de absurdos, com certeza não vai duvidar mais! E esse milagre você pode atribuir a um pastor! O Pastor Online! Além disso, você vai ficar impressionado com a capacidade que o ser humano tem de inventar tolices. O que gera todo esse desconforto? A seguinte publicação, publicada no Facebook:

“Crianças que nasceram por parto normal devem ser batizadas o mais rápido possível! Ao nascer, o p.. do bebê encosta na v… da mãe logo ele não nasceu virgem, tornando-se um impuro! Se você conhece algum bebê que nasceu por parto normal, encaminhe-o ao pastor mais próximo, e participe dessa campanha contra métodos impuros de nascimento!”

“ALÉM DISSO, É IMPORTANTE QUE OS PAIS NAO TOQUEM NOS GENITALS DE SEUS FILIOS DURANTE A TROCA DE FRAUDAS, POIS BEBÊS TAMBEM FICÃO ESSITADOS. A DEPENDER DA REGIÃO QUE FOR TOCADA, SEU FILIO AINDA CORRE UM CÉRIO RISCO DE SE TORNAR HOMENSSEXUAL”.

Vamos ao primeiro ponto: claro que a história é absurda. Apesar disso, algumas pessoas acreditarem na balela. Caso você seja uma delas, vamos aos fatos. O texto tem vários erros ortográficos “GENITALS”, “FILIOS” “HOMENSSEXUAL” (porque vocês sabem que existe mulhersexual). Um dos comentários da postagem diz “eu não sei o que é pior, sua falta de conhecimento ou seu português”. Quem acompanha o Boatos.org sabe que esse erros de português são um grande indício de informações falsas.

Em relação à história. Vamos lembrar que antigamente nem existia cesariana, e aí? Todos eram impuros naquela época? Foi só no século XVIII que esse tipo de parto tornou-se uma prática obstétrica, mas era feito somente em casos muito especiais, pois a incidência de morte materna era muito alta.

Ou seja, o parto normal tem vantagens sobre a cesariana. O corpo da mulher foi preparado para isso, a recuperação é muito mais rápida, há menor chance de hematomas ou infecções, menor risco de complicações para a mãe e menor chance de dor pélvica crônica. Existe, inclusive, uma campanha no Brasil para se diminuir o número de partos por cesariana.

Vamos ao segundo ponto. Não, nenhum pastor falou isso. Apesar de alguns dizerem coisas muito estranhas, desta vez a barra está limpa. O perfil Pastor Online é, justamente, uma paródia. Isso nota lendo o resto do texto, que tem outras provocações. Olha o que o Pastor Online segue dizendo:

Gente, se for assim, deus livre as crianças de serem amamentadas com leite materno direto da fonte, não é? O contato com o seio da mãe pode excitar o bebê e sabe-se lá o que pode acontecer com essa pobre criaturinha, não é mesmo?

Neste caso, talvez a piada não tenha sido tão feliz. Mas chegamos a duas conclusões. 1) nenhum pastor falou nada contra o parto normal (por enquanto) e 2) o parto normal não torna ninguém pecador.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)