Dona de centro de magia negra é presa por sacrificar crianças em rituais #boato

Boato – Fotos mostram crianças sendo sacrificadas durante rituais em centro de magia negra em Campo Grande (MS), Gravataí (RS) e outras cidades. Polícia prendeu dona do local.

As notícias falsas podem trazer inúmeras consequências. Uma das mais graves delas é fazer com que a segurança de pessoas expostas fique em risco. Há outras como a divulgação de imagens bizarras de forma “gratuita” e o aumento da intolerância religiosa. Tudo isso pode ser visto na história de hoje.

De acordo com uma mensagem que viralizou no WhatsApp, a polícia prendeu a dona de um centro de magia negra que realizava sacrifícios de crianças. Para além das fotos da “polícia prendendo a dona do local”, há imagens bizarras de pedaços de corpos, crianças torturadas e culto ao diabo.

Vimos versões genéricas (sem dizer onde a história teria acontecido) e versões falando a cidade. Em alguns casos, Campo Grande (MS) e Gravataí (RS) (é possível que tenham outras) foram descritas. Leia a mensagem que circula online:

Polícia civil  em operação, prendeu a dona de uma residência,  que funcionava , como centro de magia negra , cenas macabras e cruéis,  trabalho de oferenda ,com criancinhas, covardia total . Pra quem não acredita em sumiço de crianças para sacrifício em magia negra! Vamos está cada vez mais de nas nossas crianças! Operação realizada pela polícia cívil, fonte segura! Por isso tantas crianças estão sumindo tá repreendido em nome de Jesus

Polícia prendeu dona de centro de magia negra que sacrificava crianças em rituais?

As imagens se espalharam muito pela internet. Mas será que elas ilustram a prisão de uma mulher por realizar rituais de magia negra e esquartejar crianças? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Antes de falar das imagens (carro-chefe do desmentido), vamos falar do texto. Da forma que é apresentado, tem toda a cara e jeito de boato (vago, alarmista, com erros de português, pedido de compartilhamento e sem citar fontes confiáveis). Ao buscar sobre o assunto, achamos (pasmem!) um erro feio da imprensa.

Toda a “trama” que está circulando no WhatsApp se baseia em um caso que teve repercussão no início do ano. À época, quatro pessoas de Gravataí (RS) haviam sido acusadas de matar duas crianças. Um mês depois, sem tanta repercussão, se descobriu que testemunhas haviam, tipo assim, mentido. A polícia estava seguindo uma linha de transmissão errada e a mídia havia (sem querer) criado um boato.

Ok. Já vimos que a história da prisão é velha, mal contada e nasceu de um erro da polícia e da imprensa. Mas como a internet sempre consegue “melhorar” as coisas (só que não), juntaram uma série de fotos sem relação alguma com a história só para que o “causo” fosse mais facilmente viralizado.

Agora vamos às fotos (no total, 10 foram relacionadas ao caso). Vamos começar com as que erraram “só um pouco”. Elas são de prisão da esposa do homem que havia sido acusado de matar as crianças. Detalhe: ela não é acusada do crime. Ela foi presa em 12 de janeiro de 2018 por furto de energia, o famoso gato. Essa matéria fala sobre o assunto.

Essas quatro fotos são de mulher que foi presa por roubo de energia e não por sacrificar crianças
Essas quatro fotos são de mulher que foi presa por roubo de energia e não por sacrificar crianças

Duas fotos muito fortes de crianças sendo maltratadas também circularam online. Um é de um garoto que foi punido na Tailândia. Outra é das Filipinas e é de uma mãe que postou a foto do filho em uma coleira.

Há também uma foto que seria do local, mas é de uma igreja que cultua Lúcifer e fica na Colômbia. A outra imagem é de um ritual Vudu na África. Por fim, as fotos dos membros das crianças. Uma é de um tailandês (pô, de novo) que faz pães em forma de membros humanos.

A última, de uma criança no balde, não conseguimos achar a origem. Porém, circula faz tempo na web. O leitor Patrick colaborou com o seguinte comentário: “O Caso supostamente ocorreu no Nepal,e diz q a mãe do menino,faminta matou o filho p comê-lo,mas foi pega antes de cozinha-lo…”. Valeu Patrick.

Essas seis fotos são de situações distintas de fora do Brasil
Essas seis fotos são de situações distintas de fora do Brasil

Resumindo: nem a mulher foi presa por causa de rituais satânicos no Brasil nem as fotos são de uma situação descrita na mensagem. Tudo não passou de um misto de diversas informações erradas e inventadas que viralizaram por aí.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Dona de centro de magia negra é presa por sacrificar crianças em rituais #boato

  • 02/07/2018 em 16:33
    Permalink

    Eu sabia que era boato e já alertei os amigos. Mas uma coisa me intriga, existe um pentagrama desenhado no chão da foto da mulher presa por gato.

    Resposta
  • 26/06/2018 em 22:37
    Permalink

    Sobre aquela foto da criança no balde…Upei a foto no site TinEye ,a primeira vez q ela foi upada foi num site árabe( http://www.traidnt.net/vb/traidnt636572/ )…Usando o tradutor,O Caso supostamente ocorreu no Nepal,e diz q a mãe do menino,faminta matou o filho p comê-lo,mas foi pega antes de cozinha-lo…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)