William Waack endossa texto que critica a “resistência” contra Bolsonaro #boato

Boato – William Waack compartilha texto de Bia que critica “resistência” da esquerda contra Bolsonaro e diz que ele resume tudo o que pensa sobre o assunto.

Um ano após ter sido afastado do Jornal da Globo por causa de comentários feitos em 2016,  William Waack centralizou a sua atuação na internet. E, justamente na web, o jornalista voltou, há alguns dias, a ser assunto. Isso porque tem circulado a informação de que o jornalista criticou a “resistência” da esquerda contra Bolsonaro após as eleições.

Um texto com autoria atribuída a Bia (seja lá quem ela for) ganhou força nas redes sociais após um suposto compartilhamento de William Waack. De acordo com a mensagem, o jornalista William Waack disse “não conheço a autora, mas ela disse tudo que penso sobre o assunto”. Confira alguns trechos da publicação:

AFINAL, AONDE ESTAVAM VCS ??????????? R E S I S T Ê N C I A O texto é assinado com o pseudônimo ‘Bia’, e o jornalista William Waack publicou em seu Facebook afirmando: ‘Não conheço a autora, mas ela disse tudo que penso sobre o assunto.

“Tô vendo essa onda de Resistência… Que nojo da cara de pau desse povo! Rio de Janeiro entregue ao tráfico e às milícias e agora resolveram ter medo? Nordeste e São Paulo tomados pelo PCC, matando pai de família e estão apavorados agora? Rio Grande do Sul quebrado, sem dinheiro pra pagar funcionários e vocês estavam resistindo aonde? Nos apês de frente pro mar? Nos Estados Unidos? Ou na Europa? Onde a resistência estava quando 108 policiais foram enterrados só no estado do RJ? […]

William Waack endossou texto que critica a “resistência” contra Bolsonaro?

O texto está se espalhando entre muitas pessoas na internet (principalmente, aquelas que apoiam Bolsonaro). Mas será mesmo que William Waack endossou o tal texto que critica a resistência da esquerda contra o presidente eleito? A resposta é não. Entenda os porquês.

Ao analisar a mensagem, já achamos estranho dizer que se tratava de algo “compartilhado por Willian Waack no Facebook”. Primeiro, porque a mensagem (para além do conteúdo, que não vamos discutir aqui) é muito mal escrita. O texto é repleto de exclamações, onomatopeias e ofensas, o que não faz muito o estilo de escrita do jornalista. Logo, o compartilhamento não faz muito sentido.

Mas não é só isso: o texto, claramente, tem um caráter antipetista e pró-Bolsonaro. Apesar de William Waack não apoiar o PT, o jornalista não chega a expor esse ódio “raivoso” e adjetivado contra a resistência e tampouco apoia abertamente o presidente eleito.

Vale dizer que as próprias análises de perspectiva sobre o novo governo na página do Painel WW, programa semanal de debates comandado pelo jornalista, e em sua coluna no Estadão, como no texto “se esse troço der errado” e no programa “a economia sob Bolsonaro e os militares”, corroboram com a tese. Não é possível ver nenhum apoio explícito do jornalista ao presidente eleito. Em alguns momentos, ele chega até a ser crítico.

Falando em redes sociais, não encontramos nada sobre a tal publicação na página do Facebook de William Waack e muito menos no Painel WW. Em 28 publicações após o resultado do segundo turno das eleições, nenhuma é o compartilhamento do texto que critica a “resistência”.

Resumindo: você pode concordar ou discordar do texto, mas o fato é que William Waack não tem nada a ver com ele. Ou seja, a história é falsa e você caiu em mais um #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)