TSE vendeu a eleição em São Paulo para Boulos e a esquerda #boato

Boato – O TSE vendeu a eleição municipal em São Paulo para o candidato Guilherme Boulos e a esquerda. Foi por isso que houve atraso nas urnas.

Agora, podemos dizer que o primeiro turno das eleições municipais 2020 está completo. Falamos isso porque, assim como em todo acontecimento impactante (seja no mundo do esporte ou da política), o famoso texto do “escândalo que todo mundo suspeitava” começou a circular na internet.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

De acordo com a mensagem, o TSE vendeu as eleições 2020 para Gulherme Boulos e a esquerda. O texto cita o atraso do resultado das urnas, aponta que órgãos internacionais de mídia já estão sabendo do caso e que tudo foi tramado em uma reunião de Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, com Lula, João Doria e “Ronald Rhovald” (que seria da empresa Diebold). Leia o texto que circula online:

Confira o desmentido em vídeo:

APOSTO QUE VOCÊ ACHOU NORMAL, O ATRASO NOS RESULTADOS DAS #URNAS. Divulgado o escândalo que todo mundo suspeitava! Talvez, isso explique a razão do candidato #Russomano ter declarado a seguinte frase: “Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Eleição, ficariam enojadas”.

Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por terem eleito Guilherme Boulos em SP, nas eleições municipais de 2020. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Gazzeta delo Sport e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado: #OTSEVENDEU a eleição para a esquerda. Os candidatos paulistanos foram avisados, às 13:00 do dia 15 de novembro (dia do 1º turno), em uma reunião envolvendo o Sr. #LuísRobertoBarroso (na única vez que o presidente do #TSE compareceu a uma preleção dos candidatos), o governador João Dória, o Sr. Luís Inácio Lula da Silva, supervisor da esquerda, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora Diebold. Os candidatos reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os candidatos se recusaram a trocar a prefeitura municipal pelo governo estadual em 2022.

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$70.000,00 para cada candidato, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os candidatos e integrantes dos partidos, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) por meio da empresa Diebold. Além disso, os candidatos que aceitarem o contrato com a empresa #Diebold nos próximos 4 anos terão as mesmas bases de prêmios que os candidatos de elite da esquerda, como o próprio Lula do PT, Ciro, do PDT, Marcelo Freixo, do PSOL, e Haddad, também do PT.

Mesmo assim, Russomano se recusou a aceitar, o que obrigou o presidente do TSE, Barroso a escolher o candidato Bruno Covas, dizendo que Russomano estava caindo na pesquisa (em primeira notícia divulgada às 13:30 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14:15, alterando o prognóstico para dizer que ele estava fora do 2º Turno). A sua situação só foi resolvida após o representante da Diebold ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao candidato, avaliado em mais de US$90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira.

Assim, combinou-se que a Direita seria derrotada durante o ‘2º Turno’ (prorrogação com morte súbita), porém a apatia que se abateu sobre os candidatos titulares fez com que os eleitores, que absolutamente não participaram desta negociação, marcasse, em duas falhas simples do candidatos paulistas, os primeiros votos. O Sr. Barroso, novo presidente do TSE, aplaudiu a colaboração dos candidatos paulistanos, uma vez que a eleição municipal trouxe equilíbrio à São Paulo num momento das mais altas taxas de desemprego jamais registradas naquela cidade, que serão agravadas pela recente introdução do Bolsonarismo.

Garantiu, também, ao Sr. Mamãe Falei, através de seu apoiador, Kim Kataguiri, que o candidato teria seu caminho facilitado para a prefeitura de 2024. Por gentileza passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda a política! Seria Verdade? Eu não duvido de nada ! PORQUE ESSA ESQUERDA AINDA ESTÁ VIVA? STF SOU A FAVOR QUE FECHE ESSA MESA DE LADRÕES.

TSE vendeu a eleição em São Paulo para Boulos e a esquerda?

Temos certeza que metade das pessoas compartilharam a mensagem tendo consciência do que se trata. Por isso, estamos aqui para falar para a outra metade que compartilhou porque está revoltada com o STF, a esquerda e acha que o atraso nas urnas tem a ver com uma fraude. A história é falsa e nada mais é do que uma nova versão de um velho boato que circula por aí.

A mensagem em questão nada mais é do um texto falso que sempre circula na internet e engana muita gente. A “base do texto” apareceu originalmente na final da Copa de 1998 para disseminar a tese falsa que o Brasil havia entregado a partida contra a França (por isso, que o nome de um dos personagens é “Ronald Rhovald”, similar a “Ronaldo Rivaldo”).

A mesma história circulou em muitos outros casos, mas dois foram impactantes: os 7 a 1 contra a Alemanha e as eleições de 2014 (a primeira vez que o texto apareceu relacionado a política). Em ambos casos, a falácia (apesar de estar na cara que é fake) circulou muito. Chegamos até a fazer dois vídeos sobre o assunto.

Se mesmo com todo esse histórico você ainda não se convenceu que a história é falsa, temos mais alguns motivos. 1) Há personagens citados na história (como o Ronald Rhovald) que sequer existem. 2) A história (que foi criada baseada em um jogo de futebol) tem termos que não têm muita coerência na política. 3) Boulos ainda não ganhou as eleições. Ele foi para o segundo turno com Doria. 4) Russomano não falou qualquer frase sobre “enojados”. 5) Etc etc etc (se a gente for citar todos os furos, ficamos até amanhã por aqui).

Vale apontar que histórias como essa, apesar de totalmente frágeis (como já falamos), acabam reforçando a tese de que houve fraude nas eleições. Por isso, antes de terminar, estamos aqui para reforçar que não há provas (e nem lógica) que tenha havia “fraude nas eleições” ou mesmo que o atraso da divulgação dos resultados signifique manipulação de resultados. 

Resumindo: a história que aponta que o TSE vendeu as eleições para Guilherme Boulos e a esquerda é falsa. Trata-se da versão 2020 de um boato que circula na internet desde 1998 e que ganhou força no mundo da política em 2014.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2QvB43t
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet