Teori Zavascki foi assassinado por causa da Lava-Jato #boato

Boato – Morte do ministro do STF não foi um acidente. Teori Zavascki foi assassinado por causa da Operação Lava-Jato.

Não faz nem 24 horas que o Boatos.org desmentiu uma história falsa compartilhada por pessoas que gostam e por pessoas que odeiam Lula: a de que Teori Zavascki teria proibido Sérgio Moro de investigar o ex-presidente. Agora, a tragédia com o ministro do STF está fazendo “todos os lados da política” compartilharem outra história: e de que Teori foi assassinado.

Teori Zavascki foi assassinado por causa da Lava-Jato, diz boato
Teori Zavascki foi assassinado por causa da Lava-Jato, diz boato

É claro que não são as mesmas versões da história. Quem é “time Moro” tem apontado que a culpa da morte de Zavascki é de Lula e do PT. Para esses, as mortes de Celso Daniel e Eduardo Campos seriam as provas que todo mundo que se mete com o ex-presidente acaba morrendo.

O “time Lula” está contando outra versão da história. Desta vez, a acusação é contra integrantes do governo Temer e pessoas que seriam vítimas da delação da Odebrecht, que deve (ou pelo menos deveria) ser protocolada em fevereiro. Leia textos que encontramos na internet:

Mataram o relator da Lava Jato no STF

Teori iria homologar a delação da Odebrecht em poucos dias.  Somente uma intervenção militar nos salvará dos corruptos.

Relator da Lava Jato foi assassinado assim como Eduardo Campos

O ministro Teori Zavascki iria homologar em poucos dias a delação da Odebrecht. Não ha dúvidas que ele foi assassinado, assim como Eduardo Campos. No Brasil, quando alguém ameaça os planos dos corruptos, sempre há um avião que cai.

Teori Zavascki foi assassinado por causa da Lava-Jato?

Textos como esses tiveram o reforço de peso de duas postagens em redes sociais. Uma delas é do delegado da Polícia Federal Márcio Anselmo, que participa da Força-Tarefa da Lava-Jato. Ele escreveu o seguinte (logo após isso editou o post no Facebook):

Sem palavras para expressar o que estou sentindo. O ministro Teori lavou a alma do STF à frente da Lava-Jato, surpreendeu a todos pelo extremo zelo com que suportou todo esse período conturbado. Agora, na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht, esse ‘acidente’ deve ser investigado a fundo.

Outro texto que fez os teóricos da conspiração acreditar em um atentado contra Teori é do filho dele. Em maio do ano passado, ele escreveu o seguinte texto:

É óbvio que há movimentos dos mais variados tipos para frear a Lava Jato. Penso que é até infantil que não há, isto é, que criminosos do pior tipo (conforme MPF afirma) simplesmente resolveram se submeter à lei! Acredito que a Lei e as instituições vão vencer. Porém, alerto: se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar…! Fica o recado!

 Agora com tudo isso, já dá para ficar bem claro que Teori Zavascki foi assassinado (muito provavelmente pelo lado político contrário ao seu), certo? A resposta é não. Vamos aos fatos.

É obvio que uma tragédia como essa envolvendo uma figura pública que está mexendo com tantos poderosos (de todas correntes políticas) merece ser investigada com todo o afinco do mundo. Mas, por mais que suas convicções digam o contrário (isso é pós-verdade, baby), não há nenhum indício que aponte que o avião foi sabotado.

Não temos nem 12 horas após o acidente, o Cenipa sequer começou a perícia, mal os corpos foram resgatados e já tem gente falando que Teori Zavascki foi assassinado. É óbvio que ainda é cedo para se cravar esse tipo acusação seja para qual lado for.

Justamente pelo acidente ter acontecido há pouco tempo, sequer as circunstâncias foram esclarecidas. Mas até o momento, o tempo ruim na hora do voo e a falta de visibilidade em Paraty são hipóteses mais plausíveis do que uma sabotagem no avião do ministro do STF.

Para além disso: por mais que muita gente diga o contrário, mas é duro acreditar que “matar” Teori seria uma boa estratégia seja do lado do governo atual ou do PT.

Primeiro vamos falar de Lula e o PT: agora, seria o momento em que políticos de outros políticos entrariam no processo da Lava-Jato. Por que o partido iria matar o relator e correr o risco de atrasar as investigações? Além disso, vale apontar que Lula, por exemplo, está sendo julgado em primeira instância. Logo, não seria Teori que o julgaria. Não teria motivos para fazer isso, se fosse o caso de conseguir uma inocência.

E Temer? Em qual mundo ele pode acreditar que a morte de Teori faria a Lava-Jato se calar. Sinceramente, o que for para aparecer na delação da Odebrecht vai aparecer. E mais, é claro que a morte do ministro do STF vai botar fogo nas investigações. Se essa é a estratégia adotada, é uma estratégia catastrófica (e um tanto quanto burra).

Resumindo: é claro que tudo tem que ser investigado (e vai ser, pelo MPF e Polícia Federal), mas falar de assassinato de Teori da forma que os “polos” da internet está falando é leviano. Por enquanto, qualquer teoria da conspiração não passa de isso mesmo: uma teoria da conspiração. Aguardemos novidades.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Cláudia Segal e diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tem ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp no telefone (61) 9 9331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet