Temer, a pedido de Rodrigo Maia, decreta estado de sítio por causa de greve #boato

Boato – A pedido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente Michel Temer acaba de decretar estado de sítio no Brasil por causa da greve dos caminhoneiros. Vídeos mostram o maior quebra-pau na Câmara.

A greve dos caminhoneiros chega ao seu nono dia e as dúvidas ainda pairam no ar. E onde há dúvida, o que também existe? Gente querendo enganar os outros. Em meio a isso, o papel do Boatos.org é desmentir estas informações. E cá estamos para matar mais uma fake news. A última que circula no WhatsApp e Facebook dá conta de que o presidente Michel Temer, a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, decretou estado de sítio no Brasil.

Dois vídeos endossam essa situação. Um dos vídeos mostra uma discussão entre Rodrigo Maia e o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) após a informação de que “Exército brasileiro vai ocupar a Esplanada dos Ministérios”. O outro vídeo é de manifestantes quebrando a vidraça de um das entradas do Congresso. Leia a mensagem que circula online e confira os vídeos:

Gente tá tendo o maior quebra pau na Câmara. O temer a pedido do rodrigo maia acabou de decretar estado de sítio. Os deputados estão saindo na porrada. A TV não tá passando. Assistam o vídeo . O exército foi convocado.

Temer, a pedido de Rodrigo Maia, decretou estado de sítio por causa de greve?

Os dois vídeos deixaram muitas pessoas impressionadas (outras tantas animadas) para o que poderia acontecer. Mas será mesmo que o governo acabou de decretar estado de sítio no Brasil por causa da greve dos caminhoneiros? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Ponto 1: a mensagem (assim como boa parte do conteúdo que tem circulado por WhatsApp) tem as principais características de uma notícia falsa: é vaga, alarmista, tem erros de português e não cita fontes confiáveis. Em alguns casos (não a maioria) também tem um pedido de compartilhamento. Só isso já nos faz ficar alerta.

Ponto 2: um pedido para que o Brasil entrasse em estado de sítio (que na prática é uma medida extrema para que a segurança nacional seja garantida) viraria notícia em todos os veículos de comunicação e também passaria por anúncios oficiais (muito provavelmente em cadeia de rádio e TV). Porém, nada disso aconteceu.

Ponto 3: os vídeos que seriam “a prova” da situação do país não são recentes. Fomos buscar mais informações em relação à discussão entre Maia e Pimenta. Ela aconteceu após o protesto contra Temer em maio de 2017. Na época, o presidente decretou o Distrito Federal sob estado de garantia da lei e ordem e o Exército passou a atuar na Esplanada dos Ministérios. O vídeo da invasão do Congresso foi gravado em abril de 2017. Na época, policiais invadiram o local em protesto contra alguns pontos da reforma da Previdência.

Resumindo: a história que aponta que o presidente Michel Temer decretou a pedido de Rodrigo Maia estado de sítio no Brasil é falsa. Os vídeos são antigos e as mensagens só saíram em fontes não confiáveis. Não acredite.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Um comentário em “Temer, a pedido de Rodrigo Maia, decreta estado de sítio por causa de greve #boato

  • 30/05/2018 em 02:44
    Permalink

    Na minha humilde opinião por enquanto é boato mas se a calamidade pública vier sobre todo o país, aí então o presidente da república poderá sim decretar o estado de sitio e com isso irá se perpetuar no poder junto das forças nacionais e o povo estará lascado. Falei!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)