Temer vai começar a cobrar impostos de igrejas #boato

Boato – Para aquecer economia, o presidente Michel Temer vai começar a cobrar impostos de igrejas evangélicas.

“A Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus”. A frase, que teria sido dita por Jesus ao se referir à alta cobrança de impostos do Império Romano parece não ser seguida à risca no Brasil. No país, a Constituição prevê imunidade tributária a entidades religiosas. Mas isso parece está mudando. Pelo menos de acordo com uma notícia que circula online.

Michel Temer vai começar a cobrar impostos de igrejas, diz boato
Michel Temer vai começar a cobrar impostos de igrejas, diz boato

A informação aponta que o presidente interino Michel Temer estaria planejando cobrar impostos de igrejas para aumentar a arrecadação do país. Isso faria partes das “medidas impopulares” que ele falou que tomaria para melhorar a economia do país. Leia o texto que circula online:

O presidente Temer irá cobrar impostos de igrejas para aquecer a economia e gerar empregos com carteira assinada, agradará também a Deus

Temer pede apoio para medidas impopulares. O presidente Temer em reunião com donos de igreja pediu-os que paguem impostos para aquecer a economia e gerar empregos, e que isso agradará também a Deus, Temer também lembrou que está preocupado com a população que ele escolheu trabalhar e representar e não com a sua reeleição.

Temer vai começar a cobrar impostos de igrejas?

O texto, publicado inicialmente no site “Pelo Amor de Deus”, gerou reações de internautas apoiando a medida. Pelo o que parece, até quem pratica uma religião com frequência acredita que igrejas deveriam pagar impostos. Mas será verdade mesmo que o presidente vai começar a cobrar impostos de entidades religiosas?

A resposta é não. Por mais que exista grupos que acreditam que a taxação de igrejas é algo mais justo, as chances que isso aconteça é mínima. Com a influência que líderes religiosos exercem hoje e a representatividade da chamada “Bancada da Bíblia” no Congresso, a tendência é que o movimento ocorra no sentido contrário.

Só para lembrar, neste ano foi aprovada a isenção do IPTU para templos religiosos no Senado. Ainda não virou lei, mas segue para a Câmara. Além disso, o próprio Temer tem como alguns de seus aliados líderes religiosos. Começar a cobrar impostos das entidades seria praticamente pedir para acabar com a aliança.

A prova final de que a história é falsa é que não achamos nenhuma notícia (com exceção do site citado acima e páginas que copiaram o conteúdo) relacionada a tal declaração de Temer. Vale lembrar que o Pelo Amor de Deus já publicou algumas notícias que foram desmentidas no Boatos.org como, por exemplo a que apontava que Jean Wyllys iria deixar o Brasil e que Dilma estava em estado grave. Então vamos convir que a fonte não é das mais confiáveis.

Resumindo: a história que aponta que Michel Temer vai começar a cobrar impostos de igrejas é falsa. Tudo não passa de uma notícia publicada em um site que já foi desmentido diversas vezes aqui no Boatos.org.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet