Simone Tebet disse na CPI da Covid que dinheiro desviado por estados não deveria ser investigado #boato

Boato – Candidata Simone Tebet diz em CPI da Covid que governadores não deveriam ser investigados por desviar dinheiro federal.

Com a proximidade das eleições de 2022, as fake news políticas voltaram a ganhar espaço na internet. Nos últimos dias, histórias falsas têm pipocado na internet e não têm perdoado nenhum candidato.

Recentemente, as fake news têm focado nos candidatos que aparecem à frente nas pesquisas de intenção de votos, como Bolsonaro e Lula. Mas dessa vez, os disseminadores de informações falsas resolveram resgatar e distorcer o passado da candidata Simone Tebet.

De acordo com uma história que está sendo compartilhada nas redes sociais, Simone Tebet teria dito, quando ainda era senadora, que não é só porque um recurso federal foi usado indevidamente pelos estados que os responsáveis podem ser investigados. Segundo a história, um vídeo com a fala da candidata provaria tudo. Confira:

Versão 1: “SIMONE TEBET HIPÓCRITA, NÃO  É  POR QUE O GOVERNADOR ROUBA DINHEIRO PÚBLICO QUE ELE TEM QUE SER INVESTIGADO” Tebet,Simone”. Versão 2: “Da senhora só me lembro de ser contra investigação do dinheiro público e de não defender as mulheres humilhadas não CPI DO CIRCO”.

Simone Tebet disse na CPI da Covid que dinheiro desviado por estados não deveria ser investigado?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e virou conteúdo entre os apoiadores do presidente e candidato Jair Bolsonaro. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem do vídeo.

Ao analisar o vídeo, percebemos que se trata de uma reunião durante a CPI da Covid-19, no Senado, em 2021. Na oportunidade, Tebet participou ativamente da CPI e apresentou algumas acusações contra o governo Bolsonaro. Já durante o debate presidencial, para as eleições de 2022, realizado no dia 28 de agosto, Tebet também teceu duras críticas ao presidente e candidato Jair Bolsonaro.

Foi a partir daí que o vídeo começou a circular nas redes sociais. Entretanto, as imagens  usadas como prova e que dão a impressão de que Simone Tebet estaria dizendo que é liberado roubar dinheiro público não mostram a verdade. Na realidade, o vídeo foi cortado e retirado de contexto.

Ainda em 2021, a história foi desmentida pelos serviços de checagem, como o Estadão Verifica e o Aos Fatos. De acordo com eles, o vídeo publicado na internet oculta uma parte importante da fala da então senadora Simone Tebet.

No vídeo completo, é possível ver que a fala de Simone Tebet não é sobre a questão ética do desvio de dinheiro, mas sim sobre a competência de quem pode julgar a ação. Ela afirmou que o trabalho da Comissão era investigar questões e levantar dados sobre condutas durante a pandemia da Covid-19 no país. As acusações e os julgamentos decorrentes do trabalho da Comissão ficam a cargo do Ministério Público e do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Não é porque o recurso é federal e foi repassado para estados e houve malversação do dinheiro público que ele pode ou deve ser investigado por esta comissão – isso é uma atribuição, uma decisão, obviamente, colegiada do plenário –, mas, única e exclusivamente, de acordo com a Constituição, se os recursos federais, quando repassados e mal utilizados, tiverem de alguma forma autoridade federal envolvida. Mas essa é uma questão que vai ser decidida pelos membros desta comissão.”

Em resumo: a história que diz que Simone Tebet teria afirmado que governadores que desviam dinheiro de repasses federais não deveriam ser investigados é falsa! O vídeo usado como prova foi cortado e retirado de contexto. Na verdade, a então senadora Simone Tebet não falava sobre a questão ética do desvio do dinheiro, mas sim sobre a competência de quem poderia julgar esse tipo de ação. Na oportunidade, ela afirmou que a CPI da Covid-19 não teria essa competência e as autoridades responsáveis deveriam prestar as acusações e fazer o julgamento. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso