Sérgio Moro pediu para sair do governo de Bolsonaro #boato

Boato – Depois de ser desautorizado na nomeação de Ilona Szabó para participar de um conselho, ministro Sérgio Moro pediu para sair do governo de Bolsonaro.

Quando o ainda presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou o nome de Sérgio Moro para ministro da Justiça, muita gente comemorou. Passados três meses de governo, parece que a relação entre o ex-juiz da Lava Jato e o Executivo não anda lá assim. Pelo menos é o que indicam publicações na internet.

Mensagens soltas em redes sociais, vídeos no Youtube e até notícias mal interpretadas estão reforçando uma informação: Sérgio Moro pediu para sair do governo Bolsonaro. A informação está sendo jogada de forma “seca” por aí. Leia alguns exemplos:

Versão 1: Sérgio Moro vai sair do governo, não esta concordando com Bolso ate quarta feira de cinzas ele já Foi. Versão 2: BOMBÁSTICO: SERGIO MORO VAI SAIR DO GOVERNO BOLSONARO.. Versão 3: Desmoralizado por Bolsonaro e filhos, Moro pode deixar o governo, diz matéria do Estadão! Leia e compartilhe. Versão 4: Moro pede demissão !!! E em questão de horas o juiz manipulador pode deixar o governo

Moro pediu para sair do cargo de ministro no governo de Bolsonaro?

Algumas pessoas estão compartilhando a informação bombástica por aí. Mas será mesmo que Sérgio Moro pediu para sair do governo de Bolsonaro? A resposta é (pelo menos por enquanto) não. Tudo não passa de um grande telefone sem fio. Vamos aos fatos.

Essa história do ministro “sair do governo” Bolsonaro mostra como a internet é capaz de, por meio de má (ou ausência) de interpretação, transformar artigos de opinião e distorcer informações para criar uma fake news.

Ao buscar “de onde saiu” essa história do ministro pedir para sair do governo, voltamos ao episódio que envolve a indicação de Ilona Szabó para um conselho ligado ao Ministério da Justiça. Assim que a nomeação dela surgiu no Diário Oficial, protestos de grupos conservadores ligados a Bolsonaro surgiram na internet. Pressionado, o presidente pediu a retirada do nome de Llona do conselho e o ministro teve que atender o pedido.

O recuo e a pressão foram interpretadas como uma demonstração da perda da força de quem chegou a ser chamado de “superministro”. E aí surgiu um artigo opinativo que chamou a atenção pelo título: “Moro, pede pra sair” (preste atenção na vírgula). Outra publicação que chamou atenção foi a que apontava que o presidente do conselho no qual llona participaria pediu demissão.

Nem o artigo nem a notícia falava em “demissão do ministro”. Porém, muita gente “leu errado” (com a ajuda do fato de que as publicações citadas esbarram no paywall) e começou a compartilhar a informação de que Moro “pediu para sair” ou “pediu demissão”. Só tem um detalhe: ao buscar sobre a informação, nada encontramos. O que temos até agora foram opiniões e especulações. De concreto, nada.

Resumindo: se você ler aí que o ministro Sérgio Moro pediu para sair do governo, é bom dar uma segunda lida. Por enquanto, a informação não passa de interpretação errada do que foi publicado como opinião por aí. Ou seja, boataria.

PS: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, no Facebook e WhatsApp no telefone (61) 991779164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)