Ronaldo Caiado zerou ICMS de combustíveis em Goiás #boato

Boato – Ronaldo Caiado aceitou desafio de Bolsonaro e zerou o ICMS de combustíveis no Goiás. Agora, os cidadãos do estado podem pagar um preço mais justo pela gasolina e diesel.

A Petrobras anunciou nesta semana mais um aumento do preço médio dos combustíveis, sendo o quarto reajuste somente nestes dois primeiros meses de 2021. Com isso, o litro da gasolina nas distribuidoras atingiu alta de 34,78%, enquanto o diesel está 27,72% mais caro. E se pesou no bolso do consumidor, obviamente, o assunto não poderia deixar de virar assunto nas redes sociais, inclusive, com direito a fake news.

Exemplo disso é uma publicação que começou a circular principalmente no Facebook que dá conta de que o governador Ronaldo Caiado teria zerado o ICMS de combustíveis no Goiás. A suposta decisão de Caiado teria sido tomada em resposta a uma proposta feita pelo presidente Jair Bolsonaro no ano passado, em que o chefe do Executivo “desafiou” os governadores dos estados a zerarem a alíquota do ICMS (imposto estadual) em troca de zerar também os impostos federais de combustíveis.

Confira, a seguir, o texto original da publicação que está rodando online e que virou motivo de comemoração entre os goianos: “ACEITOU ZERAR ICMS DOS COMBUSTÍVEIS DO ESTADO DE GOIÁS RONALDO CAIADO GOVERNADOR DE GOIÁS”.

Ronaldo Caiado zerou ICMS de combustíveis em Goiás?

A publicação viralizou rapidamente e alcançou 45 mil compartilhamentos no Facebook em apenas uma das versão. No entanto, a história que aponta para o “desafio aceito” por Caiado não procede.

E desconfiamos disso, logo de cara, pelo fato de a postagem ser bem parecida com outra que estava rodando pouco tempo atrás entre os internautas e que nós já desmentimos aqui no Boatos.org, que apontava uma história falsa de que o governador Romeu Zema, de Minas Gerais, também teria “topado” liquidar o ICMS de combustíveis no estado.

Assim como neste caso, a publicação de hoje é antiga. Ela já circulava desde o “desafio de Bolsonaro” no ano passado e só veio à tona novamente depois que Bolsonaro enviou a proposta de nova cobrança do ICMS ao Congresso. Porém, além do fato de ser bastante complicado zerar o ICMS em tempos de pandemia e crise econômica pela qual o país está passando, o que poderia gerar um prejuízo sem precedentes aos cofres públicos estaduais, a informação de que Caiado zerou o imposto é falsa.

Ele até chegou a mencionar que poderia discutir o assunto, mas a medida foi analisada e descartada após reunião com governadores em Brasília, em que os gestores decidiram à época, por unanimidade, que não seria possível reduzir tributos sobre combustíveis de forma imediata e que o tema deveria ser debatido em outro momento. De lá para cá, veio a pandemia e a atual crise econômica instalada no país e não se tocou mais no assunto (pelo menos, até essa semana).

Resumindo: A publicação que dá conta de que Ronaldo Caiado aceitou zerar o ICMS de combustíveis em Goiás não é verdadeira. A postagem é antiga e circulava desde quando Bolsonaro lançou o “desafio” de reduzir ICMS aos governadores. Na época, apesar de ter comentado que poderia discutir o assunto, o próprio Caiado concordou em reunião com outros governadores que não poderia reduzir tributos sobre combustíveis de forma imediata.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2m2887O
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy