Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, escreveu carta sobre Ditadura #boato

Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, escreveu carta sobre Ditadura #boato

Boato – Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, pede perdão por ter lutado contra a Ditadura. Repasse para seus amigos.

Repressão policial, censura, tortura e exílio eram ações comuns durante a Ditadura Militar. Porém, apesar dos documentos e testemunhos dizerem o contrário, há quem diga que o Brasil naquela época era “melhor”.

Roger Moreira pede perdão por ter lutado contra a Ditadura, diz boato

Roger Moreira pede perdão por ter lutado contra a Ditadura, diz boato

Entre os orgulhosos e saudosistas há aqueles que se arrependem do trabalho feito e, ao que tudo indica, é o caso do Roger Moreira, do Ultraje a Rigor. De acordo com um texto, o vocalista teria dito, em carta no Diário de S.Paulo, que se arrependeu da luta. Confira na íntegra:

Confira o desmentido em vídeo

Vejam o que o Roger escreveu hoje em jornal Diário de São Paulo

Roger Moreira, vocalista do Ultraje à Rigor em Carta publicada no jornal Diário de São Paulo

”Lutei contra a ditadura, sim! Tomei borrachadas, engoli gaz lacrimogênio, corri da cavalaria na Av. São João em direção à Praça Antonio Prado e à Praça da Sé. Participei das perigosas assembléias dos sindicatos, onde milicos escondidos na massa guardavam na memória o rosto dos mais exaltados. Arrisquei o emprego, pichei muro com o slogan “Abaixo a Ditadura”.

Distribui panfletos. Morri de medo. Chorei quando anunciaram a devolução do poder ao povo: eu e mais alguns milhões. Hoje, vendo pessoas morrendo em filas de hospitais, bandidos matando por R$ 10, pessoas andando feito zumbi nas ruas por causa das drogas, adolescentes que não sabem quanto é 6 x 8, meninas de 14 anos parindo filhos sem pais, toda a classe política desse país desfilando uma incompetência absurda, o nosso país sendo ridicularizado por tantos escândalos… Eu peço perdão ao Brasil pela porcaria que fiz… Deveria ter ficado em casa.”

REAJUSTE DE APOSENTADORIA

Eu só gostaria de saber qual a justificativa para o fato de o bolsa família, onde ninguém trabalha, ter o dobro do aumento dos aposentados que trabalharam a vida toda. SOMOS mais de trinta milhões de aposentados! Não podemos admitir que distribuam o nosso dinheiro a quem nunca trabalhou 35 anos na vida( esta é a lei !).
Se você repassar para somente 2 amigos nas primeiras horas, em 28 horas toda a população brasileira de aposentados vai tomar conhecimento deste ABSURDO. Não deixe de repassar, ao menos a 2 amigos; é o suficiente para gerar esta progressão dos números.

Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, escreveu carta sobre Ditadura?

O texto pode fazer algum sentido ou não, dependendo do ponto de vista. Entretanto, não entraremos aqui, no mérito opinião e, sim na veracidade dos fatos.

Vídeo: é falso que chá de mamão cure a dengue hemorrágica

Se você, assim como nós, também teve aquela velha impressão do “acho que te conheço de algum lugar”, você não está errado. Essa história de arrependimento já é famosa no Boatos.org.

Em março, o mesmo texto foi atribuído a Miriam Leitão. Segundo a publicação, a jornalista também foi combatente durante a Ditadura Militar, mas se arrependeu. Em tempo, Miriam desmentiu a história em seu perfil no Facebook. Pois bem, só o fato da história pertencer a dois autores já mostra uma coisa: se o texto é real, ele acabou se tornando um boato.

Além disso, saiba que é comum aparecer textos de autoria desconhecida na internet que acabam ganhando um autor famoso. Aqui no Boatos.org, já desmentimos textos que não foram do juiz Sérgio Moro, Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor.

Antes de ser do Roger Moreira, o texto foi atribuído a Miriam Leitão. Mas, ao ser desmentido aqui, o dono do texto se pronunciou.  Confira o que ele disse:

Olá ! Recebi um WathsApp onde creditavam á jornalista Miriam Leitão, um texto escrito por mim e publicado no dia 28/05/2013 no Jornal Diário de São Paulo, na coluna ” Diário do Leitor”. Pesquisando na internet cheguei até este blog onde Míriam esclarece não ser o texto de sua autoria( 03/03/2016), atitude esta, que não poderia ser diferente vindo da consagrada jornalista. Só estou me reportando, porque ao final da matéria, é dito que a pessoa responsável se retratou. Sendo EU o autor do texto, quero que saibam que tomei conhecimento do acontecido agora, 4 meses após a postagem da matéria e gostaria de saber QUEM se retratou… Desde já me coloco á disposição para quaisquer dúvidas e esclarecimentos. Um abraço Rogério Moreira

Ou seja, texto pertence a Rogério Moreira e, não Roger Moreira, da Ultraje a Rigor, como indica a publicação. Ou seja, alguém “confundiu” o nome do autor com o do cantor para ganhar ibope no Facebook e disseminou um boato. Logo após o Boatos.org, desmentir a informação, procuraram outro nome para não deixar o boato morrer.

Resumindo: a história de que Roger Moreira pediu perdão por ter lutado na Ditadura é falsa. Tudo não passa de mais um boato do boato que circulou pela internet.

Em tempo: depois da publicação do texto, o leitor Pedro Santos mandou um tuíte de 2015 em que ele pergunta ao cantor se ele escreveu o texto. A resposta, como é de se esperar, é negativa. 

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores Eduardo Almeida Júnior e “Notícias do Ceará”. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato pelo site, Facebook ou envie uma mensagem para o número (61) 99331-6821 no WhatsApp.