Rodrigo Maia defende aposentadoria dele aos 56 anos recebendo R$ 25 mil #boato

Boato – Em vídeo, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados falou sobre a sua aposentadoria especial como parlamentar, aos 56 anos, com salário de R$ 25 mil e “financiada” pelo trabalhador brasileiro.

A Previdência Social é um assunto que sempre traz à tona uma série de polêmicas na internet, especialmente quando relacionadas à aposentadoria de políticos. E mesmo após o Ministério da Economia ter anunciado recentemente mudanças na aposentadoria especial de parlamentares previstas para a reforma da Previdência, esse assunto ainda está dando o que falar nas redes sociais.

Desta vez, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi alvo de críticas após um vídeo publicado no Facebook no qual ele supostamente teria defendido a própria aposentadoria aos 56 anos, recebendo um salário de R$ 25 mil e “financiada” pelo trabalhador brasileiro. Veja o texto original do post que circula online e a fala de Maia no tal vídeo:

Publicação no Facebook: Presidente da Câmara, Rodrigo Maia fala sobre a defesa de sua aposentadoria especial como parlamentar e confirma, que quem financiará sua aposentadoria é o trabalhardor…
Explicado a dificuldade de “articulação”.

Rodrigo Maia no vídeo:“Eu tô defendendo que eu continue me aposentando com 56 anos, com 25 mil reais, enquanto você, que ganha salário-mínimo, não consegue contribuir 15 anos, vai se aposentar com 65 anos e vai me financiar.”

Rodrigo Maia defendeu a aposentadoria dele recebendo R$ 25 mil?

É claro que um vídeo com o próprio presidente da Câmara dos Deputados defendendo a sua aposentadoria especial como parlamentar não deixaria de viralizar e ganhar uma série de compartilhamentos na web, principalmente com um tom de crítica tão severo e que supostamente ataca diretamente o bolso do trabalhador. Mas será mesmo que Rodrigo Maia seria capaz de tal afirmação? A resposta é não!

E o primeiro fato que nos levou à conclusão de que o vídeo não traz a mensagem que a publicação no Facebook quer nos fazer acreditar é que o texto do post traz todas as características de uma fake news: é vaga (não diz a situação em que Maia falou sobre o assunto), alarmista (possui a finalidade de atiçar a polarização política) e tem vários erros de português.

Além disso, se pararmos para analisar a fala de Rodrigo Maia no vídeo, o tom que ele usa dá a entender que está apenas citando um exemplo sobre o assunto de forma crítica, o que é fácil comprovar ao acessarmos o vídeo completo em que ele cita “corporações que lutaram contra a reforma de Temer”. Confira aqui nesse link o vídeo na íntegra.

Vale ressaltar, ainda, que o mesmo vídeo com o presidente da Câmara chegou a causar polêmica por conta de outro trecho em que ele diz que as pessoas podem trabalhar até 80 anos.

No entanto, como você pode perceber assistindo à essa parte do vídeo aqui, grupos explicaram que o parlamentar apenas ressaltou que os brasileiros estão vivendo mais e melhor, conseguindo trabalhar até os 80 anos, e não que deveriam se aposentar aos 80.

A aposentadoria, neste caso, continuaria sendo defendida por Maia na tal entrevista aos 62 anos (e sem regras de transição). Por isso, a melhor opção é sempre pesquisar antes de tirar alguma conclusão sobre qualquer assunto.

Resumindo: A história que circula na internet afirmando que Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, defendeu a sua aposentadoria aos 56 anos, recebendo R$ 25 mil financiados pelo trabalhador brasileiro, não passa de um boato. A publicação está sendo compartilhada como real, mas não deve ser tomada como verdadeira.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)